sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

DUTRA DEFENDE MINISTÉRIO PÚBLICO E REBATE COLLOR DE MELO


Deputado Domingos Dutra
“O Senador Fernando Collor de Melo (PTB-AL) foi o responsável pela mais grave crise institucional da história recente do País e cassado por corrupção. Portanto, não creio que o mesmo tenha autoridade moral para questionar uma instituição tão imprescindível à cidadania como o Ministério Público brasileiro”, informou o presidente da Comissão de Direitos Humanos, Deputado Domingos Dutra (PT/MA), durante discurso na última quarta-feira(6), no Plenário da Câmara.
A afirmativa foi uma crítica do parlamentar após discurso proferido pelo Senador Collor ao atacar o Procurador Geral da República, Roberto Gurgel chamando-o de “chantagista, Improbo e praticante de ilícitos administrativos e de crime de responsabilidade”.

Senador Fernando Collor
Segundo Collor, o processo de crise e conflitos entre os Poderes da República está vinculado à conduta de alguns agentes, como Roberto Gurgel. Collor disse ainda que, além de atitudes criminosas, o procurador-geral agora vem querendo interferir nos outros Poderes. Collor acrescentou já ter apresentado sete representações nas instâncias de controle do Ministério Público e no Senado sobre a conduta de Gurgel.
“Fiquei espantado com o grau de violência do Senador Collor contra o Ministério Público Federal e contra o Procurador-Geral, Roberto Gurgel”, destacou Domingos Dutra ao informar que o Ministério Público é uma conquista da sociedade brasileira. “Foi a Constituinte que garantiu autonomia ao Ministério Público para defender os interesses difusos da sociedade”, rebateu o parlamentar maranhense. “É evidente que, no Ministério Público Federal e no Ministério Público estadual há defeitos, mas estes não autorizam o grau de violência verbal proferido pelo Senador Collor”.
De acordo com Domingos Dutra, o Ministério Público é hoje uma das instituições mais respeitáveis do Brasil. “Conheço dezenas de procuradores federais e promotores de justiça espalhados neste Brasil que correm risco de morte por se dedicarem totalmente a favor da cidadania”. No Ministério Público Federal, conheço os procuradores Marco Aurélio e Deborah Duprat que são exemplos de compromisso do Ministério Público com a Nação brasileira.
“Em nome do Ministério Público, me solidarizo com o Procurador-Geral da República, Roberto Gurgel, e com todos os demais procuradores em função da importância que o MP tem para com a cidadania brasileira”, concluiu Domingos Dutra. 
 ( AssessorIa de Comunicação)

Nenhum comentário: