terça-feira, 28 de abril de 2015

GOVERNO DO MARANHÃO QUER PARTICIPAÇÃO POPULAR NA ELABORAÇÃO DO PLANO PLURIANUAL 2016-2019‏

O PPA é a peça orçamentária que define os parâmetros pelos quais o Governo do Estado norteará as suas ações em um período de quatro anos.

A programação para elaboração do Plano Plurianual (PPA) orçamentário do Governo do Maranhão foi apresentado pelas secretarias estaduais de Planejamento (Seplan) e Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) a todos os membros do Governo do Estado. As diretrizes para a consolidação do planejamento para os próximos quatro anos foram debatidas durante a reunião mensal do Conselho de Gestão Estratégica das Políticas Públicas de Governo do Maranhão (Congep).

Com a presença do governador Flávio Dino e do vice, Carlos Brandão, a equipe do Congep definiu que o Governo do Estado realizará 15 reuniões regionais para uma ampla participação popular no processo de construção do PPA 2016-2019. Através das audiências públicas que percorrerão todo o território maranhense, o Governo do Estado vai elaborar a peça que guiará os próximos quatro anos do Estado do Maranhão.

O PPA é a peça orçamentária que define os parâmetros pelos quais o Governo do Estado norteará as suas ações em um período de quatro anos. É a partir dele que são construídos os orçamentos de execução anual. Após o processo de integração e participação popular que será promovido pelo Governo do Estado em junho de 2015, o PPA e o Projeto de Lei Orçamentária de 2016 serão submetidos à Assembleia Legislativa para apreciação e votação.

Durante a reunião que definiu as datas em que serão realizadas as audiências públicas de consolidação do PPA, o governador Flávio Dino reforçou a importância da participação popular nas decisões governamentais. Para ele, a iniciativa de promover o orçamento participativo é fundamental para que a população possa opinar, incluir sugestões e sugerir modificações ao poder público. (Secom/Aline Louise)

BRASILEIRO RODRIGO GULART É EXECUTADO NA INDONÉSIA


O brasileiro Rodrigo Muzfeldt Gularte, de 42 anos, foi executado na tarde desta terça-feira (28), na Indonésia, onde foi condenado à morte por tráfico de drogas. Apesar dos apelos da comunidade internacional, a execução ocorreu por fuzilamento, junto com outros oito condenados.

Goularte pediu à família para ser enterrado no Brasil, em uma reunião que os parentes tiveram com o brasileiro ontem (27), dentro do complexo de prisões de Nusakambangan, em Cilacap. Como última tentativa de evitar o fuzilamento, advogados de Gularte chegaram a entrar hoje com recurso na Corte Administrativa de Jacarta pedindo a revisão do fato do presidente indonésio, Joko Widodo, ter negado clemência ao brasileiro. 

Em janeiro, a Indonésia executou cinco condenados, entre eles o também brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira. Desta vez, também foram fuzilados um indonésio, um francês, dois australianos, quatro nigerianos.

De acordo com a emissora 9news, da Austrália, a única mulher condenada, a filipina Mary Jane veloso, não teria sido executada.

O paranaense foi preso em julho de 2004 depois de tentar ingressar na Indonésia com 6 quilos de cocaína escondidos em pranchas de surfe. 

Gularte foi diagnosticado com esquizofrenia por dois relatórios médicos no ano passado. Em março, uma equipe médica reavaliou o brasileiro a pedido da Procuradoria Geral indonésia, mas o resultado deste laudo não foi divulgado.

Familiares e conhecidos relataram que Gularte passava seus dias na prisão conversando com paredes e ouvindo vozes. Dizem que ele se recusava a tirar um boné, que usava virado para trás, alegando ser sua proteção.

SUZANO PAPEL E CELULOSE PRORROGA INSCRIÇÕES PARA PROGRAMA DE ESTÁGIO 2015

Interessados têm até o dia 11 de maio para se inscreverem


Imperatriz, 28 de abril de 2015 – A Suzano Papel e Celulose prorrogou por mais duas semanas as inscrições para o processo seletivo do Programa de Estágio 2015. Os interessados podem acessar o site www.suzano.com.br e preencher o formulário de inscrição até o dia 11 de maio. Podem participar estudantes do ensino superior, de diversos cursos, com formação entre julho de 2016 e julho de 2017.

Com duração de até 24 meses, o Programa de Estágio Suzano busca jovens talentos com perfil empreendedor e inovador. Estruturado com o objetivo de oferecer desenvolvimento e aprendizado à carreira dos jovens universitários, o programa envolve projetos, treinamentos e acompanhamento contínuo. Há vagas disponíveis para programas de 20 e 30 horas semanais em São Paulo (SP), Limeira (SP), Suzano (SP), Embu (SP), Itapetininga (SP), Imperatriz (MA), Mucuri (BA) e Teixeira de Freitas (BA).

O processo seletivo acontece em quatro etapas que incluem testes online de raciocínio lógico e de inglês, dinâmica de grupo e entrevista individual com gestores. As contratações terão início em agosto de 2015.

Os aprovados receberão bolsa-auxílio compatível com o mercado, assistência médica, seguro de vida, vale-refeição nos escritórios e refeitório nas unidades industriais, vale-transporte ou ônibus fretado - apenas para as unidades industriais - e Plano de Desenvolvimento composto por treinamentos e projetos.

Cursos 

Administração, Biologia, Ciências Contábeis, Comunicação Social, Direito, Economia, Engenharias (todas), Estatística, Marketing, Psicologia, Química, Relações Internacionais e Sistema da Informação.

Sobre a Suzano Papel e Celulose

A Suzano Papel e Celulose (Bovespa: SUZB5, OTC: SUZBY e Latibex) é uma empresa de base florestal e uma das maiores produtoras verticalmente integradas de papel e celulose de eucalipto da América Latina. Controlada pela Suzano Holding e parte do Grupo Suzano, investe no setor de papel e celulose há mais de 90 anos, com operações globais em aproximadamente 60 países. Atualmente, possui seis unidades industriais: Suzano, Rio Verde, Limeira e Embu, no interior do Estado de São Paulo, Mucuri, na Bahia, e Imperatriz, no Maranhão. Sua capacidade de produção é de 4,7 milhões de toneladas de papel e celulose por ano. (Glaucia DiasComunicação Corporativa Suzano Papel e Celulose).

TUCANOS FAZEM FESTA PARA RECEBER FILIAÇÃO DE LUÍS FERNANDO

O ex-prefeito de Ribamar  agora é da base do governador Flávio Dino e Filiação  reuniu centenas de pessoas e lideranças de todos os partidos


O ato de filiação do ex-secretário de Estado da Infraestrutura Luís Fernando no PSDB,   foi no sábado, 25, pela manhã,em São Luís,  no Rio Poty Hotel e  movimentou a classe politica do Maranhão. Líderes partidários, com ou sem mandato, de diversas legendas foram ao evento prestigiar a volta do ex-prefeito de  São José de Ribamar ao cenário político do Estado.

Luís  Fernando  estava  afastado das lides  politicas desde o ano passado quando desistiu de entrar na disputa pelo  Governo do Maranhão  e  retoma sua trajetória  agora no PSDB, portanto na base do governado Flávio Dino,  a convite do prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira e o  vice-governador Carlos Brandão.

O próprio governador Flávio Dino fez questão de ir ao evento fazer-lhe uma efusiva saudação  e  ainda assinar como testemunha  a ficha de filiação do ex-peemidebista.

O ato foi prestigiado  também por vereadores, secretários, deputados, vários prefeitos,  dentre eles o de Imperatriz Sebastião Madeira, de João Lisboa Jairo Madeira, Karla Batista, de Vila Nova dos Martírios,  o senador Roberto Rocha,  o governador Flavio Dino e seu vice Carlos Brandao.

A filiação de Luís Fernando teve o mérito de reunir num só ambiente políticos de várias gerações como os deputados Neto Evangelista (PSDB) secretário de Estado do Desenvolvimento Social e Eduados Braide (PMN),  até Jaime Santana, ex-deputado federal, fundador do PSDB nacional, hoje aposentado,  e João  Castelo, deputado federal, ex-governador com quem Luís Fernando   começou a vida pública  aos 24 anos de idade e Gastão Vieira, ex-ministro do Turismo e ex-candidato a senador..

“É com alegria, e com honras que o PSDB do Maranhão recebe o Luís Fernando, um homem de uma qualidade técnica irrepreensível e um dos mais conceituados políticos do Maranhão.  Fica registrado nosso contentamento por ele, que tinha outros convites,  mas  aceitou   somar sua expertise politica  com o PSDB do Maranhão”  comentou o  prefeito Madeira.

“Luís Fernando é, sem dúvida, um dos políticos de maior destaque do Maranhão com valores morais, caráter, competência e eficiência como bom gestor público, de grande  habilidade política, amigo  e que sabe respeitar inclusive os seus adversários. O PSDB do Maranhão tem muito a ganhar com a sua filiação”, disse o vice-governador Carlos Brandão.
Entres os outros políticos da ilha presentes ao  ato de filiação de Luís Fernando, estavam  o ex-deputado federal  Vagner Lago, os deputados federais Pedro Fernandes,  e Waldir Maranhão,  o senador suplente Pinto Itamaraty, o  secretário de Estado de Industria e Comércio Simplício Araújo;  os deputados estaduais Sérgio Frota,  Raimundo Cutrim e Glauber Cutrim e ainda  o prefeito de São José de Ribamar Gil Cutrim além  dos vereadores Dr Gutembergue e José Joaquim.

Da Região Tocantina, além do prefeito Madeira,  prestigiaram o ato  os prefeitos Jairo Madeira, de João Lisboa, Karla Batista, Vila Nova dos Martírios, os vereadores Esmerahdson De Pinho (Imperatriz), Ozima Cury-Rad (Senador La Rocque)  , os vereadores Esmerahdson De Pinho (Imperatriz), Ozima Cury-Rad (Senador La Rocque)  o secretário de trânsito e  próximo presidente do Diretório Municipal do PSDB, Cabo J. Ribamar.

 “Um politico de estatura,  que já assumiu diversos cargos públicos e em todos se comportou com probidade. Por isso estive lá no Rio Poty na primeira fila para  apertar sua mão e desejar-lhe boas vindas”,   comentou o vereador Esmerahdson  De Pinho.

Já o   próximo presidente do Diretório do PSDB ( convenção dia 8 de maio)  José de Ribamar Soares, o Cabo J. Ribamar comentou que o PSDB do Maranhão age com inteligência e estratégia ao se abrir para receber líderes como o Luís Fernando, a ex-deputada Vianey entre outros. Política a gente, com  ideias,  e gente de qualidade. Também estaremos no ato do Rio Poty para receber esse mais novo ilustre filiado”  asseverou  Ribamar.

Flávio Dino disse que Luís Fernando fez a escolha certa

“Luís,  você não escolheu apenas um  partido da base do Governo, você  escolheu  um partido que é governo,  e que governa  o Maranhão junto comigo”   dessa forma  o governador Flávio Dino saudou o ex-secretário de Estado da Infraestrutura e ex-prefeito de São José de Ribamar Luís Fernando   no ato de filiação que marcou a chegada dele ao PSDB,  e consequentemente ao grupo  de partidos que o apoiam.

Antes Dino revelou que também  havia convidado Luís para seu partido o PC do B, mas que compreendia a opção dele  pelo PSDB por abrigar antigos companheiros e amigos leais, como o prefeito Sebastião Madeira.

O governador, diante de um auditório lotado, aproveitou para agradecer  o apoio e o voto das  lideranças politicas ali presentes.  “Até o Luís Fernando, que não declarou publicamente o voto, votou em mim, tenho convicção disso”  pontou o governador.

Flávio Dino também ressaltou a importância do PSDB  no seu projeto politico, a boa relação que mantém  com o vice-governador Carlos Brandão e  apoio  do prefeito Madeira, após a desistência de Luís  Fernando da disputa pelo Governo do Maranhão. “Não é possível mudar a realidade do  Maranhão, sem o PSDB”  destacou o governador.

O governador ressaltou ainda durante a saudação a Luís Fernando  que só é possível garantir  os frutos dessa vitória, com a  união cada vez mais ampla. "Por isso mantenho, como mantive durante a campanha, os braços abertos para quem quiser  somar conosco  nesse novo momento do Maranhão”  concluiu Flávio Dino. (Sidney Rodrigues)

segunda-feira, 27 de abril de 2015

MESTRE DE CAPOEIRA VAI REPRESENTAR IMPERATRIZ NA NORUEGA

"Mestre Corujito", como é conhecido, tem o apoio do município de Imperatriz através da Secretaria de Esportes.


“Mestre Corujito”
O secretario Municipal de Esportes, Saulo Dino, informou que a Prefeitura, por intermédio da Secretaria de Esportes, viabiliza o apoio à ida do “Mestre Corujito” à Noruega num intercâmbio cultural sobre a capoeira, evento do qual, além do Brasil, participarão atletas dos Estados Unidos e Suécia.

Ontem pela manhã o “Mestre Corujito”, foi recebido em audiência pelo secretário de esportes oportunidade na qual falou da expectativa de poder, mais uma vez, representar o Maranhão/Imperatriz num evento internacional sobre a capoeira “ Nós já estivemos também na África, para divulgar a capoeira” revelou Corujito.

Para o capoeirista, quando se fala em esporte, é sempre bom receber o apoio, sobretudo do Poder Público. “ Estaremos, entre os dias 27 de Maio e 11 de Junho, na Noruega, para mostrar a força da nossa capoeira e para representar com muito orgulho a nossa cidade naquele País” assinalou o atleta.

Outros projetos - O secretário de Esportes informou que a parceria da Secretaria de Esportes com o mestre Corujito não se limitará ao apoio da ida dele à Noruega. Conforme o secretário as conversas com o “mestre capoeira” estão adiantadas para que essa arte marcial seja levada, gratuitamente, aos bairros da cidade num projeto que já começou a ser gestado pela equipe da Secretaria de Esportes.

O secretario Municipal de Esportes, Saulo Dino, com Corujito

“A meta aqui na Secretaria de Esportes, é incentivar os jovens da nossa cidade a praticar esportes, seja qual for. Acreditamos que a prática esportiva é um instrumento poderoso de inclusão e inserção social, além de ser uma porta muito larga para o exercício da cidadania” concluiu o secretário. 

Capoeira? 

A capoeira é uma expressão cultural brasileira que mistura arte marcial, esporte, cultura popular e música. Desenvolvida no Brasil principalmente por descendentes de escravos africanos, é caracterizada por golpes e movimentos ágeis e complexos, utilizando primariamente chutes e rasteiras, além de cabeçadas, joelhadas, cotoveladas, acrobacias em solo ou aéreas. 

Uma característica que distingue a capoeira da maioria das outras artes marciais é a sua musicalidade. Praticantes desta arte marcial brasileira aprendem não apenas a lutar e a jogar, mas também a tocar os instrumentos típicos e a cantar.

(fonte: wikipedia) ASCOM

EX-JOGADOR ZICOPARTICIPA DE LANÇAMENTO DOS JOGOS ESCOLARES MARANHENSES -JEMS 2015

O ex-jogador da seleção brasileira de futebol e grande ídolo da história do Flamengo, Zico (Arthur Antunes Coimbra), estará em São Luís, nesta terça-feira (27), para o lançamento dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) 2015. Ele é convidado de honra da solenidade que será realizada, às 16h, no Ginásio Castelinho, pelo Governo do Estado.


O convite para a presença do jogador no evento foi feito através da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel). Zico desembarca na manhã de terça-feira para participar do lançamento da maior edição dos JEMs, que neste ano alcançou crescimento de 50% no número de adesões em relação ao ano passado, com 96 municípios inscritos na disputa.

“O Zico é conhecido e admirado em todo o Brasil. É um ícone do esporte e representa bem o objetivo dos JEMs, que é descobrir talentos, promover integração e inclusão social, sempre por meio do esporte”, destaca a secretária-adjunta de Esporte Educacional da Sedel, Joslea Rodrigues.

A cerimônia de lançamento dos JEMs é aberta ao público e será presidida pelo governador Flávio Dino, com participação de atletas maranhenses, estudantes e técnicos. Na ocasião haverá também a participação do coral do Colégio Militar Tiradentes. (SECOM).

sábado, 25 de abril de 2015

MAIS IDH: GOVERNO IVESTE EM 13 AÇÕES PRIORITÁRIAS PARA ELEVAR OS INDICADORES SOCIAIS DO MARANHÃO

“O Programa ‘Mais IDH’ é prioridade máxima do governo", diz o governador Flávio Dino que faz questão de acompanhar pessoalmente as ações doprograma que visa tirar do atraso os municípios mais pobres do estado.

