terça-feira, 16 de abril de 2013

É O FIM DA OLIGARQUIA!! TRÊS EM CADA QUATRO ELEITORES MARANHENSES QUEREM RENOVAÇÃO E MUDANÇA, DIZ PESQUISA.

Para 74,92% dos entrevistados, o melhor para o futuro do Maranhão é ser representado pela mudança e pela renovação.

A segunda pesquisa Amostragem/Jornal Pequeno aponta insatisfação da população do Maranhão com o atual cenário do estado. Para 74,92% dos entrevistados, o melhor para o futuro do Maranhão é ser representado pela mudança e pela renovação. Apenas 18,62% dos entrevistados disseram que a melhor aposta seria a continuidade do trabalho do grupo Sarney.
 
 O percentual de apoiadores de um novo modelo político para o estado é quatro vezes maior que o grupo que opta pela continuidade do trabalho do grupo Sarney. Em dados comparativos, significa que três em cada quatro habitantes do Maranhão querem renovação e mudança na política. A pesquisa foi a campo entre os dias 4, 5 e 6 de abril, ouvindo 1300 pessoas de 40 municípios do Maranhão e apurou, além destes dados, a intenção de votos para governo do estado.

No quesito intenção de voto, o presidente da Embratur, Flávio Dino, chega a 62,15% dos eleitores entrevistados em um possível cenário de disputa com o secretário de Roseana Sarney, Luís Fernando – que apresenta 15,63% em intenções de voto. Não sabem ou não responderam correspondem a 15,62% e brancos e nulos, 7%.

Numa possível disputa contra o ministro Edison Lobão, Flávio Dino aparece com 57,68% contra 27,38% do ministro de Minas e Energia. Nulos e brancos somam 4,62% e 10,31% não responderam ou não sabem.

No item rejeição, em que o entrevistador pergunta em quem o eleitor não votaria, Lobão tem hoje 32%, Luís Fernando 17,31% e Flávio Dino possui 10,08%.
 
 Preparado – O instituto Amostragem verificou também a percepção do eleitorado sobre o preparo de Flávio Dino para ser o próximo governador do Maranhão. 62,77% dos entrevistados responderam que o presidente da Embratur está preparado para governar o estado, enquanto 15% acham que não. 22,23% da amostra do eleitorado não soube ou preferiu não responder. (Jornal Pequeno)

Um comentário:

Anônimo disse...

O que será que a oliquarquia vai prometer agora em 2014? Vamos ver!

Construção de 72 hospitais (de novo?);
Construção da Refinaria Premium II de Bacabeira (de novo?);
Polo de confecção de Rosário (de novo?);
Projeto Salangô (de novo?);
Construção da hidrelétrica de serra quebrada (de novo?);
Reabertura do garimpo da serra pelada (de novo?);
Construção da estrada Paulo Ramos a Arame (de novo?);
Aquisição de carros limpa fossas para o corpo de bombeiros (essa é nova);
Aquisição de helicóptero para levar o dono do MARanhão até a sua ilha em curupu (essa é nova);
Criação de empregos para os namorados das netas do oliquarca e seus parentes.
Só acredita nas propostas desse povo quem for alienado político ou burro.