segunda-feira, 31 de outubro de 2011

NÃO É SÓ NÓS - OS SUL-MARANHENSES -QUE QUEREMOS UM NOVO ESTADO

O mapa com os limites e fronteiras do território brasileiro pode mudar Significativamente, caso os Projetos de Lei (PLs) voltados à criação de novos estados e territórios no Brasil sejam aprovados pelo Congresso Nacional. 
O país passaria a ter 39 estados e três territórios federais. Atualmente, o país está dividido em 26 estados mais o Distrito Federal.
Leia mais:http://intellectus-site.com/site2/files/fundep_noticias.pdf
http://intellectus-site.com/site2/files/fundep_noticias.pdf
intellectus-site.com

Nova edição do Encontro Mundial de Blogueiros é confirmada para 2012


O 1° Encontro Mundial de Blogueiros foi realizado na última sexta-feira (28) e sábado, em Foz do Iguaçu (PR). Representantes do Wikileaks e Huffington Post, entre outros, estiveram presentes no evento, que já tem a edição de 2012 confirmada pela organização. No próximo ano, a cidade paranaense, que faz divisa com o Paraguai, será novamente a sede dos painéis que pretendem discutir a função e o futuro das novas mídias.

“Com o objetivo de aprofundar estas reflexões, reforçar o intercâmbio de experiências e fortalecer as novas mídias sociais, os participantes também aprovaram a realização do II Encontro Mundial de Blogueiros, em novembro de 2012, na cidade de Foz do Iguaçu. Para isso, foi constituída uma comissão internacional para enraizar ainda mais este movimento, preservando sua diversidade, e para organizar o próximo encontro”, informa a organização.

Colunista da revista Carta Capital, o jornalista Leandro Fortes participou do painel “As experiências no Brasil”, na qual foram debatidos em quais fatores os blogs e as redes sociais contribuíram para a informação no País. Em seu perfil no Facebook, o jornalista comemorou a segunda edição do encontro entre blogueiros. “No ano que vem, tem mais: a Binacional Itaipu decidiu incorporar à agenda da cidade o encontro mundial de Blogueiros”, publicou.

Após o término da edição deste ano do evento, a organização divulgou os valores que foram ressaltados nos debates entre blogueiros. A luta contra a censura, o direito universal de acesso à banda larga de qualidade e a criação de marcos regulatórios da imprensa que incentivem a diversidade da informação e a proliferação de veículos de comunicação alternativos foram alguns dos itens defendidos no 1° Encontro Mundial de Blogueiros.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

2º Fórum sobre Política de Resíduos Sólidos da Região Tocantina acontece neste sábado em Porto Franco



Acontece neste sábado, 29, durante todo o dia na cidade de Porto Franco, o 2° Fórum de Implementação da Política Intermunicipal de Gestão de Resíduos Sólidos da Região Tocantina que tem o objetivo de conscientizar a comunidade em geral sobre a responsabilidade que todos têm com os resíduos sólidos urbanos (lixo), destinação final, reciclagem e reaproveitamento. O primeiro Fórum aconteceu em Imperatriz em meados do mês de março.

O Fórum é composto por empresas privadas do setor de reciclagem, prefeituras da região, catadores e sociedade civil organizada que também busca orientar e fornecer meios técnicos para implantação de projetos que visem o desenvolvimento sustentável, realizando discussões e formando parcerias/consórcios intermunicipais para se difundir e aprofundar conhecimentos técnicos e jurídicos que abordem as soluções para se minimizar ao máximo os efeitos danosos que o lixo, quando não destinado de forma correta, traz para o meio ambiente.

O 2° Fórum de Implementação da Política Intermunicipal de Gestão de Resíduos Sólidos da Região Tocantina consolida-se como o evento técnico e científico de grande importância para a região sul do Maranhão, referente ao tema: resíduos sólidos urbanos, apresentando uma visão ampla do assunto que abrange desde estudos acadêmicos até a visão governamental e empresarial.
 
PÚBLICO-ALVO

O fórum é aberto para todos, mas visa envolver Profissionais e empresas do setor de resíduos sólidos, os interessados em atuar na área ambiental sob a ótica de seus aspectos científicos e legais, como: advogados, engenheiros, geólogos, químicos, biólogos, administradores, jornalistas, estudantes, professores, ONG’s Ambientalistas, técnicos, consultores, catadores de materiais recicláveis, órgãos públicos federais, estaduais e municipais, secretariais de estado e município que tratem dos negócios da saúde e meio ambiente.

PROGRAMAÇÃO

Local: Salão de Eventos da Loja Maçônica Tiradentes Nº 18, Rua Teixeira de Freitas – Centro, Porto Franco-MA.

8:30 h – Solenidade  de Abertura / Composição da mesa.

9:00 – Palestra: Políticas de Resíduos Sólidos ( Lei 12.305/2010)
Palestrante: Dr. Jadilson Cirqueira
Coordenadora: Diana Barreto Costa

10:00 – Apresentação da ASCAMARI – Associação dos Criadores de Materiais Recicláveis de Imperatriz

10:20 - Palestra: Consórcio Intermunicipal sobre Gestão de Resíduos Sólidos
Palestrante: Dr. Marco Aurélio Gonzaga Santos
Coordenadora: Diana Barreto Costa

11:20 - Debate

12:00 – Almoço

14:00 – Palestra: Destinação final ambientalmente correta das embalagens de agrotóxicos
Palestrante: Dr. Lourival Sousa Silva – AGED/ACIART
Coordenadora: Diana Barreto Costa

14:30 – Debate

15:00 - Reunião dos Grupos de Trabalho (Subsídios para elaboração do Plano de Resíduos Sólidos)

16:00 – Assinatura do Protocolo de Intenções para o Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos.
Criação do Fórum
Encaminhamentos finais.