Para melhorar os indicadores sociais do Estado, o governo Flávio Dino desenvolve 13 ações prioritárias nos 30 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) atendidos pelo Plano de Ações ‘Mais IDH’. Programas como o ‘Água para todos’, ‘Minha Casa, Meu Maranhão’, ‘Escola Digna’, ‘Mais Bolsa Família Escola’, ‘Cozinha Escola Comunitária’, o ‘Maranhão Produtivo’ e o ‘Mutirão Mais IDH’ são parte das políticas do governo para elevar o IDH no estado. 
Neste início de gestão, 13 ações estão sendo realizadas com o envolvimento de diversas secretarias e órgãos da estrutura governamental. São ações para elevar o IDH nos municípios contemplados pelo plano. Com isso, todos os 30 municípios que fazem parte do Plano de Ação ‘Mais IDH’ contarão com cozinha-escola comunitária; substituição das escolas de taipa, palha e galpões por estruturas apropriadas; auxílio complementar para estudantes contemplados no programa federal Bolsa Família para compra de material escolar; construção de unidades habitacionais; ações para garantir abastecimento de água e saneamento básico; além de assistência técnica e apoio aos produtores rurais do estado. 
O governador Flávio Dino destacou a relevância do Plano ‘Mais IDH’ para a mudança do atual cenário no qual se encontra o Maranhão. “O Programa ‘Mais IDH’ é prioridade máxima do governo. Já iniciamos os trabalhos e o desafio agora é manter um fluxo contínuo de ações organizadas e articuladas. Dessa forma, teremos condições de promover a vida digna que todo maranhense merece”, afirmou. 


