segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

O BRASIL NA VISÃO DOS AMERICANOS

Uma espetacular reportagem, um documentário sobre as potencialidades do Brasil, onde o mega-empresário Eyke Batista aponta para um futuro de muito desenvolvimento. Vale a pena ver com o senso crítico, porém longe dos preconceitos ideológicos de esquerda ou dos exageros dos direitistas/nacionalistas que em nome da "defesa da pátria" pregam a desconfiança, que devemos olhar com desconfiança para os ianques, principalmente quando estes se interessam pelo Brasil. Bom, façam seus próprios juízos:

Banco do Nordeste regulariza dívidas rurais com até 85% de desconto

No Maranhão, mais de 55 mil contratos podem ser regularizados com os benefícios da Lei 12.249

São Luís (MA)– Observando o que dispõe a Lei 12.249, o Banco do Nordeste vem efetuando a remissão e liquidação de dívidas rurais. Regulamentada pelo Ministério da Fazenda por meio do decreto nº 7.339, de outubro de 2010, a medida já possibilitou a regularização de aproximadamente 116 mil operações junto ao Banco, o que corresponde a 20% do volume total.

Apenas no Maranhão, mais de 8,5 mil operações já foram regularizadas, possibilitando a normalização de R$ 28,8 milhões em dívidas. De acordo com levantamento realizado pelo BNB,  existem ainda mais de 55 mil contratos no Estado que podem obter as vantagens da regulamentação.

“Temos uma expectativa  bastante positiva de enquadramentos, uma vez que as agências dispõem de todas as informações necessárias para realizá-los. Em pouco mais de três meses de trabalho, foram enquadrados mais de 88 mil clientes em toda a área de atuação do Banco”, destacou o superintendente da Área de Recuperação de Crédito do BNB, José Andrade Costa.

Vantagens
De acordo com a Lei, clientes do Banco com operações rurais contratadas até 15 de janeiro de 2001 e que totalizem o valor máximo de R$ 35 mil poderão liquidar suas dívidas com descontos que chegam a 85%, a depender da localização do empreendimento.

“O recálculo das operações é feito sem quaisquer juros de atraso, multas ou outras sanções, ressaltando que, independente do estágio em que se encontra a cobrança, o cliente pode procurar sua agência de relacionamento e quitar a dívida, tornando-se apto a adquirir novos créditos”, explicou o gerente de Terceirização e Cobrança de Crédito do BNB, Rodrigo Bourbon.

No caso de crédito coletivo – concedido a cooperativas e associações –, o saldo devedor atualizado é dividido pela quantidade de cooperados e associados existentes à época da contratação, a fim de se apurar se a dívida será remida ou liquidada.

Remissão

A remissão das dívidas beneficia clientes cuja dívida atualizada até 14/06/2010 seja de até R$ 10 mil. Nesse caso, o Banco do Nordeste fará o processo automaticamente, enviando correspondência ao cliente para comunicar o enquadramento. Já para a liquidação com desconto, é necessário aderir ao processo com, no mínimo, um mês de antecedência do prazo estabelecido na Lei, cujo encerramento acontece em 30 de novembro.

Ao todo, a medida beneficia cerca de 570 mil clientes do Banco do Nordeste, entre mutuários do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), pequenos e médios produtores rurais, bem como suas cooperativas e associações. Cícero LEONARDO de Carvalho Ribeiro (Assessor de Comunicação).

Sítio Novo-MA: Alunos estudam em escola de palha


Escola do Assentamento Bacaba (Sítio Novo-MA)

O desprezo pela Educação em Sítio Novo do Maranhão (110 km de Imperatriz) revolta a comunidade e os pais de alunos do assentamento Bacaba, distante 35 km da sede do município. A situação é um reflexo do descaso da administração do prefeito Carlos Jansen.


Interior da Escola da Bacaba

O presidente da Associação de Moradores do Limpo Grande, Juarez de Sousa Miranda, denunciou à reportagem que a escola foi “construída e coberta de palha”, faltam carteiras escolares e alguns alunos sentam no chão para assistir as aulas na “Escola da Vergonha”.

Além disso, a escola não dispõe de banheiro, cantina e não fornece merenda escolar aos quase 100 alunos. A energia elétrica também foi interrompido por falta de pagamento. “Só existem 17 carteiras para 100 alunos. É um absurdo!”, reclama o líder comunitário, que reivindica providências ao prefeito Carlos Jansen.

Juarez Miranda garante que foram feitas diversas reivindicações para que o município construísse, desde o começo do mandato do atual prefeito, uma escola no assentamento Bacaba. “Ele (Jansen) só promete, mas nunca fez nada pela educação. E só apareceu uma vez, depois de eleito, aqui na Bacaba”, disse.

O lavrador José Maria lamentou o abandono da educação básica com crianças expostas a chuva na escola do assentamento Bacaba. “Essa escola é uma vergonha, pois na eleição passada vieram aqui e prometeram que iriam construir essa escola”, disse.

Ele contou ainda que o barracão de palha onde funciona a escola se arrasta ao longo dos últimos anos, sem que nenhuma administração tenha a preocupação de construir um prédio adequado para atender às crianças do assentamento Bacaba. “O barracão foi feito de palha. E toda vez quando tem início o ano escolar, temos que refazer o barracão”, conta.

A escola também não dispõe de cantina, e os alunos não têm merenda escolar e banheiros. “Queremos que o prefeito construa nossa escola, pois toda vez que chove ficamos molhado”, desabafou o aluno Diego Macedo Miranda.

Recursos

A previsão é que Sítio Novo deverá receber, somente neste ano, a quantia de R$ 8.665.517,81 – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) – sendo que, 60% dos recursos serão destinados para remuneração dos professores em efetivo exercício no município.

Somente no ano passado, a Prefeitura de Sítio Novo recebeu do FNDE a quantidade de R$ 6.699.761,80 – dinheiro que somado a outras transferências constitucionais, como é o caso do FPM (Fundo de Participação do Município), seriam suficientes para construir várias unidades escolares em Sítio Novo. (Gil Carvalho, da Tribuna do Tocantins)

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Trabalho Infantil Doméstico: Prefeitura e MPT firmam parceria

A Prefeitura de Imperatriz, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Assessoria de Comunicação, em parceria com o Ministério Público do Trabalho, lançaram nesta quarta-feira no auditório da Secretaria Municipal de Saúde a campanha contra o trabalho infantil doméstico.

Além da campanha publicitária, uma das exigências do Ministério Publico do Trabalho, na oportunidade foi assinado com o MPT um termo de cooperação técnica que efetivará, no âmbito das escolas municipais, o programa MPT na Escola, já executado em diversos municípios brasileiros.

O programa levará informações sobre combate ao trabalho infantil doméstico aos alunos da rede municipal e será engendrado pela Secretaria Municipal de Educação. O secretario Zeziel Ribeiro foi um dos signatários do termo. 
O evento, aberto pelo prefeito Sebastião Madeira, contou com a presença de autoridades do Poder Judiciário, do Ministério Público do Trabalho, conselheiros tutelares, profissionais de saúde, e outras pessoas ligadas á proteção da criança. Na platéia ainda a presença de vários secretários municipais. O vereador Alberto Sousa representou a Câmara Municipal.

Cadê a infância que estava aqui? O trabalho doméstico engoliu! É o tema da campanha que segue a tendência de outras já realizadas Brasil afora, também estimulada pelo Ministério Público do Trabalho.

Antes da apresentação das peças publicitárias o Procurador do Trabalho Italo Igo fez uma palestra na qual conclamou as autoridades e as pessoas ali presentes a se engajarem na luta contra o trabalho infantil doméstico tipificado por ele como uma chaga no Brasil.

Além do procurador Italo Igo o MPT se fez presente no evento na pessoa da procuradora do trabalho Fernanda Furlaneto. Coube a ela apresentar as bases do programa MPT na escola.

Já a secretaria de Desenvolvimento Social Miriam Sousa Reis, aproveitou a oportunidade para apresentar as múltiplas ações já desenvolvidas pela Prefeitura na área da assistência social notadamente no atendimento ás crianças e adolescentes.

O que é considerado Trabalho Infantil

Define toda a atividade que atrapalha o desenvolvimento da criança, causando prejuízos a sua educação e ao seu bem estar. Exercido por pessoas que não atingiram a idade adulta. Concentra-se a atenção no trabalho de pessoas com idade inferior a mínima nas normas da Convenção 138 da OIT, que o trabalho seja proibido para menores de 15 anos.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Olha o Bloco do Imprensa ai genteee!!!

Já está em fase final os preparativos para a segunda edição do Bloco do Imprensa que  conta com  participação de comunicadores, estudantes dos cursos de jornalismo e demais segmentos interessados. 

Este ano a participação deve ser maior que no ano passado, na  primeira versão do Bloco, uma idéia do jornalista Marcos Franco, baseada no Bloco da imprensa existente há anos em São Luís.

A idéia do Bloco foi abraçada por mim e outros colegas, com apoio das empresas de comunicação e outros patrocinadores. Estão até agora apoiando o Bloco, o Sistema Mirante de Comunicação, Sistema  Nativa de Comunicação, Opendoor, Canal Comunicações, Rádio Terra FM, Boteco do Frei e a deputada estadual Valéria Macedo, sendo que ainda estamos aguardando outros patrocinadores.




Este ano o Bloco do Imprensa homenageia o Jornalista e Produtor Cultural Luís Brasília, recentemente falecido, com o tema "De Brasília à Imperatriz, a Arte Nativa do Luis". A homenagem conta até com uma marchinha de autoria do cantor e compositor Zeca Tocantins que será animada pela Banda "Arroxando o Frevo".

Qualquer pessoa pode fazer parte do Bloco. Para participar a pessoa deve fazer sua inscrição que custa penas 2 quilos de alimentos não perecíveis, que este ano serão doados à Colônia João XXIII. O Local de inscrição é o Boteco do Frei, das 16 as 23 horas, até Sábado, 26, antes da saida do Bloco, as 16 horas.

Participe, faça parte da homenagem ao Luís Brasília e ajude na alimentação dos  internos da Colônia João XXIII.

Suzano apresenta programa de formação de mão de obra que vai capacitar profissionais da região

A Suzano Papel e Celulose apresenta, nesta sexta-feira (25/02), o seu Programa de Formação de Pessoas, que terá início com o curso Técnico de Celulose e Papel.

Durante a solenidade, que acontece a partir das 10h, no Auditório do IFMA (Instituto Federal do Maranhão), em Imperatriz, serão assinados os contratos com as instituições parceiras no projeto: Suzano, IFMA e SENAI Bahia. Sebastião Madeira, prefeito de Imperatriz, já confirmou presença no evento.

O objetivo deste programa é capacitar profissionais da região para participarem dos processos seletivos da Suzano, no Maranhão. O Curso Técnico em Celulose e Papel é a primeira ação deste programa, que tem as inscrições abertas entre os dias 28/02 e 11/03.

“Nosso objetivo é melhorar a condição de vida das comunidades onde estamos inseridos e na conservação do meio ambiente. Desta forma, em parceria com instituições de ensino local, trabalharemos em Imperatriz e região, na capacitação de profissionais, a fim de formarmos técnicos para nossa operação, assim como estimular  o desenvolvimento regional e a geração de emprego e renda”, explica Ilques Sandes de Melo, gerente executivo de Recursos Humanos das Operações Nordeste da Suzano Papel e Celulose.

Em 2008, a Suzano Papel e Celulose anunciou  seu  plano de crescimento, que prevê a construção de duas novas unidades nos Estados do Piauí e Maranhão. É no sentido de viabilizar a realização desse projeto e reforçando seu compromisso com a comunidade local que a indústria investe em capacitação profissional.

Para este Curso de Técnico de Celulose e Papel  estão sendo disponibilizadas 320 vagas e os interessados devem ter ensino médio completo e idade mínima de 18 anos. Todos os alunos deste curso receberão uma bolsa de estudo. Mais informações podem ser obtidas no site do IFMA: www.ifma.edu.br

Para o 2º. Semestre, o Programa de Formação de Pessoas também prevê cursos de especialização para técnicos em manutenção nas áreas de eletrotécnica, mecânica e instrumentação , totalizando a capacitação de mais 270 profissionais.

Sobre a Suzano Papel e Celulose

A Suzano Papel e Celulose (Bovespa: SUZB5, OTC: SUZBY and Latibex: XSUB) é uma empresa de base florestal e uma das maiores produtoras verticalmente integradas de papel e celulose de eucalipto da América Latina. Controlada pela Suzano Holding e parte do Grupo Suzano, investe no setor de papel e celulose há 86 anos, com operações globais em aproximadamente 80 países. Atualmente, possui cinco unidades industriais: Suzano, Rio Verde, Limeira  e Embu, no interior do Estado de São Paulo, e Mucuri, no Estado da Bahia. A operação da companhia está dividida em três unidades de negócios: Florestal, Celulose e Papel. Em 2010, com a definição de um novo posicionamento estratégico, sua atuação da ganhou duas novas frentes: energia renovável e biotecnologia. (Thays Assunção-Ícone Comunicação)    

Thays Assunção
Ícone Comunicação

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

IMPERIAL SHOPPING: maior Shopping Center da região tocantina é alternativa para empreendedores

Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) espera para 2011 a inauguração de 34 shoppings no país. Tanto crescimento se reflete na abertura de novas oportunidades para os empreendedores.

Investir em lojas de shopping é uma boa alternativa por diversos fatores: a concentração de lojas e de marcas famosas no mesmo espaço garante grande fluxo de pessoas, o horário de funcionamento proporciona maiores chances de compras e o entretenimento (como cinema, jogos, praça de alimentação) atrai pessoas de diversas faixas etárias. Além do conforto, como estacionamento, ambiente climatizado, elevadores, escadas rolantes.

A construtora Franere, observando essa tendência nacional, apostou no potencial da região e trouxe para Imperatriz o Imperial Shopping. Um empreendimento moderno, com três pavimentos: um subsolo e mais dois pisos. O Imperial será o maior shopping da região tocantina.

