segunda-feira, 29 de abril de 2013

CPI DA AGIOTAGEM: ACUADO, RAIMUNDO CUTRIM BOTA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA NA PAREDE



A sessão desta tarde de segunda-feira (29), da Assembleia Legislativa, promete ser bastante movimentada em função do pedido de CPI que será apresentado pelo deputado Raimundo Cutrim (PSD) para investigar crimes de agiotagem no Maranhão.

Ex-secrertário de Segurança do Estado, Cutrim foi acusado em reportagem de TV Mirante, semana passada, de integrar um das quadrilhas que atuam no ramo da agiotagem no Estado e que teria participado da trama que contratou a morte do jornalista e blogueiro Décio Sá, em abril do ano passado.

Em entrevista ao Jornal Pequeno, edição de domingo (28), o deputado disse que vai protocolar o requerimento para que o Poder Legislativo investigue, a fundo, e possa passar a limpo todas as denúncias que estão levadas ao conhecimento da opinião pública.

A iniciativa do parlamentar vai colocar frente a frente a base governista, visto que Raimundo Cutrim vem sendo bombardeado pela TV Mirante, de propriedade da família Sarney,  como sendo suspeito de fazer parte da gang de agiotas que matou Décio Sá.  

Cutrim, embora pertença à base que dar sustentação à governadora Roseana, vem sendo acusado pela TV Mirante e pelo jornal O Estado do Maranhão de crimes de grilagem, agiotagem e de ter participação no assassinato Décio em abril de 2012.

O ex-secretário nega todas as acusações a acusa o Sistema Mirante de Comunicação de promover campanha de linchamentoi moral contra ele.  

Ao defender a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito, Raimundo Cutrim advertiu que é uma boa oportunidade para saber se no plenário existe alguém envolvido com este tipo de atividade criminosa.  (Título deste blog e texto de Jorge Vieira)

Um comentário:

Anônimo disse...

Pro Maranhão sair do fundo do poço, só se elegermos o Flavio Dino.