quinta-feira, 29 de novembro de 2012

DESPERDÍCIO DO DINHEIRO PÚBLICO: OBRAS DE PÉSSIMA QUALIDADE DEPÕE CONTRA O GOVERNO DO MARANHÃO

Pouca espessura do Asfalto e falta de acabamento 

As péssimas condições de tráfego das estradas do Maranhão, são uma realidade cruel, principalmente as de responsabilidade do Estado, as chamadas MAs, alvo constantes  reclamações de motoristas, produtores rurais de  e moradores em geral que utilizam esses caminhos ou estradas como principal meio de deslocamento e escoamento de produção para outras cidades e regiões.


O governo até se aventura em algumas obras e faz disso muita propaganda, mas o resultado é o retrato da incúria e do desperdício para com o dinheiro público.

É o caso das MAs-352 e 256 que recentemente foram parcialmente pavimentadas  mas que se encontram com quase toda a sua extensão comprometida, por conta dos buracos, graças a um serviço de péssima qualidade com sinais claros de obra “feita nas coxas” para desviar ou sobrar recursos. Mesmo com todo o processo burocrático concluído, inclusive com o inicio da obra de recuperação e prazo para execução estipulado  em 150 dias a obra nunca foi concluída.

Ao percorrer toda a extensão incluída no projeto de melhoramento, que deveriam atingir as cidades de: Governador Archer, Gonçalves Dias e Governador Eugênio Barros, não foi possível encontrar nenhuma máquina ou indicio que os trabalhos, que se encontram parados, possam  ser retomados.

A obra foi orçada no valor de R$ 20, 487.848,95 e deveria contemplar o trecho de 37,85 Km de extensão, portanto, mais de vinte milhões de reais que até agora não chegaram a atingir o objetivo a qual foi proposto; A recuperação da rodovia. Mesmo com o prazo estipulado de 150 dias para execução, a placa que anuncia a execução dos serviços de melhoramento e pavimentação, não diz quando iniciou o prazo.

Placas da empresa e do governo do Estado
Jogadas dentro do mato
A empresa responsável pela obra é a EDECONSIL – Construções e Locações, empresa maranhense e que atua no mercado desde 1982, no mercado de construção e locação consta em seu currículo obras importantes como a “Expansão da refinaria Alumar” e a “Ampliação dos Pátios de Cruzamentos da Estrada de Ferro Carajás”.

Quanto a obra de recuperação da MA-352/256, resta ao Estado, através do secretário de Infraestrutura Max Barros e  dos órgãos fiscalizadores, cobrar  da empresa contratada a continuidade dos serviços e a finalização da obra que se encontra paralisada e abandonada, assim como estão fazendo em Imperatriz/João Lisboa  com a rodovia Pedro Neiva de Santana e Imperatriz/Davinópolis, recentemente pavimentadas, mas graças ao serviço de péssima qualidade estão tendo que ser refeitas.

Infelizmente constata-se nesse caso desperdício do dinheiro público. Quem paga por isso? Com a palavra o Ministério Público do Maranhão que deveria urgentemente tomar uma atitude em relação a esses desmandos do governo estadual.

O FACEBOOK É UMA MARAVILHA! POLICIAL DIZ QUE "BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO" E JUIZ DE DIREITO DIZ QUE "BONS TEMPOS ERAM AQUELES DO REGIME MILITAR"

A famosa rede social Facebook é uma maravilha. Surpreendente mesmo, pois faz com que as pessoas entrem nos debates e acabem revelando suas tendências, opções e ideologias. Aqui no Maranhão temos dois casos sui generis: Um policial militar que usa a rede para defender o extermínio de bandidos e protestar contra os direitos Humanos e um juiz de Direito que num debate sobre descaso administrativo na obra de uma rodovia que vem causando acidentes  fatais, se revela um saudosista do regime militar, que por 20 anos suprimiu as liberdades no país, matou e torturou aqueles que ousaram se levantar contra o arbítrio. 

Vamos por parte, primeiro o  policial: Paulo Cesar Araújo Brito, de São Luís, faz propaganda de um grupo no Facebook denominado Faca na Caveira, uma verdadeira apologia á violência e culto à armas. Pergunto as autoridades de Segurança Pública do Estado se isso está certo, um membro da chamada briosa Polícia Militar - que inclusive recentemente defendemos por ocasião daquela greve - se manifestar dessa forma contra o estado de direito?

Eis os post  de Paulo César compartilhado do grupo Faca na Caveira:



Aqui tem diretos humanos quando é policiais mortos não tem, bandido bom e bandido morto!
Curtam a página: Faca na Caveira

Participem do grupo: Faca na Caveira

Perfil: Faca Na Caveira Porra
1Curtir ·  · 





O Juiz, Adolfo Pires da Fonseca Neto, de Imperatriz, ao se manifestar sobre o descaso para com a Rodovia Pedro Neiva de Santana, alvo de constantes acidentes fatais, fez loas ao falecido ditador Emílio Garrastazu Médici, demonstrando saudades dos tempos do regime militar. 

Até compreendo a revolta do magistrado que eu acho que poderia fazer muito mais nesse caso do que simplesmente protestar no facebook, mas uma coisa não tem nada a ver com a outra.

O regime militar pode até ter tido aqui e acolá essas demonstrações de seriedade com a coisa pública, mas o fio da meada de tudo isso é a corrupção e nesse item até no regime de exceção ela operou com maestria, como nos escândalos Coroa Brastel, Capemi e Delfin, entre outros.

Não podemos esquecer do pior, a supressão das liberdades, perseguição e morte de quem divergia do regime. Não por acaso, esta semana foram divulgados os documentos que confirma a prisão do ex-deputado Rubens Paiva  no Destacamento de Operações e Informações — Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-Codi), no Rio de Janeiro. O registro é a primeira prova material tornada pública desde que o político desapareceu, quatro décadas atrás.


Por fim, o descaso administrativo e a corrupção no Brasil são inerentes ao sistema de governo. Infelizmente é uma hidra com tentáculos em todos os setores da nação. Talvez só uma mudança no ordenamento jurídico brasileiro, mais poderes ao MP e uma justiça mais ágil para colocar os corruptos e mal administradores na cadeia.



O ex-candidato a vereador Claudio Malaquias (PP) morreu agora a pouco na rodovia Pedro Neiva de Santana vítima de um grave acidente de trânsito. Confira mais detalhes. www.tribunado tocantins.com.br —Ex-candidato a vereador morre vítima de acidente (8 fotos)




Adolfo Pires Fonseca Neto CERTA VEZ O ENTÃO PRESIDENTE EMILIO GARRASTAZU MÉDICE GENERAL DO EXERCITO VIAJOU D EBRASILIA PARA INAUGURAR UMA ESTRADA NO NORDESTE. AO CHEGAR , PERCEBEU QUE NAO FOI AQUILO O CONTRATADO, MANDOU CANCELAR TUDO NA MESMA HORA E FOI EMBORA . CANCELOU INCLUSIVE O PAGAMENTO DO EMPREITERO. BONS TEMPOS AQUELES.
há 8 horas · Curtir · 1