O subsolo será destinado ao setor de serviços e terá seis lojas e um estacionamento com 750 vagas cobertas. Além dessas, os clientes poderão contar com um segundo estacionamento, com mais 550 vagas descobertas. Os outros dois pisos vão comportar, juntos, cerca de 175 estabelecimentos comerciais.

O Imperial oferece aos interessados opções de lojas com tamanhos diversos, a partir de 33m². As lojas foram projetadas obedecendo a pesquisas realizadas com o objetivo de equilibrar a oferta com o potencial de demanda.

Outro diferencial do shopping é o departamento de engenharia, que irá avaliar os projetos das lojas. O objetivo é proporcionar aos lojistas um visual atraente e inovador para seu negócio. (Janaina Amorim, da Assessoria de comunicação).

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Radialistas lamentam morte de Clodomir Guimarães, o "Corró"

Por Gil Carvalho

Clodomir Guimarães, o "Corró"
O radialista Clodomir Alves Guimarães, 58 anos, o “Corró”, morreu nesta terça-feira,22, por volta das 9h30, em sua residência no bairro Santa Rita, em Imperatriz.

Ele sofreu uma parada cardiorespiratória agravada de uma diabetes. Corró também sofria de hipertensão e estava apenas com 30% dos rins em funcionamento, sendo recomendado inclusive um transplante.

Corró era um dos radialistas mais antigos da imprensa de Imperatriz, onde militou nas rádios Imperatriz (extinta), Difusora, em São Luís, e Mirante AM, de Imperatriz. Ele comandava há nove anos o programa “A Fazenda do Corro”, na Mirante AM.

O radialista Leodilson Costa Gomes, o Léo Costa, lamentou a morte do colega e disse que “a cidade perde mais um dos profissionais da imprensa”. “Corró foi pioneiro na radiodifusão imperatrizense, onde tive o privilégio de trabalhar com ele (Corró) por quase dois anos na antiga rádio Imperatriz”, conta.

Ele lembra ainda que meados de 1997 trabalho com o radialista Clodomir Guimarães na então rádio Carajás AM, em João Lisboa. “Desde cedo acompanhava o programa do Corró, incentivado por meu pai, tem sido um mito no rádio de Imperatriz”, detalha.

Segundo ele, radialista era dedicado a profissão e buscava ensinar aos novos profissionais a “magia do rádio”. “A radiodifusão no sudoeste do estado não será mais a mesma a partir de hoje, pois ficará uma grande lacuna no rádio de Imperatriz”, lamenta.

O presidente da Associação de Imprensa da Região Tocantina (AIRT), jornalista Ozias Pânfilo, diz que “perdemos nestes últimos anos grandes companheiros da imprensa”. “O nosso amigo Corró marcou épocas e histórias no rádio imperatrizense, com o seu programa ‘A Fazenda do Corró’, desde os tempos da rádio Imperatriz”, disse.

Pânfilo recorda que o radialista era alegre e divertindo com seus ouvintes e amigos de profissão. “Nós sentimos muito a morte do compadre Corró, o Clodomir Guimarães. Ele fez histórias no rádio de Imperatriz”, reconhece.

O radialista Sitônio Silva (Mirante AM) confessa que considerava o amigo como um irmão e diz que não só a cidade de Imperatriz, mas o Maranhão perdeu um grande radialista. “Todos os radialistas da região tem respeito e admiração pelo Clodomir Guimarães, inclusive eu, pois foi ele que me colocou no rádio”, finalizou.

Gil Carvalho é jornalista imperatrizense, editor do Jornal Tribuna do Tocantins.

Nota deste jornalista: Também convivi com o companheiro Corró na Mirante AM de Imperatriz em meados da década de 90. Espirituoso, Corró era um comunicador que falava a linguagem sertaneja com muito humor e critividade. da mesma forma era com os colegas, um eterno "gozador", sempre com uma boa "tirada" que despertava o riso por mais triste que alguém estivesse. Minhas condolências aos seus familiares, desejando que o criador o receba no conforto dos eleitos, na certeza de que o além ganhou mais um humorista. Descanse em paz, Corró!

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Chegamos a 7 bilhões. E agora?

Hans Rosling transforma estatísticas em super apresentações.
Por Eduardo Pegurier

Hans Rosling
Cruzamos, em 2010, o limiar de mais um bilhão de humanos e estamos divididos em quem veste sandália, anda de bicicleta, compra carro e pega avião nas férias. Usando essas 4 categorias, Hans Rosling, um especialista em transformar estatísticas em apresentações empolgantes, ilustrou a situação econômica do mundo e falou dos próximos 2 bilhões de pessoas que virão.

Rosling é o fundador do Gapminder, cuja missão é transformar dados vitais sobre países e indicadores sociais em gráficos. Em uma apresentação mais antiga, ele mostrou um sucesso notável da humanidade. Desde 1970, a parcela de miseráveis, aqueles que vivem com menos de 1 dólar por dia, caiu de 38% da população, ou 1,4 bilhão de pessoas em relação a um total de 3,7 bilhões, para 19% em 2000, ou 1,2 bilhão de um total de 6,3 bilhões. Nesse perído, o número absoluto de miseráveis foi reduzido em apenas 200 milhões de pessoas, mas a chance de nascer nessa situação limite caiu pela metade.

A projeção para 2015 é que caia pela metade de novo, para 10% da população, ou 700 milhões de pessoas de uma população total em direção a 8 bilhões.

No vídeo abaixo, ele não se define como otimista ou pessimista, mas um “possibilista”, e que as chances que temos são boas. Fala do crescimento populacional e da evolução dos padrões de riqueza, mostrando que hoje, em 2011, os 7 bilhões estão assim:

1 bilhão estão muito bem morando nos países desenvolvidos. Andam de avião nas férias.

1 bilhão estão chegando lá. Querem comprar um carro.

3 bilhões estão saindo da pobreza. Já conseguem adquirir uma bicicleta.

2 bilhões continuam pobres. Ainda estão de sandálias.

O crescimento populacional que ocorrerá nas próximas 4 décadas até 2050 virá dos 2 bilhões de pobres, cuja população dobrará. Eles ainda têm muitos filhos e uma mortalidade infantil entre 20 e 40%. Nesse período, a China se tornará um país rico e os países em desenvolvimento mudarão de patamar de consumo. Assim, os grandes problemas do mundo se resumem em duas categorias:

Se o mundo não abraçar tecnologias verdes, explode.

É preciso tirar os 2 bilhões na rabeira da situação de pobreza, pois quando a renda aumenta o número de filhos por mulher cai.

Mas esse texto não conta tudo. Não perca o vídeo (em inglês, com legenda em 35 línguas, inclusive, claro, português):


domingo, 20 de fevereiro de 2011

Prefeitura de Imperatriz divulga vigésima lista de convocação de concursados

Mais 300 servidores aprovados estão sendo convocados pela secretaria de Administração

A Prefeitura Municipal de Imperatriz, por meio da Secretaria Municipal de Administração e Modernização (SEAMO), divulgou na última quinta-feira, 17, a vigésima lista de convocação dos candidatos aprovados e classificados no concurso público 001/2008. Nesta etapa estão sendo convocados 300 candidatos que foram aprovados no certame.

De acordo com o secretário municipal de Administração e Modernização (Seamo), Iramar Cândido, os servidores convocados têm o prazo de dez dias úteis para se apresentarem no departamento de recursos humanos da Prefeitura Municipal de Imperatriz, munidos de todos os documentos necessários para a posse, conforme consta no Edital do referido concurso.


“Só esse ano, convocamos cerca de 680 pessoas em diversas áreas. Temos a preocupação de fazer a divulgação necessária para que todos os candidatos convocados sejam informados em tempo hábil. As pessoas que tiverem seu nome na lista devem procurar a Prefeitura para tomar a posse no cargo dentro do prazo previsto, que é de 10 dias úteis, pois quem perder o prazo perderá o direito de assumir a vaga. Por lei, uma vez extinto o prazo estabelecido no edital, o candidato perde a oportunidade de recorrer à vaga”, informa.


Iramar Cândido diz que estão sendo convocados nesta etapa, servidores para atuarem nas secretarias que apresentaram necessidade obedecendo a zona específica em cada cargo. “Estão sendo convocados 49 servidores para preencherem vagas na área de agente administrativo, 5 agentes de fiscalização, 25 agentes operacionais para a zona urbana, 5 agentes operacionais para a zona rural, 119 auxiliares de serviços de manutenção e alimentação para a zona urbana, 34 para a zona rural; 18 auxiliares operacionais para a zona urbana e 12 para a zona rural; 5 bioquímicos; 1 pedagogo em saúde; 8 técnicos em informática e 4 fisioterapeutas”, explica.

A lista com a relação de candidatos convocados e os documentos necessários para a posse estão disponíveis no site da Prefeitura  http://www.imperatriz.ma.gov.br/


Novo Concurso – Em relação à realização de um novo concurso, o secretário informa que o Prefeito Madeira convocou comissão para levantar todas as demandas relevantes ao novo concurso. “A comissão organizadora vem se reunindo quase que diariamente e formatando todo o processo para a realização do mesmo", garante Iramar (Ascom).

sábado, 19 de fevereiro de 2011

"SEJAMOS SENHORES DA NOSSA LINGUA, PARA NÃO SERMOS ESCRAVOS DE NOSSAS PALAVRAS."

Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso.

Algum tempo depois, descobriram que era inocente. O rapaz foi solto e, após muito sofrimento e humilhação, processou o homem/vizinho.

No tribunal, o homem/vizinho disse ao juiz: - os meus comentários não causaram tanto mal!

E o juiz respondeu: Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel. Depois pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa. Amanhã, volte para ouvir a sentença!

O homem/vizinho obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse:

- Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!

- Não posso fazer isso, meritíssimo! - respondeu o homem. O vento deve tê-los espalhado por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!

Ao que o juiz respondeu:

- "Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem, espalha-se a ponto de não podermos mais consertar o mal causado".

"SEJAMOS SENHORES DA NOSSA LINGUA, PARA NÃO SERMOS ESCRAVOS DE NOSSAS PALAVRAS."

NUNCA SE ESQUEÇA: 

QUEM AMA NÃO VÊ DEFEITOS...

QUEM ODEIA NÃO VÊ QUALIDADES...

E QUEM É AMIGO VÊ AS DUAS COISAS...

E AINDA ASSIM CONTINUA AMIGO!

(Autor desconhecido)

Justiça manda validar concurso público em Lajeado Novo-MA

Mais de cem funcionários que foram injustamente prejudicados voltarão aos seus cargos


Centro de Lajeado Novo-MA
 
Um velho adágio popular diz que às vezes a Justiça tarda mais não falha. É o que se pode muito bem aplicar à recente decisão judicial no município de Lajeado Novo-MA, onde uma ação popular movida por pura perseguição política e em parceria com o Prefeito Raimundinho Barros induziu a Justiça a um grave erro, agora em tempo reparado, com a reintegração de quase cem servidores aos seus postos de trabalho, depois de um ano e sete meses desempregados.

Entenda o caso

O município de Lajeado Novo, na gestão do prefeito Antonio Pereira, realizou o concurso nº 001/2006 que abria diversas vagas no serviço público municipal. Em 2007, antes de concluir o mandato, o prefeito deu posse aos novos funcionários concursados.


Prefeito Raimundinho

Depois, em 2009, outro gestor público, Raimundinho Gomes Barros, toma as rédeas do município e numa ação orquestrada nos bastidores incentiva uma ação popular contra o concurso, alegando irregularidades e ilegalidades, inclusive a falta de autorização do legislativo municipal para a realização do referido certame. Na época a ação popular foi acatada em sede liminar pelo Juiz de Porto Franco, Antonio Donizete Aranha Baleeiro, que mandou demitir os concursados, a maioria já a quase 2 anos no cargo.

Segundo os advogados dos servidores, José Raimundo Nunes Santos, Prescília Aguiar e outros, “tudo, no entanto, não passou de um mero simulacro, arquitetado entre a autora e o Município de Lajeado Novo, através de seu Prefeito Municipal Raimundinho Barros e secretários, para demitir servidores públicos já há quase dois anos em seus cargos depois de aprovado num concurso público que não teve nenhuma denúncia.

As alegações da autora, Maria José Lima de Andrade, na ação popular, eram de que não havia lei criando os cargos públicos e também que não houve licitação para contratação da empresa que realizou o certame. O presidente da Câmara Jonas da Silva Pereira expediu certidão ideologicamente falsa certificando a inexistência de lei que criou os cargos.

Os advogados dos servidores provaram robustamente que a declaração era falsa e juntaram a lei que criou os cargos no processo, bem como LDO que autorizou a realização do concurso, inclusive a ata de votação na qual o presidente que forneceu a certidão, o qual foi o único vereador a votar contra o projeto. A licitação toda foi juntada ao processo. As duas alegações do autor e do município não ação popular, comprovadamente falsas, causaram enorme prejuízo aos servidores que ficaram mais de 1 ano fora de seus cargos.


Juiz Armindo Reis

O Juiz da 2.ª Vara da comarca, Armindo Nascimento Reis Neto, respondendo pela 1.ª vara, acolheu os argumentos dos servidores e julgou improcedente a ação popular, determinando ao prefeito Raimundinho Barros que proceda a imediata reintegração dos servidores criminosamente demitidos.

Segundo os servidores, o prefeito Raimundinho Barros diz nos quatro cantos do município que foi para São Luís para falar com a Governadora Roseana Sarney, para que esta o ajude a botar os servidores novamente na rua, desta feita através do Tribunal de Justiça.

Valéria (centro) e Pereira, solidários com os servidores
O ex-prefeito Antonio Pereira, no entanto, disse que a Governadora Roseana Sarney antes mesmo desta decisão chegou a pedir ao prefeito Raimundinho Barros para readmitir os servidores, que envolve mais de 100 famílias no pequeno Lajeado Novo. “Roseana sabe da injustiça que os servidores estavam sofrendo e, que, por isso, penso que não levantará qualquer pedra para ajudar o prefeito Raimundinho a fazer uma injustiça deste tamanho”, diz o ex-prefeito, lembrando que a autora popular e o município terão que entrar com recurso de apelação para o Tribunal e é este quem vai julgar.