Realização:
- Prefeitura de Porto Franco
Apoio:
- Vale
- SEBRAE

Organização
- SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA E MEIO AMBIENTE  DE PORTO FRANCO
- SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA
- SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE
- AMPEM
- UFMA
- UEMA
- FAMEM
- SEPLUMA (Secretaria de Planejamento Urbano e Meio Ambiente de Imperatriz.)
- CÁRITAS
- ASCAMARI

VAMOS TORNAR POSSÍVEL HOJE  A VIDA NO PLANETA...

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Valéria Macedo se solidariza com movimento pró-Plebiscito Maranhão do Sul


“Que a cidade de Imperatriz e toda a região se levantem em prol do Maranhão do Sul para que possamos ter aprovado o nosso plebiscito e finalmente criarmos o Estado que tanto desejamos, com desenvolvimento e justiça social para nossa gente”, disse a deputada.

Valéria Macedo, apóia a luta pelo Ma. do Sul
A deputada estadual Valéria Macedo (PDT), disse ontem que a população sul-maranhense está no caminho certo, ao se mobilizar em busca do direito de realização de um plebiscito para decidir pela criação do Estado do Maranhão do Sul e se solidarizou com o movimento organizado pela Frente Popular e pelo Comitê Maranhão do Sul que nesta quinta-feira realiza nesse sentido uma manifestação na entrada da cidade de Imperatriz.

“Vejo com muita alegria e estou solidária com o movimento na luta pelo nosso plebiscito, é uma aspiração legítima, um direito de todos nós, decidirmos pela nossa autonomia política/administrativa. Como li ai numa propaganda, se o Pará pode por que não podemos?”, disse Valéria, lembrando que na atual legislatura, foi a primeira a tratar do tema Maranhão do Sul na Assembleia.

Segundo Valéria, a criação de uma Frente Parlamentar pró-Maranhão do Sul na Câmara dos deputados, foi um grande passo dado e parabenizou o deputado federal Lourival Mendes (PT do B-MA) pela iniciativa.

“Este foi um passo significativo, pois agora podemos pressionar a presidência daquela casa para que coloque na pauta da câmara a o pedido de realização do plebiscito do Maranhão do Sul, poderemos colher assinaturas e buscar apoios para sua aprovação que tenho certeza se dará, pois não se pode negar a um povo seu direito de opção pela via democrática decidir se quer ou não a criação de um novo Estado”, acredita Valéria.

Para a parlamentar sul-maranhense, o momento é propício para se discutir a redivisão territorial do país e isso só se dará se houver a mobilização popular, como estão acontecendo no Pará e em outras partes do país, que para poder ser melhor administrado tem que passar pela criação de novos Estados, assim com se deu nos Estados Unidos e em outros países desenvolvidos.

“Que a cidade de Imperatriz e toda a região se levantem em prol do Maranhão do Sul para que possamos ter aprovado o nosso plebiscito e finalmente criarmos o Estado que tanto desejamos, com desenvolvimento e justiça social para nossa gente”, finalizou.

Líbia pós-Kadafi: correspondente do Estadão diz que problema não acaba com a morte do ditador

Correspondente do Estadão na Líbia, o jornalista Andrei Netto avalia que a morte do ex-chefe de Estado Muamar Kadafi, que ficou 42 anos no poder, não basta para a condução do país de volta à democracia. O profissional considera que o assassinato do ditador foi um erro cometido pela equipe de transição, apesar de notar que, para os opositores, a presença dele seria uma eterna ameaça.
Netto diz que o ideal seria ver o ex-ditador respondendo pelos atos que cometeu durante as décadas em que esteve à frente da política e economia da nação africana. “Seria preferível, por todas as razões do mundo, que Kadafi fosse detido, julgado e condenado por seus crimes. Seria um exemplo para a sociedade líbia, um sinal de que os tempos mudaram e que a lei impera daqui para a frente do país. Sua morte, a meu ver, foi uma oportunidade perdida”.
Sem a possibilidade de acompanhar o ex-ditador ser responsabilizado pelos crimes que cometeu, como violação dos direitos humanos, conforme relatórios da Organização das Nações Unidas (ONU), o jornalista do Estadão afirma ter muitas dúvidas em relação ao futuro democrático da Líbia. Ele não sabe como o novo governo conseguirá unificar as minorias étnicas, políticas e religiosas que vivem na Líbia, além de temer que o país não consiga unificar e agradar, ao mesmo tempo, as principais cidades.
Apesar de pontuar os problemas que a Líbia pode enfrentar na fase pós-Kadafi, o correspondente tem a esperança de que tudo se resolverá de forma rápida e consolidada. Netto aposta na juventude líbia, que, segundo analisa, tem ligação muito forte com os costumes ocidentais, rejeitando os regimes ditatoriais.
Momento da morte de Kadafi
Único jornalista na Líbia a cobrir para um veículo de comunicação do Brasil a nova conduta política da Líbia e a procura dos rebeldes e do conselho de transição por Kadafi, o jornalista de O Estado de S. Paulo noticiou ao vivo, no dia 20 deste mês pela rádio Estadão-ESPN, a morte do ditador. Sem medo de errar a informação, uma vez que estava na capital Trípoli e o ditador foi assassinado em Sirte, Netto confirma que o tempo que está no país contribuiu para o relacionamento e confiança mútua com as fontes.