As ações que fazem parte do Plano têm o objetivo de promover a superação da extrema pobreza e das desigualdades sociais no meio urbano e rural, por meio de estratégia de desenvolvimento territorial sustentável, com políticas públicas que valorizem a diversidade social, cultural, econômica, política, institucional e ambiental das regiões do estado, promovendo melhor qualidade de vida para a população. 
“O ‘Mais IDH’ é um Programa de Governo, pessoalmente acompanhado pelo governador Flávio Dino. A mudança do IDH do Maranhão é uma prioridade nessa gestão e, para isso, nós temos propostas e ações que já estão em prática”, explicou o secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves. 
Essas ações visam combater as injustiças sociais do estado. Atualmente, o Maranhão está em 26° lugar no ranking dos estados brasileiros de Índice de Desenvolvimento Humano. Em contrapartida, o estado está em 16° lugar na lista de Produto Interno Bruto do Brasil, o que demonstra a distribuição de renda desigual no estado. 
Neste início de gestão, 13 ações estão sendo realizadas com o envolvimento das Secretarias de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, Desenvolvimento Social, Assuntos Políticos e Federativos, Saúde, Educação, Agricultura Familiar, Trabalho e Economia Solidária, Cidades e Desenvolvimento Urbano e Igualdade Racial, além da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) e do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC). 
1 – Cozinha-Escola Comunitária 
Todos os 30 municípios que fazem parte do Plano de Ação “Mais IDH”  contarão com uma cozinha-escola comunitária, que fornecerá refeições diárias para a população mais carente, além da promoção de Educação Alimentar e Nutricional (EAN) associada à prática de atividades físicas; realização de cursos de capacitação para pessoas beneficiárias da Cozinha; aquisição de produtos da agricultura familiar dos produtores locais e acompanhamento multiprofissional a pessoas com indicativos de transtornos alimentares. 
2 – Água Para Todos 
Serviços de abastecimento de água e saneamento para os municípios com menores indicadores sociais do estado. O abastecimento de água será viabilizado pela implantação de sistema simplificado de abastecimento de água para garantir o acesso à água potável, de forma individualizada, em cada domicílio e para o saneamento haverá construção de 4 kits sanitários para dotar os domicílios de melhorias sanitárias, com vistas à redução dos índices de mortalidade. 
A previsão é que as estruturas sejam construídas entre os meses de agosto e dezembro de 2015 e atenda as famílias que se encontram em situação de extrema pobreza e de vulnerabilidade social, inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), residentes na zona rural, urbana e periurbana nos 30 municípios de menor IDH. 
3 – Minha Casa, Meu Maranhão 
Construção de casas para reduzir o déficit habitacional e melhorar as condições sanitárias com impacto na saúde e na geração de trabalho e renda. Na primeira fase, que teve início em março, haverá construção de 300 unidades habitacionais na zona rural de Marajá do Sena, Belágua e Santana do Maranhão. Na segunda fase, 3 mil unidades habitacionais serão construídas nos 27 municípios restantes (iniciam em dezembro de 2015). Pela terceira fase, 5 mil unidades habitacionais urbanas serão construídas nas sedes dos 30 municípios. 
4 – Maranhão Produtivo (Sisteminhas) 
Até setembro deste ano, haverá a implantação de 3 mil Sistemas Produtivos de Tecnologias Sociais Sustentáveis. Para manter os chamados ‘Sisteminhas’, cada família assistida receberá um cartão do Banco do Brasil com um fomento de R$ 2.955 para investimento no sistema. Ao todo, serão destinados recursos na ordem R$ 13,79 milhões para a execução dos projetos, que integram várias culturas de produção de alimentos, como criação de peixes, galinhas, hortas e cultivo de frutas, levando em conta as especificidades de cada área. 
5 – Assistência técnica e extensão rural (ATER) 
Esse programa consiste na prestação de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) a 9 mil famílias, sendo 3 mil famílias beneficiárias dos Sistemas Integrados de Tecnologias Sociais e 6 mil famílias de outros Programas. 
6 – Escola Digna 
O programa prevê a construção ou reforma de 237 escolas em substituição às escolas de taipa, palha, barracos, além do pacto pela Qualidade da Escola Pública do Maranhão, com assessorias e capacitações. 
7 – Bibliotecas rurais “Arca das Letras” 
Implantação de 150 bibliotecas/arcas das zonas rurais dos 30 municípios com menores indicadores sociais do estado. 
8 – Regularização do Agricultor Familiar (Fundiária e de Crédito) 
Resolução das questões de 22 projetos do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), para viabilizar o acesso a recursos que estão bloqueados nas contas das associações de municípios; deflagração de processo de regularização fundiária; viabilização de condições para que as 3.334 famílias tenham acesso ao crédito do PNHR; 
9 – Campanha de Alfabetização 
Refere-se a campanha de alfabetização somando esforços do Programa Brasil Alfabetizado com esforços do próprio Estado. 
10 – Mais Bolsa Família-Escola 
O projeto criado pelo governador Flávio Dino consiste na transferência direta de recursos para aquisição de material escolar às famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa Família, que tenham em sua composição crianças e adolescentes com idade entre quatro e 17 anos matriculados em escolas públicas com freqüência escolar durante o ano letivo anterior garantida no Projeto Presença (do Ministério da Educação) e concluído o ano letivo conforme publicação do censo escolar. 
O pagamento será sempre no mês de janeiro e começará a ser pago em 2016, inicialmente nos 30 municípios com menores IDH do estado. 
11 – Elaboração de diagnóstico (preliminar e avançado, elaboração de atlas, construção de banco de dados dos 30 municípios do plano)
Dar subsídio estatístico e cartográfico ao planejamento e execução do Plano Mais IDH, possibilitando assim o monitoramento das suas ações. Será finalizado em maio deste ano. 
12 – Desenvolvimento do Sistema de Monitoramento de indicadores e Seminário de Desenvolvimento Regional e Planejamento Territorial
Criar base de monitoramento de resultados das ações do Plano Mais IDH e seus impactos nos indicadores dos municípios-foco. Será finalizado em maio deste ano. 
Definir as diretrizes e metas para elaboração do Programa de Desenvolvimento Integrado das Regiões do Plano Mais IDH. Realizado em 2015. 
13 – Mutirão ‘Mais IDH’
As ações do ‘Mutirão Mais IDH’ já foram levadas a 18, dos 30 municípios maranhenses incluídos no Plano de Ações ‘Mais IDH’. Nas duas etapas foram mais de 38 mil atendimentos em serviços de emissão de Carteira de Identidade, CPF, Carteira de Trabalho, Alistamento Militar e certidões como a de antecedentes criminais. Além dessas ações sociais, o Mutirão ‘Mais IDH’ também levou atendimentos de saúde aos 18 municípios já contemplados. Ações como imunização, aferição de Pressão Arterial, dosagem de glicemia, coleta de preventivo relacionado ao câncer de útero, exames de mamografia na prevenção do câncer de mama, teste rápido para HIV e hepatites virais, distribuição de preservativos, consultas médicas, consultas de enfermagem, consultas de nutrição, atendimento odontológico, escovação supervisionada, aplicação tópica de flúor e distribuição de Kits de saúde bucal, entre outros. (Secom/Marcela Mendes)

'MAIS ASFALTO": PARCERIA DO GOVERNO DO ESTADO COM A PREFEITURA PREVÊ INESTIMENTO DE 30 MILHÕES EM IMPERATRIZ


Ruas que não são asfaltadas serão recuperadas pela Prefeitura de Imperatriz, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra). 

A previsão é que os serviços sejam iniciados no começo do período de estiagem, segundo informou ontem à reportagem o secretário Roberto Vasconcelos Alencar (Infraestrutura). 

“O prefeito Madeira pretende autorizar o piçarramento de várias ruas dos bairros, devendo melhorar consideravelmente a infraestrutura, inclusive a construção de pontes em concreto armado, novas drenagens e asfaltamento de diversas vias para facilitar a mobilidade urbana”, disse.

Mais asfalto – Ele assinalou que a Prefeitura Municipal, em parceria com o Governo do Maranhão, possibilitou a revitalização asfáltica de 18 quilômetros de ruas e avenidas dos bairros de Imperatriz. Ele citou como exemplos a recuperação da Avenida JK, no grande Santa Rita; a Avenida da Liberdade, na grande Cafeteira; a rua Caiçara, na Vila Redenção; a Atlântico Sul, no Parque Alvorada; do Arame, na Vilinha, e a Avenida São Sebastião, na grande Vila Nova.

Segundo ele, o governador Flávio Dino, acompanhado do secretário de Estado de Infraestrutura (Sinfra-MA), Clayton Noleto, durante reunião com o prefeito Sebastião Madeira garantiu que destinará mais R$ 30 milhões para investimentos em obras de pavimentação asfáltica de ruas e avenidas de Imperatriz. 

Alencar garantiu que o prefeito iniciou, em parceria com todos os vereadores, a seleção das ruas que serão contempladas nessa segunda etapa do programa “Mais Asfalto”, do Governo do Maranhão e da Prefeitura de Imperatriz. 

“Os vereadores é que conhecem as necessidades de cada bairro, devendo melhorar o trânsito e dar uma grande mobilidade urbana”, completa.





O secretário explicou que o projeto de infraestrutura para asfaltamento das vias urbanas está sendo elaborado pelos técnicos da Sinfra, mas prevê que a maioria dos bairros será contemplado com o “Mais Asfalto”. (Ascom- Gil Carvalho).

BEM VIVER ESCLARECE SOBRE REMUNERAÇÃO DE FUNCIONÁRIA

A Associação Bem Viver, Oscip responsável pelo gerenciamento da Unidade de Pronto Atendimento de Imperatriz, informou através de nota que o salário da funcionária Keilane Silva Carvalho, que ocupa o cargo de Coordenadora Geral de Enfermagem da referida unidade de Sáude não é de R$ 13.189,07 como foi divulgado em diversos blogs, os quais também postaram fotos da funcionária, usadas sem a autorização da mesma.

Na nota, assinada por Karina Mônica Braga Aguiar, gerente administrativa da Associação Bem Viver é informado ainda que a contratação da funcionária ocorreu em 2 de janeiro de 2015 e por conta de pendência de documentação entregue após o fechamento da folha de pagamento somente foi possível pagar o mês de janeiro, junto com o pagamento do mês de março.

A nota acrescenta ainda que o equívoco registrado no contracheque da funcionária foi colocar com a nomenclatura de bonificação valores referentes a horas extras, plantões extras e adicional noturno. A nota ressalta que a funcionária trabalha de segunda a sábado, das 8h às 18h, além do cumprimento de horas extras, quando necessário.

Keilane Silva Carvalho também se manifestou sobre o assunto informando que vai processar judicialmente blogs que deturparam informações a respeito dela e usaram indevidamente a sua imagem, o que configura delitos passíveis de punição na esfera cível e criminal.

Ela lamenta ainda que tenha tido seu nome associado a informações inverídicas usadas com o intuito te atingir o governo do Estado.

AÇAILÂNDIA-MA: CRISE NO PÓLO SIDERÚRGICO É DEBATIDA EM AUDIÊNCIA NA AL
























A Comissão Especial da Assembleia Legislativa do Maranhão realizou nesta sexta-feira (24) audiência pública para debater a crise que assola o pólo siderúrgico no município de Açailândia.

O evento que ocorreu no auditório do Centro Empresarial de Açailândia reuniu, além dos deputados Junior Verde (PRB) e Marco Aurélio (PC do B), representantes da iniciativa pública e privada, bem como da sociedade civil organizada.

Iniciando os trabalhos o deputado Junior Verde, autor da proposição que instituiu a Comissão, agradeceu o empenho de todos que possibilitaram a visita às siderúrgicas da região. “Foi fundamental para entendermos a dimensão do impacto da crise no setor”, disse.

O deputado professor Marco Aurélio externou sua preocupação com relação à perda da mão-de-obra local, o déficit econômico na região e no Estado. “É uma situação em que todos saem perdendo e temos que, imediatamente, buscar soluções”, ressaltou.

Representando o governo do Estado, o secretário adjunto da Casa Civil, Helio Soares assumiu o compromisso de se unir à luta, além de possibilitar audiência com o governador Flavio Dino (PC do B) envolvendo todas as entidades representativas do setor com a finalidade de encontrar alternativas no sentido de amenizar a situação.

“É uma questão muito importante, pois mexe com o desenvolvimento de uma região que contribui muito com o PIB brasileiro. Já falamos com alguns senadores maranhenses para que se mobilizem junto ao governo federal nessa luta”, afirmou.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Siderurgia do Maranhão, Jarles Adelino, pontuou que a presença da Comissão em Açailândia representa a proximidade entre governo e a população. “Estamos empenhados na luta por melhores condições de trabalho e rendimentos. É o momento de unirmos forças para reverter esse quadro. E o legislativo é a porta de entrada dessas soluções”.

Claudio Azevedo, presidente do Sindicato das Indústrias de Ferro Gusa do Estado do Maranhão (Sifema), lembrou que o setor vive um momento de sacrifício tentando manter os empregos dos trabalhadores.

“As indústrias diversificaram a produção. Algumas produzem cimento com a escória [matéria-prima formada de impurezas como calcário e sílica advindas do processo de redução do ferro gusa] e outras produzem energia através dos gases, gerando assim outra fonte de renda”, argumentou.
A prefeita de Açailândia, Gleide Santos (PMDB), e o secretário municipal da Indústria e Comércio, Gilson Meneses, apresentaram algumas medidas adotadas pelo governo municipal de fortalecimento do ambiente empresarial para as micro e pequenas empresas.  

Por meio de Decreto, a prefeitura municipal regulamentou as atividades de risco, agilizando as liberações de Alvarás de funcionamento, além de ampliar e criar o parque industrial de Açailândia para as micro e pequenas indústrias.
A gestão municipal reduziu, ainda, a carga de ICMS em mais de 30% e anunciou o lançamento para os empresários do município do Programa de Compras locais, promovendo maior circulação de recurso.

ENCAMINHAMENTOS

No encerramento da audiência, o presidente da Comissão, deputado Junior Verde, destacou que a visita às siderúrgicas e o debate entre as entidades envolvidas foram satisfatórios para traçar um panorama da situação em que se encontra o setor siderúrgico em Açailândia.

Dentre os encaminhamentos sugeridos foi anunciada a criação de um Comitê de Crise envolvendo prefeitos e entidades afins; a liberação do crédito de ICMS e a renovação das licenças de operação por parte do Executivo Estadual.

A liberação do Reintegra, benefício que permite a empresa ganhar maior margem nas vendas ao exterior, também está sendo pleiteado no âmbito nacional.

Junior Verde afirmou que será elaborado em relatório contendo todas as reivindicações sendo entregue ao governador Flavio Dino tão logo esteja pronto.

“É preciso que o governo crie as condições para poder atrair investimentos para o Estado. Tenho certeza que o Executivo dará sua contribuição e a Assembleia se unirá nessa luta em favor dos trabalhadores maranhenses”, disse Junior Verde.

PRESENÇAS

Além do presidente da Comissão, deputado Junior Verde , estiveram presentes o deputado Professor Marco Aurélio, o secretario adjunto da Casa Civil, Helio Soares, representando o governo do Estado, a prefeita de Açailândia, Gleide Santos (PMDB); o secretário da Indústria e Comércio de Açailândia, Gilson Meneses; a vereadora Fátima Camilo e o presidente do Sindicato das Industrias de Ferro Gusa do Maranhão, Claudio Azevedo.

Participaram ainda, o presidente da Associação Comercial de Açailândia (ACIA), Vanderlei  Trombela; o presidente do Clube de Diretores Lojistas (CDL), José Melgaço; o presidente do Sindicato do Comercio de Açailândia (SICA), Djalma Chaves; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Siderurgia do Maranhão, Jarles Adelino e o representante da Confederação Nacional dos Metalurgicos, Louricardo de Oliveira.

A gerente regional do Sebrae de Açailândia, Rosilene Tavares, e o presidente da OAB, seccional de Açailândia, Erno Sorvo e o gerente de operações da VALE, Pedro também estiveram presentes. Ellen Adrienne/Agência Assembleia.