Por outro lado, os advogados dos servidores disseram que não acreditam que o Presidente do TJMA ou mesmo qualquer desembargador venha a desmanchar uma sentença por medida liminar acolhendo pleito do município ou mesmo da autora popular que, repita-se, é uma pessoa ligada ao prefeito e ingressou com a ação tutelada por ele.

A deputada estadual Valéria Macedo (PDT) disse que está solidária a causa dos servidores municipais. Por isso disponibilizou seus advogados para cuidarem dos direitos dos servidores do município de Lajeado Novo.

“A demissão de 100 pais de família com base em uma certidão reconhecidamente falsa, foi em boa hora corrigida pelo Poder Judiciário e trata-se de uma decisão justa que certamente deverá ser confirmada pelo Tribunal de Justiça”, acredita Valéria.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Frente Ambientalista reabre trabalhos com mais de 200 adesões

O coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista, deputado Sarney Filho (PV-MA) afirmou ao inaugurar os trabalhos de 2011 que o movimento ajudou a criar uma massa critica no Congresso Nacional. Esta mobilização, segundo ele, permitiu aprovar propostas importantes, como a Lei de Resíduos Sólidos e também barrar ações que representariam um retrocesso na legislação ambiental. Em seu primeiro dia de trabalho, a Frente já contava com a adesão de mais de 200 parlamentares, sendo doze senadores.

Em café da manhã que reuniu mais de 300 pessoas entre deputados, senadores e representantes da sociedade civil, como o Greenpeace, SOS Mata Atlântica, WWF e ISA, foram apontados como principais desafios para esta legislatura impedir a votação do texto do Código Florestal que flexibiliza a lei, permitindo mais desmatamento e do PL 12, que sofreu mudanças na Câmara que diminuem o poder do IBAMA. Até o dia 28, a Frente vai definir uma agenda com as proposições que merecem apoio e aquelas que colocam em risco o meio ambiente e a sustentabilidade.(Fonte: Informativo PV)

Índios Krikatis reclamam das péssimas condições da MA-280

MA-280, entre Montes Altos e Sítio Novo
Eles ameaçam radicalizar e apreender veículos e máquinas da construtora Ducol

Montes Altos – Em decorrência das torrenciais chuvas que caem na região Tocantina, a rodovia MA-280 ––trecho que interliga Montes Altos a Sítio Novo do Maranhão––, poderá cortar e deixar isolada a nação indígena Krikati. A denúncia foi feita ontem pelo vereador Davi Milhomem Krikati (PT).


Segundo ele, a rodovia apresenta pontos críticos e a construtora responsável pela obra não está dando a devida manutenção para assegurar o tráfego de veículos, principalmente no trecho da aldeia São José até a sede de Montes Altos. “A construtora nunca executou as obras das cabeceiras das pontes, obrigando os veículos a passar por desvios que estão ruins”, afirma.

Daví Krikati
Davi Krikati prevê que “se continuar chovendo de forma intensa na região como nesses últimos quatro dias a rodovia poderá cortar a qualquer momento, isolando o povo krikati”. “Temos crianças e mulheres que necessitam de atendimento na sede e precisamos da estrada”, justifica.

Também reclamou da morosidade da obra de construção da rodovia MA-280 e da qualidade dos serviços que foram executados no entroncamento da cidade pela empresa Ducol. “A construtora alegou que reiniciará os serviços somente quando cessar o período chuvoso, mas queremos que haja pelo menos a manutenção da rodovia para não deixar a comunidade isolada”, propôs.

Ameaça

Ele conclamou os colegas indígenas a radicalizar nesta próxima semana, caso o governo do Estado não determine a recuperação dos trechos críticos da rodovia até que a mesma seja totalmente pavimentada no verão. “Vamos apreender veículos e máquinas dessa construtora, chamar a imprensa e mostrar a nossa revolta com essa situação”, ameaçou.

O vereador informou que a licença prévia e ambiental foram concedidos pelos órgãos ligados ao meio ambiente e da Funai, mas a empresa nunca se preocupou em pelo menos melhorar o acesso até a aldeia São José. “Nós vamos apelar, apreendendo as máquinas da construtora”, finalizou. (Gil Carvalho)

"Beco da Baiúca", o MP e a Prefeitura evitaram uma tragédia

Barranco desmoronou, mas ocupantes foram retirados pela Prefeitura na semana passada


Beco da Baiúca: foto Josa Almeida

Gerou muita polêmica, adversários se aproveitaram da situação para alfinetar o governo muncipal, com o velho discurso falso da "defesa dos pobres", mas a retirada das famílias que ocupavam irregularmente o “Beco da Baiúca”, por requisição do Ministério Público, as margens do rio Tocantins, evitou uma tragédia nesta quinta-feira (17). É que em alguns pontos ocorreu desmoronamento da barranca em decorrência das torrenciais chuvas que caem em Imperatriz.

O secretário Enéas Nunes Rocha, do Planejamento Urbano e Meio Ambiente, explicou que a prefeitura concluiu na semana passada a retirada das famílias da área de risco. “O desmoronamento aconteceu após a retirada deles, pois a qualquer momento as famílias estariam correndo riscos e hoje (ontem) Imperatriz poderia ter sido manchete nacional”, comenta.

Ele disse que o município agiu em tempo hábil, em cumprimento a decisão judicial, evitando uma grande tragédia. Pelos menos 25 famílias estavam “alojadas” no chamado “Beco da Baiúca”.

“Foram preservadas diversas vidas. E agora iremos revitalizar o local, recuperando inclusive a mata ciliar às margens do rio Tocantins”, garantiu o secretário Enéas Nunes Rocha. “Se não tivéssemos retirado essas famílias o município poderia ter sido responsabilizado”, finaliza.

'Bloco do Imprensa' convoca jornalistas, radialistas e demais interessados para o ensaio geral, neste domingo.

O grande encontro para o ensaio geral será no "Boteco do Frei", na Beira-Rio

No próximo domingo (19) jornalistas, radialistas e comunicadores em geral reúnem-se a partir das 13h para o ensaio geral e lançamento da marcha do Bloco do Imprensa.

Este ano o lema do bloco é: De Brasília a Imperatriz, a Arte Nativa do Luís, uma homenagem ao grande Luís Brasília produtor cultural falecido no último dia 14 de fevereiro.

O ensaio geral vai ser no Boteco do Frei, na segunda subida da Beira Rio pra XV de Novembro.

A marcha foi composta em tempo recorde pelo poeta, cantor e compositor Zeca Tocantins, um amigo de longas datas do Luís Brasília. Até domingo deve ser concluída a gravação da marchinha em estúdio, nas vozes do próprio Zeca Tocantins, Neném Bragança e Lena Garcia.

De acordo com Marcos Franco, um dos idealizadores do Bloco do Imprensa, o lema deste ano não poderia ser outro.

