quinta-feira, 23 de maio de 2013

O MARANHÃO TEM SENADORES?


A queda no ambiente doméstico, com licenciamento médico do Senador Epitácio Cafeteira reacende o debate sobre a falta de representação maranhense no Senado.

São três Senadores e a impressão de nenhum. As principais votações mostram total desalento. Cafeteira, Edinho Lobão e João Alberto foram como zero a esquerda.

Sem registrarem votos ou ausentes, o trio não sai por menos de 300 mil reais/mês. Por ano custam a "bagatela" de 3 milhões e seiscentos mil reais, sem contar as assessorias.

Durante o exercício do mandato de Cafeteira(4 anos), Edinho Lobão(8 anos), João Alberto(8 anos), gastaremos sem retorno a quantia de 14 milhões de reais. Um desperdício.

Cafeteira velho demais passa mais tempo nos hospitais do que no Senado. No entanto deu notável contribuição a lide política no estado, ainda que na condição de oposição útil e necessária.

Edinho Lobão novo demais passa mais tempo nas atividades empresarias. Depois de negativamente exposto nas revistas de grande circulação nacional ganhou a "Comissão de Orçamento".

João Alberto passa a maior parte do tempo na mansão de Sarney em Brasília. Ele funciona como uma espécie de mordomo político. Só vai para o Senado cumprir ordens na Comissão de Ética.

Chegou a hora de pensar as eleições do Senado. Um Senador tem funções legislativas, fiscalizadoras, julgadora e aprovadora de autoridade, todas esculpidas no artigo 52 da Constituição Federal.


Um comentário:

Anônimo disse...

É uma pena que ainda existe pessoas que compactua com esses políticos sem compromisso. Enquanto o povo não se conscientizar que a família Sarney é o câncer do Maranhão, nós vamos continuar pior em todos os índices sociais,educacionais etc. etc. etc..