terça-feira, 21 de outubro de 2014

TÍTULO DE CIDADÃO DE MANDANTE DA MORTE DE RENATO MOREIRA NÃO VALEU?


Segundo acaba de informar, direto da câmara municipal de Imperatriz o assessor daquela casa, jornalista Gil Carvalho, o título de Cidadão concedido semana passada a Damião Benício dos Santos, um dos mandantes da morte do ex-prefeito Renato Cortez Moreira, não foi válido, de acordo com o Regimento Interno do Poder Legislativo Imperatrizense. A honraria causou grande repercussão na cidade e virulenta reação por parte de amigos e familiares do político morto.

"O vereador-presidente Hamilton Miranda, da Câmara de Imperatriz, acaba de informar no plenário que a concessão do título de Cidadão Imperatrizense ao empresário Damião Benefício dos Santos não foi aprovado, de acordo com o Regimento Interno", disse o jornalista.

O assassinato de Renato Moreira, ocorrido em 06 de Outubro de 1993, um dos crimes que mais repercutiu no Maranhão e que ainda continua impune, completou no último dia 06 de outubro 21 anos. Exatamente no mês em que o gestor imperatrizense foi morto a câmara de Imperatriz, por solicitação do vereador João Silva, concede um título a um dos envolvidos no crime. 

Depois de verem a besteira que fizeram, agora os vereadores tentam consertar o estrago.

Depois eu volto ao assunto. me aguardem!

Um comentário:

Anônimo disse...

Rá, mas se o caso não tivesse tido a repercussão que teve, o assunto iria passar batido.