“A homenagem ao Luís Brasília é óbvia, evidente, principalmente em se tratando de uma tentativa de resgate de nossa cultura, dos blocos de rua com marchinhas carnavalescas”, explicou.

Apesar da iniciativa  ser de membros da Comunicação, o Bloco do Impresa está aberto a qualquer pessoa. Quem quiser inscrever deve ir até o Boteco do Frei e levar dois quilos de alimentos não perecíveis. Os alimentos arrecadados  serão doados  à Colônia de Hansenianos João XXII.

Este é o segundo ano do Bloco do Imprensa. No ano passado a concentração foi no bar de Seu Olímpio (rua XV de novembro) e o bloco percorreu o centro velho da cidade, indo até a praça de Fátima.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Ipea: 58,1% apontam falta de médicos como maior problema do SUS


 Por Juliana Castro, do  Globo Online

Levantamento divulgado nesta quarta-feira pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revela que 58,1% da população apontam a falta de médicos como o maior problema do Sistema Único de Saúde (SUS). 

A demora no atendimento foi a segunda maior queixa (35,4%). Na terceira colocação, ficou a demora para conseguir uma consulta com um especialista (33,8%). Os entrevistados indicaram as alternativas a partir de uma lista pré-definida.

- A falta de médico e a demora pode ser face da mesma moeda. A demora pode estar associada à falta de médico - explica o gerente de pesquisa da Diretoria de Estudos Sociais do Ipea, Jorge Abrahão de Castro.

A pesquisa mostra ainda que a população se divide ao avaliar a qualidade de atendimento no SUS. O percentual de entrevistados que classificou o sistema como ruim ou muito ruim (28,5%) é semelhante ao que declara que o atendimento é bom ou muito bom (28,9%). Para 42,6% dos entrevistados o serviço é regular.

Aumentar número de médicos foi solução apontada por maioria

O mesmo método utilizado para identificar os problemas foi usado para que fossem apontados os pontos positivos do SUS. A possibilidade de todo e qualquer brasileiro ter acesso ao sistema gratuitamente é o melhor ponto (52,7%), seguido pelo fato de todos receberem o mesmo atendimento sem nenhum preconceito (48%) e pela distribuição gratuita de medicamentos (32,8%).

Os entrevistados foram questionados ainda sobre possíveis sugestões para a melhoria na qualidade do SUS. Aumentar o número de médicos foi a principal sugestão para melhorar o atendimento em postos de saúde, nas emergências e as consultas com especialistas. Para o atendimento em centros ou postos de saúde, quase metade dos entrevistados (46,9%) fez esta sugestão; para o atendimento por médicos especialistas, o percentual ficou em 37,3%, semelhante ao índice de entrevistados que sugeriram o mesmo em relação ao serviço de urgência e emergência (33%).

Para esses mesmos três serviços, as melhorias sugeridas em segundo lugar referem-se à redução do tempo de espera. Para melhorar o atendimento nos postos de saúde, 15,5% dos entrevistados responderam que é preciso reduzir o tempo de espera entre a marcação e a realização da consulta. A mesma sugestão foi feita por 34% quando questionados em relação ao atendimento por médico especialista. Quanto aos serviços de urgência e emergência, cabe lembrar que não há marcação de consultas. Neste caso, a segunda melhoria mais citada (32%) foi a diminuição do tempo de espera para ser atendido.

O serviço de distribuição de medicamentos, por sua vez, é um pouco diferente dos demais. Por isso, 44,3% dos entrevistados indicaram que, para melhorá-lo, a lista de remédios disponibilizados gratuitamente deveria ser aumentada. Outros 34,3% disseram que o problema da falta de medicamentos deveria ser minimizado. A diminuição da demora para ser atendido na retirada do medicamento foi sugerida por 6,2% dos entrevistados.

Saúde da Família foi serviço do SUS melhor avaliado

Além de fazer uma avaliação do SUS como um todo, a pesquisa questionou os entrevistados sobre cinco serviços específicos: atendimento em unidades de urgência e emergência, em centros ou postos de saúde, consultas com médicos especialistas, distribuição de medicamentos e o programa Saúde da Família.

Para 44,8%, o serviço prestado nos postos de saúde é classificado como bom ou muito bom, para 24,1% é regular e para 31,1% é ruim ou muito ruim. Sobre o atendimento de urgência e emergência, 31,4% classificaram como ruim ou muito ruim e 20,5%, como regular. Outros 48,1% disseram ser bom ou muito bom. Já a consulta de médicos especialistas foi classificada como ruim ou muito ruim por 18,8% e regular por 20,7%.

A distribuição de medicamentos foi classificada como boa ou muito boa por 69,6%. O Saúde da Família é bom ou muito bom para 80,7% dos entrevistados que tiveram seu domicílio visitado por algum membro do programa nos últimos 12 meses. No caso da avaliação dos outros itens, respondem às perguntas pessoas que disseram ter usado ou acompanhado alguém da família durante os serviços do SUS no mesmo período.

O Ipea mostra que, em todas as regiões, o atendimento feito pela equipe de Saúde da Família e a distribuição gratuita de remédios são os dois serviços mais bem avaliados. Em todas as regiões, exceto na Norte, o atendimento nos centros e postos de saúde foi o serviço pior avaliado.

Rapidez no atendimento é principal motivo para ter plano de saúde

No levantamento, o Ipea perguntou aos entrevistados que tiveram ou têm planos de saúde as principais razões para recorrer a estas empresas. O motivo mais citado foi a maior rapidez para realizar consultas ou exames (40%), seguido por ser um benefício fornecido gratuitamente pelo empregador (29,2%). Em terceiro aparece a maior liberdade pelo médico que irá atendê-lo (16,9%).

Os principais problemas dos planos, apontados pelos entrevistados, são o preço da mensalidade (39,8%) e o fato de não cobrir algumas doenças ou procedimentos (35,2%).

O SUS tem pouco mais de 20 anos de existência e, em 2009, realizou 721 milhões de atendimentos ambulatoriais e 11 milhões de procedimentos de média e alta complexidade e internações.

O Sistema de Indicadores de Percepção Social analisou as percepções sobre bens e serviços públicos relacionados à Saúde. Foram entrevistadas 2.773 pessoas de 3 a 19 de novembro de 2010.

Leia mais:
Para ministro da Saúde, gestores que melhorarem acesso ao SUS devem ser premiados

Deputada Valéria Macedo faz indicações que beneficiam o sul do Maranhão

Deputada quer Escolas de tempo integral em Imperatriz e Açailândia, pavimentação e recuperação de rodovias na região e a vinda do curso de medicina para Uema-Imperatriz.


Valéria Macedo

A deputada estadual Valéria Macedo (PDT), fez suas primeiras indicações na assembléia legislativa, num total de cinco, todas acatadas pela mesa diretora que caso venham a ser atendidas pelo governo do estado, serão de grande importância para a região tocantina e o sul do Maranhão.

Em duas indicações a parlamentar pedetista solicita ao governo do estado acrescentar na proposta de plano de governo 2011-2014, a ser executada pela secretaria de estado da educação, a implantação de duas escolas de tempo integral nos municípios de Imperatriz e Açailândia.