Primeiro a informar a morte de Kadafi por meio da mídia brasileira, Netto não nega ter ficado satisfeito com a “exclusividade” da informação transmitida no rádio. Quando o assunto é informar em tempo real, ele diz não se intimidar com o meio de comunicação – impresso, visual, auditivo -, apesar de contratado pelo jornal, ele salienta que o mais importante é ter certeza da veracidade do fato e informá-lo assim que puder e do jeito que der. “Não poderia esperar até o dia seguinte para publicá-la no jornal. Entrar ao vivo na Estadão-ESPN foi o caminho natural”, comenta sobre a morte do ditador.

Prefeitura e Governo do Estado começam a revitalizar Getúlio Vargas


 Obras começaram  na terça-feira  na confluência com a Rua Dom Pedro II; serviço  é feito à noite para  não atrapalhar o trânsito.
          
Numa parceria com o Governo do Estado, a Prefeitura de Imperatriz, por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura  (Sinfra), começou no início da noite da última terça-feira  as obras de revitalização da mais importante  e antiga via comercial das cidades cortadas pela Rodovia Belém-Brasília - BR-010: a Avenida Getúlio Vargas.
          
Asfaltada há cerca de 30 anos, com material de primeira qualidade, a principal avenida de Imperatriz chegou a uma situação crítica, uma vez que era recuperada apenas como o denominado tapa-buracos. Entretanto, uma parceria entre o prefeito Sebastião Madeira e a governadora Roseana Sarney, vai permitir que o imperatrizense  volte a se orgulhar de sua principal artéria.
         
 “O leito da rua mais parecia um casco de tatu, que além de feio, dificultava o trânsito de veículos”, lembra o motorista Raimundo Araújo, acrescentando que, “com a nova pavimentação, nossa avenida vai ficar novinha por muitos anos, uma vez que me garantiram que o asfalto que vai ser utilizado, é da melhor qualidade”, comemora o motorista.
        
Um pouco de história- A Avenida Getúlio Vargas marca a história de Imperatriz, desde o início dos anos 60 quando a rodovia Belém-Brasília, idealizada e inaugurada pelo presidente Juscelino Kubstchek, cortou Imperatriz, dando início ao seu desenvolvimento comercial e industrial. Naquele início de 1960, a avenida já se desenhava como a principal da cidade.
         
Não obstante a extensa camada de areia, que fazia com que atolasse veículos da época como caminhões os ônibus, apelidados carinhosamente, de jabutis, os comerciantes que aqui se implantavam, optavam por abrir suas casas comerciais na Avenida Getúlio Vargas, que se estendia da margem do rio Tocantins, na direção da rodovia.
         
No encontro da avenida com a rodovia Belém-Brasília, iniciou-se então o processo de implantação de casas comerciais do setor de peças de veículos. Como ao atravessar a rodovia, começava a então rodovia Pedro Neiva de Santana, o local passou então a denominar-se de Entroncamento, cujo nome gerou um grande bairro com suas casas residenciais e comerciais.
          
Para os historiadores, a cidade de Imperatriz tem a sua história, “mas a Avenida Getúlio Vargas também tem a sua história”, afirma o escritor e vereador Luis Gonçalves da Costa, o Pastor Luis Gonçalves, que chegou a esta cidade em meados dos anos 60. Entretanto, para muitos, o convênio assinado entre o prefeito Sebastião Madeira e a governadora Roseana Sarney, também vai ficar na história. (Comunicação)

MARANHÃO DO SUL - TODOS JUNTOS NESTA QUINTA-FEIRA, 27, GRANDE MANIFESTAÇÃO EM IMPERATRIZ! PLEBISCITO JÁ!


Chegou a hora de você que fica aqui nas redes sociais (internet) declarando amor ao Maranhão do Sul demonstrar na pratica esse sentimento, essa vontade de ver emancipada essa banda de cá do Maranhão.

 
Nesta quinta-feira, 27 de outubro, a Frente Popular e o Comitê Maranhão do Sul estarão liderando uma grande manifestação pedindo ao Congresso nacional que autorize a realização do Plebiscito para que os maranhenses decidam se querem ou não a criação do Maranhão do Sul.

A manifestação se dará as 08:00hs do dia 27 (quinta-feira próxima), na entrada de Imperatriz, proximo a Ponte sobre o Riacho Cacau. Vamos por alguns minutos, pacificamente, fechar a BR-010.

Além de comparecer ao ato público, desde já você pode muito colaborar para o sucesso da nossa campanha pelo plebiscito, pintando uma faixa, camiseta ou cartaz para levar e convidando os seus amigos e demais simnpatizantes da causa para participar.

Como disse, chegou a hora de sairmos da teoria para a prática, se queremos o Maranhão do Sul, vamos às ruas dizer isso bem alto para que o resto do Maranhão e do Brasil escutem o nosso grito. QUEREMOS O MARANHÃO DO SUL! 
PLEBISCITO JÁ!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Sem dinheiro, Wikileaks suspende conteúdo do site

O site WikiLeaks esclareceu que irá parar de publicar documentos secretos, pela falta de dinheiro para manter o serviço. A informação foi divulgada pelo criador do site, Julian Assange, em coletiva virtual nesta segunda-feira (24/10).

O bloqueio foi imposto por empresas como Visa, Mastercard, Western Union e Paypal, que suspenderam seus serviços de pagamento para o site. Agora, o objetivo do Wikileaks é “arrecadar fundos agressivamente para lutar contra esse bloqueio e seus responsáveis".

O corte das empresas norte-americanas de crédito foi motivado pela publicação de cerca de 250 mil documentos diplomáticos do Departamento de Estado americano.

"Como resultado, o Wikileaks tem funcionado com reservas em dinheiro nos últimos 11 meses. O bloqueio custou à organização dezenas de milhares de dólares em doações perdidas em um momento de custos operacionais sem precedentes", diz Assange.

De acordo com Kristinn Hrafnsson, porta-voz do site, o WikiLeaks deveria ter recebido entre 40 e 50 milhões de euros caso não tivesse sofrido o bloqueio financeiro das empresas de crédito.

Parceria no Brasil

Segundo Natalia Viana, parceira do Wikileaks no Brasil, a suspensão do site será temporária. “Na verdade, eles vão se concentrar em combater esse bloqueio econômico”.

A jornalista deixa claro que a parceria do Wikileaks no País continua. “Claro que não vamos interromper, e sim continuar com a parceria. Assim que chegar novos documentos e a situação econômica for resolvida, vamos continuar publicando", esclarece.

domingo, 23 de outubro de 2011

Frente Pró-Maranhão do Sul mantém ato público para o dia 27



Reunidos na noite de sexta-feira na sala de reuniões da Associação Comercial, representantes das entidades que estão engajadas na campanha para a autorização do plebiscito do Maranhão do Sul mantiveram a decisão de realizar no próximo dia 27 (quinta-feira), o ato público denominado de Plebiscito Já. O evento acontecerá na ponte sobre o riacho Cacau, na entrada da cidade, e os organizadores esperam reunir mais de duas mil pessoas.


O encontro contou com a presença do presidente do Comitê Pró- Maranhão do Sul, empresário Fernando Antunes; do coordenador da Frente Popular Pró-Maranhão do Sul, jornalista William Marinho; do diretor da ACII, Guilherme Maia, além de jornalistas e blogueiros, que integram a comissão.

O presidente do comitê pró Maranhão do Sul, Fernando Teles Antunes, a principio demonstrou preocupação quanto ao evento e chamou a atenção para o fato de que a ausência de público poderá colocar a campanha em descrédito e isso será perigoso. 
“Mas estou pronto para participar e continuar esta luta que iniciamos e agora fortalecida com outras entidades. Iremos para o evento e conclamos todos a fazerem o mesmo”, enfatizou.

Fernando Antunes manteve ainda na reunião contatos com o deputado federal Lourival Mendes, autor da proposta de criação da Frente Parlamentar Pelo Maranhão do Sul, quando na oportunide comunicou a todos os presentes que foram conseguidas todas as assinaturas necessárias para a implantação e que na próxima quinta-feira, após o ato publico na BR, será empossada a Frente em Imperatriz, em outro ato marcado para a Associação Comercial, às 16 horas.

O jornalista William Marinho informou que esta foi a primeira atitude concreta a partir desta nova etapa da campanha pelo plebiscito. Isto porque, segundo ele, “a partir da Frente Parlamentar, o tema estará em discussão na Câmara dos Deputados, que passarão a reralizar audiências públicas, fazer pronunciamentos e exigir que seja apresentado e votado em plenário o PDL. Ganhamos agora uma grande força para conseguirmos o nosso objetivo, primeiro da consulta popular e depois na campanha pelo sim”.

Para o jornalista Josué Moura, a Frente Parlamentar aliada ao comitê e a frente popular, poderão sim, alavancar uma campanha maior e desta forma atrair um número maior de apoios para que a campanha surta efeitos que todos desejam, que é a autorização do plebiscito. “Não resta a menor dúvida de que a partir deste ato no dia 27, o movimento ganhará mais forças, agora, com três correntes caminhando para um único objetivo. Portanto, vejo com otimismo este momento que nos dá a certeza de que iremos conseguir a concretização deste projeto”. Opinião compartilhada pelo presidente da CDL, Francisco Almeida, que integra a comissão e esperar sensibilizar seus colegas lojistas para a necessidade de conseguir rapidamente o plebiscito. “E natural, mas só se ganha uma causa com a participação de todos e de forma inteligente, assim, é que estamos trabalhando”, afirmou.

Nesta segunda-feira, a comissão formada por Chico Brasil, Fernando Antunes, Josué Moura, Gidel Sena, Carloto Junior e Willian Marinho, estarão realizando visitas as entidades estudantis, empresariais, comerciais, lojistas, pecuaristas e demais representantes popular no sentido de angarir a participação de todos os segmentos neste ato publico do dia 27. “A hora é essa”, diz o lema da campanha do plebiscito. (Extraído do Jornal O Progresso)

sábado, 22 de outubro de 2011

Comissão da Verdade será instalada no Maranhão para fazer resgate de fatos ocorridos no Regime Militar

O primeiro vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, Deputado Domingos Dutra (PT-MA), o Deputado Estadual Bira do Pindaré (PT/MA) e vítimas da ditadura convidam a sociedade em geral a participar da audiência pública de instalação da Comissão da Verdade no Estado do Maranhão. A audiência ocorre na próxima segunda-feira (24), às 8h, no Auditório Gervásio Santos da Assembleia Legislativa, em São Luís (MA).
Manoel da Conceição
O líder camponês Manoel da Conceição – pioneiro da luta organizada no meio rural maranhense e um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores no Maranhão, em âmbito nacional; o jornalista Neiva Moreira, símbolo da resistência à repressão e defensor da liberdade de expressão; e familiares da médica comunista Maria Aragão, referência na luta pela democracia e defensora dos direitos humanos.  

Estes são alguns convidados especiais da audiência pública que a Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão vai realizar para instalar o Comitê da Verdade do Maranhão – uma iniciativa conjunta do Deputado Estadual Bira do Pindaré  e do Deputado Federal Domingos Dutra, primeiro vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados.
 “Esta é uma oportunidade de passarmos o Maranhão a limpo” explicou o Deputado Domingos Dutra, um dos defensores, no Congresso Nacional, da criação da Comissão da Verdade – aprovado no final de mês passado.
 “É um momento histórico e importante para fazermos um regaste da memória do nosso País, em especial do Maranhão, localizando e ouvindo as pessoas que foram vítimas da ditadura”, reforçou Domingos Dutra.
Segundo Domingos Dutra, a criação desse Comitê, além de fortalecer os trabalhos da Comissão Nacional da Verdade, vai aprofundar o debate sobre os direitos humanos, a violência e a impunidade praticada no Brasil.
O deputado estadual Bira do Pindaré, autor da proposta de realização da audiência, reforçou que o objetivo “é construir uma comissão que discuta a democracia brasileira e ao mesmo tempo apure os crimes cometidos durante a Ditadura Militar e, assim, resgatarmos e garantirmos a memória histórica do povo brasileiro”.
Ao falar do papel do Comitê da Verdade do Maranhão, Bira do Pindaré foi enfático: “Nós não podemos apagar a história, nem aceitar o sigilo eterno como alguns sugerem em relação a essa temática”.
Além de apurar a responsabilidade sobre os atos praticados no período do regime Militar, o deputado estadual diz que é preciso “punir aqueles que de alguma forma incidiram diretamente nos crimes cometidos durante a ditadura, e esse Comitê terá esse papel de fazer um levantamento”.
Foram convidados, também, para audiência pública desta segunda-feira (24), representantes do Ministério de Direitos Humanos, OAB/MA, da Sociedade Maranhense dos Direitos Humanos, da CNBB, o secretário estadual de Direitos Humanos, Gilney Viana, pessoas que foram vítimas do regime Militar de 1964 – ou tiveram familiares presos, torturados e desaparecido nesse período, e entidades ligadas à luta em defesa dos diretos humanos. ( Salis Chagas, Assessoria de Imprensa).

II Congresso Municipal de Educação é realizado com sucesso em Imperatriz


Com o tema “ A formação do (a) professor (a) e os desafios da aprendizagem na perspectiva da Inclusão”  a Prefeitura de Imperatriz realizou por intermédio  da Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer (SEMED), o II Congresso Municipal de Educação de Imperatriz com a presença de cerca de três mil professores que compõe a Rede Municipal de Ensino de Imperatriz, além de estudantes e representantes de diversas instituições de Ensino Superior da cidade.

Trazendo discussões importantes para a prática pedagógica, o II Congresso Municipal de Educação de Imperatriz contou com palestrantes de reconhecimento nacional na área educacional, como: Isabell Parolin, Manoel Mag, Paulo Buzar, Sandra Moreira e Sérgio Macedo.
 O consultor há mais de sete anos, membro convidado do IBCE - Instituto Brasileiro de Comercio Exterior e autor das obras: Marketing O senhor da Guerra e Marketing Um Modo de Vida; Manoel Mag ministrou a última palestra do congresso, com o tema: Desenvolvimento humano e a inclusão nos dias de hoje e, entre dinâmicas e explicações, falou sobre a importância da mudança da postura de toda a sociedade para se realizar a efetiva inclusão.
“É preciso criar condições novas para a inclusão não apenas no contexto educacional, é necessário sair da nossa zona de conforto para podermos mudar a realidade, há diversas formas de incluir”.
            Durante o encerramento do evento, Ivetilde Delgado, coordenadora do Departamento Pedagógico da SEMED, agradeceu a presença de todos e ressaltou que o sucesso do evento é resultado da participação e empenho de todos.
          
“Este evento foi pensado com o objetivo de envolver toda a Rede Municipal de Ensino de Imperatriz, e só foi um sucesso graças ao empenho de todos. Agradecemos a presença e dedicação de professores, coordenadores e gestores que participaram de todas as palestras e debates durante os dois dias de congresso”.

No final do encontro, a Casa do Idoso de Imperatriz fez uma apresentação de dança e os professores participaram de um show com a Banda Pilantropia, que tocou hits que embalaram as décadas de 80 e 90.
Assessoria SEMED

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Governador Edison Lobão: Ney Bandeira é pré-candidato a prefeito

Jorge Ney Bandeira
Se engana quem pensa que o ex-prefeito de Governador Edison Lobão, advogado Jorge Ney Mota Bandeira, pendurou as chuteiras. Pelo contrário, está trabalhando mais do que nunca a possibilidade de ser candidato a prefeito daquele município, na eleição do ano que vem.

Em conversa com este escriba, Ney afirmou que está respaldado pelas obras que realizou durante sua gestão como primeiro prefeito de Edison Lobão, enumerando até algumas delas, como todo o sistema de abastecimento de água da sede do município e povoado Bananal, o Hospital Municipal São Jorge, o Campo Municipal de futebol 'Bandeirão' (sede), Campo de futebol José Custódio (Bananal), a única quadra poliesportiva da sede, asfaltamentos em parceria com o governo do estado, Bloqueteamento de ruas no Bananal, instalação da única biblioteca municipal, recuperação anual das estradas vicinais, construção de Postos policial e de saúde no bananal, instalação de kits sanitários (Bananal), rede de nergia elétrica na Vila Getat (sede) e no Largo da Paz (Bananal), construção das Escolas Paulo Renato e Santa Rita de Cássia, e a reforma de todas escolas da rede municipal, entre outras realizações.

"A maioria dos prédios públicos, dos calçamentos, obras e serviços de infrestrutura existentes em Edison Lobão, tem a nossa marca, o que me deixa muito a vontade para retornar à prefeitura. O povo sabe que nós atuamos com vontade política para resolver os problemas e pode  sempre contar a nossa disposição para isso", afirmou Ney.

Ney também lembrou de suas ações na zona rural, como a construção de uma escola no assentamento Gameleira, perfuração de poços artesianos e abastecimentos de água na Gameleira e Vila Palmares, graças a emenda parlamentar do então deputado Sebastião Madeira.

"Durante nossa administração, tivemos um cuidado especial com o social, desenvolvendo convênios na área da saúde que muito beneficiavam a população carente, sem falar na área do esporte, onde nosso município era destacado regionalmente", disse Ney Bandeira, lembrando que Edison Lobão chegou a ser vice-campeão quatro vezes do Torneio do Trabalhador promovido anualmente pelo Sistema Mirante de Comunicação e vice-campeão do Copão Maranhão do Sul.

"A maior gincana cultural da região era promovida anualmente  no mês de julho em nosso município. A juventude hoje se ressente da falta de tudo isso", completou Ney Bandeira.

Na eleição passada, o grupo liderado por Ney Bandeira foi o vencedor na captação de votos para governadorJackson Lago (PDT), deputado federal Hélio Santos (PSDB) e deputada estadual Valéria Macedo (PDT). Ney Bandeira pertence ao PDT e conta com o apoio do PPS, sendo que vem mantendo conversas com outras agremiações políticas e lideranças partidárias no intuito de formar um ampla coligação.

"Estamos arregimentado forças para vencer as eleições e finalmente recolocar o município de Edison Lobão novamente nos trilhos do progresso e do desenvolvimento", garantiu Ney Bandeira.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

FAMEM comemora “vitória histórica” na luta pela partilha dos royalties do petróleo


Júnior Marreca, pres. da Famem, com o pres. do senado José sarney
O presidente da Federação Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), prefeito Junior Marreca, comemorou, nesta quinta-feira (20), a aprovação, pelo Senado, do texto-base do projeto que redefine a divisão dos recursos provenientes da exploração do petróleo. O projeto, de autoria do senador Wellington Dias (PT-PI), segue para a Câmara dos Deputados.
De Brasília, onde acompanhou toda a mobilização para a aprovação do projeto, Marreca disse que os prefeitos de todo o país conseguiram uma “vitória histórica” e que “o movimento municipalista segue mais forte” depois dessa mobilização.
“Foi uma vitória histórica dos prefeitos, que conseguiram traduzir na prática esse sentimento municipalista. Foi da união dos prefeitos e da pressão sobre as bancadas federais dos estados que o movimento municipalista se fez mais forte e conseguiu efetivar, no Senado, a aprovação de um texto mais justo para os municípios”, disse.
Junior Marreca destacou o empenho do presidente do Senado, senador José Sarney (PMDB-AP), para garantir a aprovação da matéria. “Praticamente todo o Senado atuou em defesa dos interesses da municipalidade, mas foi a decisiva postura do presidente José Sarney que definiu os rumos da votação. Ele defendeu com propriedade os argumentos do relator e garantiu a união da bancada em torno da causa”, explicou.
Segundo o presidente, a expectativa, agora, é de que se mantenha a mobilização para garantir a aprovação final da proposta. “O que se espera é que essa mobilização seja mantida, porque ela foi fundamental. Temos que continuar unidos, em contato com os deputados federais para garantir que os interesses da coletividade sejam respeitados”, completou.
Relatório
O relatório aprovado no Senado, de autoria do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), determina a redução da parcela da União na chamada participação especial – de 50% para 42% - que é o tributo pago por empresas pela exploração de grandes campos de petróleo – as camadas do pré-sal estão incluídas.
Em relação aos royalties, o relatório traz uma redução de 30% para 20% na fatia destinada ao Governo Federal, que será compensado, a partir de 2013, com um aumento gradual na participação especial da ordem de 1% por ano, até chegar a 46% em 2016.
Aos estados produtores, a perda será de 6,25%. Estes terão sua parcela de royalties reduzida de 26,25% para 20%. A participação especial destinada aos estados produtores passa, segundoo relatório, de 40% para 20%.

Projeto do Deputado Domingos Dutra que regulamenta profissão de cabeleireiro e barbeiro é aprovado na Câmara

Dep. Domingos Dutra (PT-MA)
O Projeto de Lei 446/07 de autoria do Deputado Federal Domingos Dutra (PT/MA) foi aprovado esta semana, na forma de substitutivo, pelo relator do Projeto 6960/06, do Deputado Arnaldo Farias de Sá (PTB/SP), na Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJ).

O projeto do deputado maranhense estava apensado ao PL 6960/26, que regulamenta as profissões de cabeleireiro, barbeiro, esteticista, manicura, pedicura e profissionais de beleza em geral.

No mesmo projeto estavam anexados propostas de outros cinco parlamentares que tratam sobre o mesmo assunto, também acatadas pelo relator da CCJ.

O deputado Domingos Dutra comemorou a aprovação do projeto que agora será apreciado pelo Senado Federal.  

“Esse projeto garante legalidade à profissão, tornando uma categoria com maior credibilidade, utilidade e respeito em uma sociedade cada vez mais urbana e que se preocupa com a estética e o embelezamento”, esclarece o parlamentar. Assessoria de Imprensa – 20/10/2011

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

CRIADA EM BRASÍLIA UMA FRENTE PARLAMENTAR EM DEFESA DA CRIAÇÃO DO MARANHÃO DO SUL

Deputado Lourival Mendes
A idéia foi do deputado Federal Lourival Mendes (PTdoB-MA), incentivado pelo presidente do Comitê Maranhão do Sul, Fernando Teles Antunes, que nos passou a notícia ainda há pouco na reunião ampliada da Frente Popular Pela Criação do Maranhão do Sul, que ocorreu hoje, as 18:00hs, na Associação Comercial e Industrial de Imperatriz.

Segundo Fernando Antunes, o deputado Lourival Mendes conseguiu hoje o restante das assinaturas exigidas de parlamentares para isso e vai registrar a Frente Parlamentar na câmara dos deputados, na próxima terça-feira, 25/10.
 
Dia 27 (mesmo dia da manifestação), as 16:00 hs, numa ação conjunta da Frente Popular e do Comitê pró-Maranhão do Sul, acontecerá um encontro no Palácio do Comércio com a presença do deputado Lourival Mendes e outros deputados da bancada maranhense, além de deputados estaduais e outras lideranças, quando na oportunidade será apresentado a sociedade sul-maranhense como se dará daqui pra frente a mobilização em prol da criação do Maranhão do Sul, agora com essa frente parlamentar criada em Brasília e que deve ter como meta inicial conseguir colocar o pedido de autorização para realização de um plebiscito na pauta de votação da Câmara.

Durante a reunião da Frente Popular ocorrida hoje na Associação Comercial, ficou mantida a mobilização para a manifestação do dia 27, as 08:00 hs. em Imperatriz, que visa fechar por alguns minutos o transito de veículos na BR-010, no Portal da cidade, próximo à ponte do Cacau. Depois daremos mais detalhes...

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Taxistas lotação acampam na porta da Prefeitura de Imperatriz, querem a liberação dos taxis presos e a regularização do serviço

 "Na parede", está o poder público muncipal, pois  além de uma ordem judicial ordenando a fiscalização do serviço irregular, 600 taxistas, 650 mototaxistas, e 520 mototaxistas substitutos cobram a fiscalização do serviço do taxi lotação

Sempre disse que a linha divisória entre o certo e o errado em Imperatriz é tênue, quase invisivel. Aqui, por muito tempo, a cidade foi dominada por grupos políticos que promoviam a desordem administrativa e incentivavam a população a ignorar a lei. Exemplo disso foi a década perdida de Daví alves Silva, que findou após o assassinato do prefeito Renato Moreira, depois a consequente queda de Salvador Rodrigues pelo chamado Movimento de Janeiro. 

Quase vinte anos depois as coisas mudaram muito, mas as sequelas provocadas pela "idade das trevas" ainda hoje são sentidas e alguns segmentos mais atrasados teimam em descumprir as leis e não querem se ajustar á nova ordem.

Fiz esse preâmbulo para me referir ao chamado serviço de táxi lotação que além de proceder um concorrencia desleal com seus colegas de profissão e outros serviços de transporte coletivo, vem trazendo sérias dores de cabeça a atual administração municipal, que depois de forçada pela Justiça, teve que colocar a fiscalização nas ruas e coibir o serviço, considerado ilegal. 

O clima entre a categoria e os órgãos de fiscalização do município vem piorando a cada dia que passa.  Pela manhã cerca uns 60 taxistas acamparam na frente da prefeitura num protesto contra a ação do município que apenas está cumprindo uma determinação judicial. Os taxistas estão com os carros estacionados no meio da rua obstruindo a passagem, barracas de campo armadas na entrada do prédio e até um fogão foi colocado no local para preparar alimentação. A pólicia está no local mas não conseguiu fazer com que estes se retirassem.

Cabo J. Ribamar
Em matéria enviada agora há pouco pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura o secretário municipal de trânsito Cabo J. Ribamar, declarou que a Prefeitura não pode deixar de fiscalizar o serviço de taxi lotação porque há uma ordem judicial, já transitada em julgado, determinando ao poder público, que  por meio de seus órgãos de fiscalização, coíba o serviço;  já que ainda não há  previsão legal para  sua implantação. 
“ Caso não cumpra a lei,  o município e,  o próprio prefeito podem ser punidos.   Nem se o prefeito quisesse não poderia abrir,  já que ele,  nem ninguém  está acima da lei;  portanto, não podemos fugir do cumprimento do que determina nosso ordenamento jurídico”  asseverou o secretário.

Segundo Ribamar,  na semana passada o juíz da Fazenda Pública Joaquim da Silva Filho voltou, em reunião, a  advertir o município sobre o cumprimento da ordem judicial em vigor,  que determina a retirada de circulação desse serviço. Para fazer valer a lei diversos taxis lotação já foram apreendidos.

O secretário de trânsito informou que essa  atividade hoje na cidade é explorada por cerca 60 condutores de veículos. Ribamar assegura que entre estes muitos não tem habilitação; outros estão com  o direito de dirigir suspenso e,  em muitos casos  alguns deles dispensam os  equipamentos de segurança.

“ E não é só isso. Além de toda essa irregularidade, já constatada, eles prejudicam diretamente uma infinidade de   pessoas que trabalham  legalmente , como  os taxistas os mototaxistas , as empresas de  ônibus  e, os  usuários do  transporte coletivo, notadamente aqueles que têm passe livre como os idosos;  30 mil estudantes,  e os agentes de  saúde    destacou o  secretário.

J. Ribamar declarou ainda que esse movimento da lotação,  de certa forma oportuniza as autoridades de trânsito  do município a explicar para a população  o porquê da fiscalização. “ Reitero, há uma ordem emanada pelo Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, o serviço não tem previsão legal, e do jeito que estar prejudica diretamente, somados, mais de 30 mil pessoas”

O secretário informou que recentemente esteve em Marabá (PA) e Boa Vista (RR)  onde esse serviço é tolerado pelo poder público. Nesses dois municípios  Ribamar disse que a tolerância deve-se ao fato destes não disporem de um serviço regular de transporte público, o que não é o caso de Imperatriz  que conta com empresas de ônibus, mototaxistas,  e taxistas.

Joca Assunção
A matéria da prefeitura também destaca a reação dos taxistas de pontos, liderados pelo sindicato. Segundo a Ascom, o presidente do Sindicato dos Taxistas João Joca Assumpção,  disse  ontem que  o serviço de lotação surgiu em Imperatriz  há pelo menos cinco anos contra a vontade da maioria dos associados.   Sempre combatemos porque já prevíamos muita confusão.“ Nos reunimos recentemente e mais uma vez nos posicionamos contra”

Joca, disse que o serviço  já começa a prejudicar os taxistas  que trabalham de forma regular.  “ Os usuários  já não conseguem distinguir   uma lotação de um taxi considerado normal. Já registramos muita confusão por causa disso na hora de acertar o valor da corrida.  Do jeito que estar não pode ficar” disse o sindicalista.

“ Li a decisão da Justiça e lá é determinado que não só a Secretaria de Trânsito, mas a Polícia Militar e até mesmo a Policia Rodoviária Federal coíba esse serviço”  completou o dirigente sindical.

Joca revela que no recente trabalho de fiscalização foram encontrados veículos particular, com placa de taxi, veículo particular com placa  vermelha, de moto. “É por essas e outras que nos posicionamos contra essa atividade” concluiu.

Francisco Aragão
Os mototaxistas, segundo a Ascom, também se posicionaram sobre o assunto. O presidente do Sindicato dos Mototaxistas  Franciso Aragão Viveiros,  disse que  uma cidade  civilizada como Imperatriz não pode viver  mais com situações  de clandestinidade como essa protagonizada pelos  motoristas que exploram o serviço de taxi lotação em Imperatriz.

“Vejo que os órgãos de fiscalização simplesmente  cumprem  uma decisão judicial. Se a Prefeitura, a Policia Militar, a Policia Rodoviária Federal não fizer sua parte estarão contribuindo para que se estabeleça um clima de balburdia na cidade. Sou  favor que se fiscalize e que seja coibido  qualquer tipo de atividade clandestina na cidade”  disse Aragão.

O mototaxista disse ainda que de fato o taxi lotação também prejudica o trabalho de sua categoria. “ Eles não respeitam os pontos de mototaxi, param em qualquer lugar. Não tenho medo de errar esse serviço é prejudicial para nossa cidade”  concluiu.

Bom, essa é a realidade sobre esse embróglio, mais uma das tantas mazelas que atormentam a segunda maior cidade do Maranhão. 

Fontes não oficiais atestam que o movimento na porta da prefeitura está sendo patrocinado por vereadores e o deputado federal Chiquinho Escórcio. Este último vem se metendo até em briga de galo em Imperatriz e conforme foi amplamente divulgado na imprensa liderou a caravana que foi a Marabá conhecer a versão de lá dos erviço que estaria legalizado. 

Depois voltaremos ao assunto dessa intrincada novela...

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

TSE promete aplicação rigorosa da Ficha Limpa, assegura Lewandowski

Do R7

http://i1.r7.com/data/files/2C92/94A3/2819/B44E/0128/22CB/037E/5F2C/lewandowski-hg-20100318.jpgO presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Ricardo Lewandowski, assegurou que a Justiça Eleitoral será mais rígida nas próximas eleições em relação à Lei da Ficha Limpa. "Nós vamos atuar mais firmemente nas eleições municipais, porque no nosso entendimento a lei é constitucional e contribui para a moralização dos costumes políticos", frisou.

O ministro disse que é a favor de que a medida seja estendida para os ocupantes dos cargos de confiança no Executivo. Lewandowski considera a legislação eleitoral antiquada para combater a corrupção, mas avalia que o recadastramento de eleitores para o voto biométrico e a aplicação efetiva da Lei da Ficha Limpa contribuirão para impedir a candidatura de corruptos.

"A Legislação é um tanto quanto antiquada, precisa de consolidação e de uma atualização, mas é uma legislação satisfatória. Do ponto de vista de controle técnico, os TREs têm acordo com a Receita Federal, com o Tribunal de Contas da União para fazer cruzamento de dados e detectar caixa 2 e doações irregulares de campanha", contou.

O ministro defendeu a implantação do voto biométrico. "A expectativa é de que até 2018 todo o país vote pela biometria", afirmou. Nas eleições de 2012, 10 milhões vão votar em urnas biométricas. O número em 2010 foi de 1,1 milhão de eleitores. Segundo ele, quando o país todo fizer o cadastramento biométrico, não haverá mais nenhuma possibilidade de fraude ou equivoco na identificação do eleitor.

Lewandowski elogiou o trabalho do TRE do Piauí, que cassou 50 prefeitos e realizou 19 eleições suplementares até agora. Há ainda outras três marcadas para novembro. "A avaliação é muito boa. Tivemos um grande número de prefeitos cassados, o que revela a firmeza da Justiça Eleitoral, como também do Ministério Público e da população, atenta para as irregularidades", disse.