Segundo Valéria, a implantação de Escola de tempo integral, nestas cidades é uma necessidade, dado o grande número de alunos que necessitam de um aprendizado de melhor qualidade e hoje, é comprovado, que as escolas de tempo integral, dispõem de melhores condições de ensino, o tempo do aluno na escola é mais aproveitado, com prática de várias modalidades de ensino (música, esporte e cultura) enriquecendo a grade curricular do aluno.

“A segunda cidade mais importante do estado, no caso Imperatriz, ainda não conta com essa inovação educacional e na região, apenas Porto Franco tem uma escola desse nível”, argumenta a deputada.

Noutras duas proposições, Valéria pede ao governo do estado que através do programa Logística e Transporte, constante no programa de governo, seja realizada a pavimentação da Rodovia MA-138, a partir de Estreito a Fortaleza dos Nogueiras, passando próximo de Feira Nova e por dentro de São Pedro dos Crentes, num total de aproximadamente 198 quilômetros; e a recuperação da pavimentação da Rodovia MA-238, que liga Porto Franco a São João do Paraíso.

“A MA-138 é uma das mais importantes estradas do Maranhão, que liga vários municípios do sul do estado, cortando um grande número de Assentamentos, pequenas e médias propriedades rurais com grande produção agrícola que precisa ser escoada, portanto essencial para o fluxo de pessoas e bens, enquanto a MA-238, a recuperação de sua pavimentação entre outros benefícios à população como a diminuição dos acidentes e mortes, contribuirá também para a diminuição dos assaltos que ultimamente devido ás suas péssimas condições de trafegabilidade, vem possibilitando a ação de meliantes que estão aterrorizando quem por ali se aventura trafegar”, disse Valéria.

Na última proposição Valéria Macedo sugere ao governo estadual acrescentar no plano de governo 2011-2014, a ser executado pela Universidade Estadual do Maranhão, a ampliação do Centro de Estudos de Imperatriz (Cesi-Uema) e a implantação dos cursos de Enfermagem e Medicina, nos mesmos moldes do curso de medicina atualmente oferecido pela UEMA em Caxias-MA.

Para a deputada, a presente indicação fundamenta-se, porque em que pese à importância política de Imperatriz, o município é o segundo maior do estado e por outro lado, o curso de medicina a ser oferecido para uma população regional de cerca de 1 milhão de habitantes, possibilitará finalmente a consolidação de Imperatriz como um pólo universitário do Maranhão.

“Aquela metrópole, hoje um grande pólo educacional de uma grande região que envolve até os estados do Pará e do Tocantins, ressente-se muito pela falta de um curso de medicina, a oferta de médicos nas regiões centro-sul e demasiadamente precária e muito cara para os municípios”, disse Valéria, acrescentando que “na medida em que médicos forem formados numa faculdade pública em Imperatriz, no médio prazo, melhorará a prestação de serviços dos sistemas de saúde pública da região”. (Assessoria)

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Ambientalista contesta proposta do deputado Domingos Dutra que pretende transformar o Parque nacional da Chapada das Mesas em Reserva Extrativista

Deijacy Rêgo
O ambientalista e presidente do Partido Verde de Carolina-Ma,  Deijacy Rego, lançou uma carta aberta ao povo do Maranhão e do Brasil em que se posiciona frontalmente contra a proposta do deputado federal Domingos Dutra(PT), que pretende transformar o Parque nacional da Chapada das Mesas em Reserva Extrativista. Na carta, Deijacy faz sérias críticas ao deputado que segundo ele esteve recentemente na região "onde reuniu-se com meia dúzia de pessoas e colheu dados para esse projeto que agora pode ir a plenário para primeira votação.

"Caso essa proposta seja aprovada, será um retrocesso que trará sérios prejuízos ao Meio Ambiente e ao Turismo no Maranhão", prevê Deijacy

Confira na íntegra a carta de Deijacy Rêgo:

Caros amigos, a respeito da matéria, sobre a mudança de categoria do Parque Nacional da Chapada das Mesas, para simples RESERVA EXTATIVISTA, tenho algo a informar.

1-A criação desta grande área em PARQUE, não foi idealizado por mim, pois seu projeto original se deu nos anos 70, época que eu era uma criança de 10 anos, e morava. Em Pastos Bons, mais entendo que os verdadeiros autores desta UC foram os políticos de Carolina, pois a grande maioria sem visão de futuro apoiou um projeto vergonhoso para Região, hoje Parque Nacional da Chapada das Mesas, que preconizava a construção de duas PCH, s nas quedas de São Romão e Cachoeira da Ilha para a geração de uma merreca de energia, patrocinada por um grupo ligado a COPEL, tendo como razão social o CONSÓRCIO RIO FARINHA.

2-Na época deste projeto polêmico e descabido, assim como hoje a pretendida RESERVA EXTRATIVISTA proposta pelo PL do nobre Dep. Dutra, nós apenas fizemos a nossa parte, ou seja, combatemos duramente o já extinto Consórcio Rio Farinha, com apoio de muitos da região da Buritirana, como o nosso amigo Jorge Espínola, que hoje fatura muito bem, cobrando taxa ambiental, a venda de galinha caipira e outros.

3-O nobre Dep. Dutra está esquecendo de falar que ele pertence uma legenda chamada de PT. A mesma legenda da autora do requerimento que criou o parque Nacional,para quem já esqueceu o seu nome, a então na época TEREZINHA FERNANDES e,na época o DUTRA do mesmo partido, e exercia um cargo importante no Estado do MA de deputado estadual e nada comentou sobre a criação do parque que ora quer a qualquer preço modificar sua categoria, e mais de 2006 a 2011 o Dep. Dutra esteve por Brasília como representante dos maranhenses, na Câmara Federal, deveria ter alocado recursos no orçamento da União para começar as indenizações do parque que hoje Le que extinguir, e não atrapalhar o processo de indenização dos atingido pela criação do parque, e está prestando um de serviço ao povo do Maranhão.

3-Eu particularmente sou adepto do EXTRATIVISMO, mais não posso concordar com um projeto descabido como este, pois a região não tem como sobreviver apenas colhendo BACURI, PEQUI, JUÇARA, PITOMBA, MANGABA, CAJÁ BURITI. Se você perguntar a qualquer pessoa que tem terras dentro da área do parque, se ele pode viver de extrativismo a resposta é não.

4-Para o turismo da região sul e especialmente Carolina isso representa um tiro no pé, pois a nossa cidade, depois da criação do Parque, muita coisa mudo como por exemplo as pousadas lotaram. Quer exemplo?O Enduro do Cerrado, Carnaval, Semana Santa, e feriados prolongados.

O Dep.Dutra está remando contra o resto do mundo defende a preservação das florestas para que o “bicho homem” continue a sobreviver, pois nós podemos perfeitamente, viver sem os animais, o deputado fala em preservar os animais e não dar prioridade para o homem, só que o que todos nos queremos é a qualida de do AR que respiramos, e que a quantidade de partículas expelido na atmosfera era de 400 PPM, a cinco anos atrás, e hoje já estamos chegando a 1000 PPM.

5-A Barragem do Estreito tem uma área de 550 km quadrado, e sem duvida vai refletir mais luz solar, com a evaporação da água, e a emissão de ch4, o famoso gás metano, nossa região sem este que é sem duvida um Pulmão do sul do Maranhão, a temperatura se elevará em mais de 2 graus, nos entendemos a grande preocupação dos empaquitados da UC, mais em toda Região no entorno deste grande lago mora muita gente, que precisa de AR puro para que as crianças do futuro. Não venha inalar os gases venenosos, por isto é que queremos a preservação do Parque Nacional da Chapada das Mesas.

6-Para quem não sabe, Reserva Extrativista é terra publica, portanto os moradores da região do parque, caso a PL de Dutra venha ser aprovada, não receberam as suas indenizações,  como preconiza a lei na categoria de Parque Nacional.

At. Deijacy Rego,
Presidente do Partido Verde Carolina-MA

Prefeitura de Imperatriz presta contas na Câmara Municipal

As contas da Prefeitura encontram-se na Câmara Municipal à disposição da comunidade


Cândido Madeira, Controlador Geral

Controlador-Geral do Município, Cândido Madeira Filho esteve na manhã de ontem, terça-feira (15) no plenário da Câmara Municipal de Imperatriz, onde fez a prestação de contas da prefeitura, relativa ao 3º quadrimestre de 2010. O Controlador-Geral ainda respondeu questionamentos de vereadores, representantes da comunidade e da imprensa.

A audiência pública – primeira realizada na Câmara Municipal este ano – foi coordenada por membros da Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade, presidida pelo vereador Joel Gomes Costa (PMN), tendo como vice-presidente Raimundo Roma (PSL), secretário José Roberto Gomes de Sousa, o Zé do Creia (PSDB) e como suplente o vereador Luis Gonçalves da Costa (PSB). Alguns secretários municipais acompanharam a apresentação do colega Controlador-Geral, que se deu de maneira clara e objetiva.

Cândido Madeira fez uma abordagem sobre as receitas correntes, receitas de capital, receitas consolidadas e composição da receita, bem como as despesas correntes, de capital e composição. Apresentando detalhadamente cada item, o Controlador-Geral chegou informou que as receitas realizadas no período de janeiro a dezembro de 2010, nelas compreendidas as receitas correntes e de capital, totalizaram R$ 287.141.192,69. “Com relação à previsão anual, estas alcançaram 89,85% de índice de realização”, explicou.

O Controlador-Geral informou ainda que a despesa realizada no terceiro quadrimestre de 2010 totalizou a importância de R$ 297.203.486,51, o que corresponde a 93% do previsto. Ele informou que somente a despesa líquida com pessoal chegou ao montante de R$ 149.877.944,65. O total dos impostos e transferência com incidência para Saúde foi durante o período de janeiro a dezembro de 2010 na ordem de R$ 133.383.573,27, o mesmo ocorrendo com o total de impostos e transferência com incidência para Educação.

Cândido Madeira prestou contas detalhadamente de cada secretaria ou autarquia da prefeitura, mas se ateve mais nas secretarias de Educação, Saúde e Infraestrutura. O Controlador-Geral explicou aos vereadores que esses gastos na Educação se deram com reformas e construções de escolas, treinamento de professores, entre outros. Observou que as escolas da rede municipal Samaritana e Giovanni Zanini obtiveram excelente classificação no IDEB, alcançando os primeiros lugares nas séries iniciais e finais.

Ele revelou que a Secretaria de Saúde mantém dezenas de programas e que somente o hospital municipal fez durante o ano de 2010 exatos 157.419 atendimentos médicos, cerca de 87.780 exames, chegando a servir, no mesmo período, 727.014 refeições, numa média de 60.584 ao mês. “Nenhum restaurante desta cidade chegou ao menos perto deste número de refeições”, avaliou. Cândido lembrou ainda os gastos com reformas no hospital municipal e infantil, instalação de urologia no HN, brinquedoteca e UTIs no infantil, entre outros gastos visando tornar o atendimento mais humanizado.

Na secretaria de Infraestrutura, o Controlador-Geral afirmou que teve gastos com piçarramento, drenagem e pavimentação de ruas, no centro e nos bairros. Garante que somente no riacho Capivara foram construídas 20 pontes, além de outras que estão sendo construídas em outros riachos que corta a cidade. “A prefeitura realizou ainda a revitalização de várias praças, a recuperação de construção de alguns postos de saúde”, observou.

Após sua narrativa, Cândido Madeira apresentou um vídeo de 9 minutos de duração, produzido pela Assessoria de Comunicação, mostrando as realizações da prefeitura, em suas respectivas secretarias ou autarquias. Após a apresentação do vídeo, o Controlador-Geral do Município respondeu as perguntas e dirimiu dúvidas dos vereadores Edmilson Sanches (PSDB) e Francisco das Chagas Alves de Brito, o Chagão (PT), do líder comunitário Davi Machado, que representou a Associação dos Moradores do Maranhão do Sul e do jornalista e apresentador de TV, Paulo Negrão, que representou os profissionais de imprensa. Fonte :  Ascom.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Codó-MA: acabou em pancadaria e sangue a eleição para presidente da Câmara de Vereadores


Acabou em briga, pancadaria e sangue a eleição para presidente da Câmara de Vereadores de Codó, realizada nesta segunda-feira. O clima antes da eleição era tão tenso que seis, dos 11 vereadores da cidade, tiveram de se “refugiar” em São Luís.

O Vereador Saruê foi atingido com um soco pelo seu colega Figueiredo Júnior. O grupo de cinco vereadores de oposição ao prefeito Zito Rolim (PV), comandados por Figueiredo Júnior (PDT), respondendo interinamente pela Casa até antes do pleito, apesar de presente, se absteve da votação. Com isso, João de Deus (PV) foi eleito por 6 a 0.

Segundo Leonel Filho (PTN), Figueiredo Júnior "tentou comprar” vários integrantes  da chapa do novo presidente da Casa, formada por 11 membros. Ele teria oferecido até R$ 100 mil por um voto. As propostas foram feitas a Antonio Zaidan (PDT), Expedito Cavalcante (PCdoB) e Antonio Moraes Cardoso, o Saruê (PDT), que presidiu o pleito a mando da justiça.

Depois de empossado, João de Deus liberou os microfones para que os colegas falassem sobre a eleição. Os primeiros a pedir a palavra foram os integrantes do grupo de Figueiredo Júnior. “Eles passaram a nos esculhambar e xingar”, disse  Leonel Filho.

Após a sessão, na saída do Plenário, Figueiredo Júnior agrediu Saruê aos socos. “Os dois rolaram no chão e Saruê ficou com o nariz sangrando”, disse Leonel Filho. Ele foi atingido no nariz. A mando da juíza da cidade um oficial de justiça acompanhou toda a confusão. A polícia também presenciou a briga mas não tomou providências.

Todos os 11 vereadores foram parar na delegacia, uns prestando queixa contra os outros. Saruê está fazendo exame de corpo de delito. (Fonte: O Quarto Poder)

Vejam o vídeo da confusão que já está no YouTube: