quinta-feira, 30 de junho de 2016

LAVA JATO: EX-MULHER DE DELATOR SE DIZ 'ENGANADA' E QUER REVER DIVÓRCIO

Gisele Fraga

Augusto Mendonça, da Toyo Setal, foi o primeiro empresário delator da Lava Jato e também o primeiro da operação — liderada por Sergio Moro — a fazer a mesma coisa nos EUA. Já está em casa há tempos. Livre de problemas? Não.

Gisele Fraga, sua ex-mulher, decidiu “reconversar” judicialmente com o executivo sobre o divórcio que assinaram em 2011. “Estou cansada de ser enganada”, disse ontem a atriz à coluna, acreditando que foi prejudicada pelos termos do acordo, mesmo tendo sido casada com separação total de bens. “Minha advogada foi no mínimo negligente”, alerta a mulher que viveu por seis anos com Mendonça.
Para provar o quão rico ainda é o empresário, Gisele mandou fotos do estaleiro EBR, no sul do Brasil, mais precisamente em São José do Norte. “Quando casei, ele não conhecia ninguém no Rio. Desembarcava no Santos Dumont, ia à Petrobrás e voltava para o aeroporto”, destaca Gisele, dando a entender que ajudou o ex-marido a crescer.

Augusto mendonça
Conta também que não recebeu dividendos do seu último trabalho – o filme americano Relações Criminosas, lançado em 2011. Nesse thriller trabalharam Ray Liotta, Christian Slater e Ving Rhames. “Parte da produção foi financiada por uma offshore que eu tinha com o Augusto lá fora”, revelou.

Nome da offshore? Segundo Gisela, era “Stole Away”. Que em português significa algo como “roubei dele” ou “dela”.

E, no País da piada pronta, a atriz lamenta que desde a Lava Jato não conseguiu mais nenhum papel no mundo do cinema. “Tinha gente dizendo que eu era testa de ferro dele. Mas eu nunca soube das atividades ilegais do Augusto.”

Gisele também vai lançar um livro sobre sua vida escrito por Rafael Spaca. O nome ainda não está definido, mas segundo a atriz, será algo do tipo A Minha Verdade da Vida. Tudo na primeira pessoa.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

"ARRANJO" POLÍTICO DE ROBERTO ROCHA PARA AJUDAR ILDON MARQUES REPERCUTE NEGATIVAMENTE

Segundo levantamento do Congresso em Foco 114 deputados são alvos de investigação ou respondem processos na mais alta corte do país. Ildon agora aumenta esse número, sendo mais um integrante desse grupo seleto de "enrolados" na Câmara dos deputados.
André Fufuca, Ildon Marques e Roberto Rocha
Repercutiu negativamente na imprensa o arranjo político engendrado pelo senador Roberto Rocha para colocar Ildon Marques como deputado na cadeira de André Fufuca, o "Fufuquinha". 

A negociata, que envolve as eleições em São Luís e Imperatriz foi denunciada na imprensa maranhense e a situação de “ficha suja” de Ildon Marques também não passou despercebida pela imprensa nacional. O Jornal O Globo disparou: André Fufuca (PP-MA), da tropa de choque de Eduardo Cunha, tirou licença por 121 dias por motivos particulares, foi substituído por Ildon Marques (PSB-MA). Marques foi prefeito de Imperatriz (MA) por três vezes. O TCU julgou as contas de 1998, 1999 e 2000 irregulares. Já o TCE do Maranhão desaprovou as contas de 2008. 

Danou-se! Que companhia os socialistas do PSB do Maranhão foram arranjar.


Mais um “ficha suja” na Câmara Federal
Ildon Marques, faz o juramento de posse

Um em cada cinco deputados responde a algum tipo de processo no Supremo Tribunal Federal (STF). Dos 566 deputados que assumiram mandato na atual legislatura, entre titulares, suplentes e licenciados, 114 são alvos de investigação na mais alta corte do país. Esses parlamentares acumulam 243 inquéritos e ações penais, de acordo com levantamento exclusivo feito pelo Congresso em Foco. Ildon vem se juntar a esse grupo seleto de “fichas sujas” ou enrolados com Justiça.

Para muitos Ildon busca foro privilegiado para resguardar-se de algum julgamento antes de tentar registrar sua candidatura a prefeito de Imperatriz.

COMISSÃO SECRETA VAI INVESTIGAR POSSÍVEL ASSASSINATO DE HUGO CHAVEZ

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou que nomeou uma comissão secreta para investigar a tese levantada pela opinião pública internacional de que o presidente Hugo Chávez não morreu em decorrência de um câncer, mas sim, de um assassinato. 
                             Foto Reprodução - Jornalista norte-americana desconfia que Hugo Chávez pode ter sido assassinado
“A imprensa mundial tem noticiado uma tese de assassinato do comandante Hugo Chávez. Parece que há uns documentos sobre o tema. Eu nomeei uma comissão secreta para investigar os documentos e as evidências que começam a surgir sobre o assassinato”, afirmou Maduro durante seu programa semanal Em Contato com Maduro, transmitido pela TV estatal. 
Neste sentindo o mandatário expressou que a teoria “deve ser avaliada com a objetividade da ciência e da história e o calor desta causa que levamos é a causa dele [Hugo Chávez]”. Maduro também enviou um recado aos seus opositores. “Muitos acreditam que eliminando o comandante Chávez acabaria a revolução. Não foi assim, nem será assim”. 

A origem da hipótese

A história começou quando a advogada e escritora estadunidense com nacionalidade venezuelana Eva Golinger publicou uma reportagem no portal Russia Today onde afirma crer que Hugo Chávez foi assassinado. Segundo ela, isso fica ainda mais claro agora, com a série de ofensivas imperialistas contra a América Latina. 

Segundo Golinger, não seria exatamente uma “surpresa” que o líder venezuelano tivesse sido assassinado, porque ao longo de sua carreira política ele sofreu incontáveis tentativas de atentados contra a vida. “Certamente não é difícil imaginar que o governo estadunidense estivesse envolvido em um assassinato político de um inimigo que eles claramente – e abertamente – queriam ver desaparecer”, escreveu ela. 

Golinger afirma ter provas de que vários colaboradores próximos de Chávez, que tinham acesso à vida íntima do presidente, estavam vinculados ao centro de fusão de inteligência entre a CIA, a DEA e o DIA e agora, depois da morte de Chávez, colaboram com o governo dos Estados Unidos. 

A advogada denuncia que este centro de fusão começou a ser operado em 2006 com uma missão especial de inteligência clandestina na Venezuela e em Cuba. Por isso, ela acredita que não seria estranho se Chávez tivesse sido assassinado “por algum tipo de exposição a altos níveis de radiação, ou por uma infecção capaz de causar um câncer”. 

Do Portal Vermelho, com informações da Telesur 

ELEIÇÕES 2016: LIMITES DE GASTOS PARA ELEIÇÕES DIMINUEM. VEJA OS LIMITES DE IMPERATRIZ

 Já está disponível no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o detalhamento dos limites de gastos para os cargos de vereador e prefeito nas eleições municipais deste ano. As tabelas com os valores por município estão anexadas na Resolução n° 23.459, situada no link “normas e documentações” das Eleições 2016.
A partir de agora, com as alterações promovidas pela Reforma Eleitoral 2015 (Lei nº 13.165), o teto máximo das despesas dos candidatos será definido com base nos maiores gastos declarados na circunscrição eleitoral anterior, no caso as eleições de 2012. Em Imperatriz, o teto será de 70% em relação aos gastos de 2012, ou seja, os gastos tiveram uma redução de 30%.
O limite máximo de gastos para pleitear uma vaga na Câmara Municipal de Imperatriz em 2012 era de R$111.803,46, agora em 2016 será de R$ 109.062. 42. Já os candidatos a prefeito em 2012 tiveram um limite legal de R$1.447.400,32. Agora só poderão gastar o limite máximo de R$1.013.180,22.
A norma diz ainda que nos municípios com até 10 mil eleitores, o limite de gastos será de R$ 100.000,00 para prefeito e de R$ 10.000,00 para vereador. Neste caso, será considerado o número de eleitores existentes no município na data do fechamento do cadastro eleitoral.
Os limites previstos também serão aplicáveis aos municípios com mais de 10 mil eleitores sempre que o cálculo realizado do maior gasto declarado resultar em valor inferior ao patamar previsto para cada cargo.
 Fim de doações de empresas a campanhas
Depois de o STF (Supremo Tribunal Federal) decidir pela inconstitucionalidade das doações de empresas a partidos e candidatos, a presidente Dilma Rousseff vetou os artigos da reforma eleitoral que permitiam o financiamento empresarial das campanhas. Com isso, as eleições de 2016 serão financiadas exclusivamente por doações de pessoas físicas e pelos recursos do Fundo Partidário, usado para a manutenção dos partidos e abastecido com dinheiro público.
Outra mudança é que as doações não poderão mais ser feitas diretamente aos candidatos, mas sim aos partidos, que, por sua vez, redistribuem o dinheiro entre as diversas candidaturas da legenda.
Isso deve provocar uma maior disputa interna entre os candidatos pelos recursos partidários, e pode favorecer políticos que contam com o apoio de organizações sociais, como sindicatos e igrejas. Políticos que são grandes empresários, e que continuam podendo fazer doações como pessoa física, também levariam vantagem.
Bom, mas nós sabemos que alguns políticos sempre dão um jeito de maquiar seus gastos, muitas vezes se utilizando até do chamado Caixa 2. Cabe, nesse caso, aos homens e mulheres de bem, as entidades da sociedade civil organizada, fiscalizar os infratores, para que haja igualdade na disputa.

sexta-feira, 17 de junho de 2016

COLUNA PALMAS & PALMADAS: CADÊ O BOM SENSO?



CADÊ O BOM SENSO?

Não se trata de desconhecer o valor e a importância da nossa Polícia Civil, mas parece que falta um pouco de bom senso por parte do sindicato da categoria. No momento em que o país atravessa não podemos pensar apenas no “meu pirão primeiro”.
O Brasil tem 11 Estados com 6 meses de atraso no pagamento da folha de servidores. 600 municípios em inadimplência com funcionários. Enquanto no Maranhão pelo esforço adianta a folha 13° salário.

De onde vem o dinheiro? Não é dos cofres federais - cortaram 20 milhões. O dinheiro vem da aplicação correta, do corte de gastos nababesco, das mordomias de um passado recente.

Se o governo se comprometer em pagar o que quer polícia civil, como ficam as outras categorias? Além da PC o governo tem que pagar professores, médicos, policiais militares, aposentados e demais servidores públicos.

AIRTON JAPÃO E SUAS “TIRADAS”



O fotógrafo Airton Japão, mais conhecido como “Japonês” é daqueles gozadores contumazes da politicalha, um personagem folclórico da nossa majestosa Imperatriz. Ontem na Câmara tive o privilégio de chegar a tempo de ouvir uma de suas pérolas humorísticas, tirando sarro do “Dr. Ildo”, como ele nomina de maneira brincalhona o ex-prefeito Ildon Marques.
Diz Japão que Ildon, que se encontra em Brasília tentando assumir a cadeira de deputado, teria feito uma visita ao seu antigo aliado José Sarney:
 - “Presidente, eu vim aqui lhe pedir para dar uma forcinha nos meus processos, pois me colocaram de novo na lista suja do TCU”, disse Ildon Marques.
 - Irritado Sarney teria respondido:  - “Homi, não me fale de TCU, eu tou aqui é aperreado tentando me livrar para num sê preso, e você vem me falar de TCU? Ora, tenha paciência!!
Assim é Airton Japão que costuma dizer que “político sem mandato é igual cachorro capado”. Será que ele tem razão?

ALEGRIA NO ARRAIAL DE ROSÂNGELA

Ontem quando fechávamos essa edição, o clima era de festa no Arraial da dentista Rosângela Curado. Nada oficial, mas seus partidários e simpatizantes festejavam a última adesão do dia, depois do deputado Davizinho e seu partido o PR. Davam como favas contadas a adesão do PCdoB, do governador Flávio Dino.
Como disse, nada oficial, vamos aguardar o desenrolar dos fatos.

DE VOLTA AO COMEÇO?

Notícias que chegam à redação dão conta que o ex-deputado Carlos Gomes de Amorim estaria propenso a enfrentar novamente as urnas, desta feita voltando ao começo, como fez no início de sua carreira, se candidatando a vereador. Caso seja verdade isso Imperatriz só tem a ganhar, tendo de volta à aquela casa de leis o Carlinhos Amorim.

CURTAS

Rodrigo Janot também pediu o arquivamento do inquérito em relação ao presidente do Senado, Renan Calheiros, por falta de provas///A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolou, nesta quinta-feira, uma representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o juiz Sérgio Moro. O documento pede que o magistrado seja investigado por violação à Convenção Interamericana de Direitos Humanos, por crimes de abuso de autoridade na condução da Lava Jato na primeira instância. ///O ministro de Meio Ambiente, Sarney Filho (PV) pode ser o próximo a cair no governo Michel Temer (PMDB). ///Um processo de Ildon Marques repousa nas prateleiras do STJ há quase 5 anos, esperando apenas um despacho. Nitroglicerina puraaaa!!!

 ----------------------------------------------------------------------------------------------------
* A Coluna Palmas & Palmadas é de responsabilidade do autor deste blog, jornalista Josué Moura, publicada diariamente no Jornal Correio Popular de Imperatriz.

CARIOCA É SUSPEITO DE MATAR NARCOTRAFICANTE BRASILEIRO NO PARAGUAI

Arma usada para abater aviões matou traficante brasileiro no Paraguai

Sérgio Lima dos Santos foi preso
 pela polícia paraguaia. 
Foto: Reprodução
O suspeito de ser o responsável pelos disparos de metralhadora calibre .50 que mataram o narcotraficante brasileiro Jorge Rafaat Toumani, nesta quarta-feira, no Paraguai, é um carioca de 42 anos. Sérgio Lima dos Santos foi preso pela polícia paraguaia após ter sido baleado pelos seguranças do criminoso. Após o confronto, além dele, a polícia prendeu oito seguranças de Rafaat, dois deles também brasileiros. As informações são da Polícia Federal brasileira.

Em inquérito de 2009, da 6ª DP (Cidade Nova), Sérgio é apontado como gerente do tráfico na comunidade do Fogueteiro, em Santa Teresa. Ele é investigado por associação para o tráfico de drogas, corrupção ativa e uso de entorpecentes. Sérgio chegou a ser preso no Rio, por roubo, em 1997.

Rafatt, o narcotraficante  que foi morto
Para o juiz Odilon de Oliveira, que condenou Rafaat a 47 anos de prisão em 2014, a facção criminosa que controla o tráfico de drogas em São Paulo pode estar por trás da morte do narcotraficante, assassinado numa emboscada tiros de metralhadora calibre .50, capaz de derrubar até mesmo aeronaves.

— Ali há uma disputa pelo controle do tráfico de drogas na região. Essa facção fez esse serviço porque quer marcar presença e dominar o tráfico na região. E não foi a primeira vez que fizeram algo parecido. No início do ano, houve uma tentativa — opinou o magistrado.

Odilon refere-se ao episódio ocorrido em março deste ano, quando rivais de Rafatt, da facção paulista, tentaram armar uma emboscada para ele. Os criminosos rondavam a casa do traficante, no Paraguai, num carro-forte, mas os seguranças de Rafatt perceberam e acionaram a polícia.

Metralhadora de calibre .50 estava dentro de uma Hilux. Foto: Reprodução

Tiros e perseguição


Rafaat estava dentro de um jipe, na noite dessa quarta-feira, quando um grupo de homens fortemente armados se aproximou em dois veículos: uma Toyota Hilux e um Ford 250. 

Carro onde estava o narcotraficante ficou destruído Foto: Jornal ABC Color
Dentro dos veículos, havia um fuzil AK 47 e metralhadoras, uma delas calibre .50, que é antiaérea. Segundo informações do jornal paraguaio ABC Color, seguranças do traficante reagiram, mas também foram mortos. Após o crime, houve uma grande perseguição policial. Rafatt foi morto com um tiro da metralhadora calibre .50. (Carolina Heringer)

ELEIÇÕES 2016: REGRAS PARA EXPOSIÇÃO DE PRÉ-CANDIDATURA

Tem gente confundindo as coisas e até fazendo “corpo a corpo” nas feiras. 

Depois de muita discussão e espera por parte de todos os envolvidos no processo político, finalmente tivemos a ‘Reforma Política’. Para alguns, não foi bem uma reforma. Para outros, foi satisfatório.
Uma coisa que vem sendo muito confundida pelos políticos é o que chamam de pré-candidaturas. Em nome disso já tem gente em campanha aberta, realizando reuniões nos bairros e até fazendo o chamado “corpo a corpo” nas feiras. Isso pode até não dar em nada, se ninguém ou algum adversário se sentir prejudicado com seu possível concorrente. Pelo sim ou pelo não, é melhor ficar atento para depois não ter a sua candidatura impugnada por campanha fora de época.
A Reforma Política, da forma como ocorreu, não alterou questões constitucionais. Seu campo de alcance foi na esfera infraconstitucional, razão pela qual foram modificados alguns pontos do Código Eleitoral, da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97) e da Lei dos Partidos Políticos (Lei nº 9.096/95).
Com relação aos prazos, tivemos alterações na data de filiação partidária (6 meses antes da eleição, portanto, seria até 02/04/2016), de convenções partidárias (de 20/07/2016 a 05/08/2016), do registro de candidatura (15/08/2016), do início da propaganda eleitoral (após 15/08/2016), da propaganda de TV e rádio (35 dias antes da eleição).
Com isso, o tempo de campanha eleitoral (propaganda) foi encurtado para 45 dias, e a forma da propaganda também sofreu limitações. O tamanho das placas foi reduzido para 0,5 metros quadrado (mais ou menos 70 cm de cada lado) e os cavaletes e bonecos foram proibidos. Quanto aos veículos, não poderão ser envelopados, só serão admitidos perfurados no para-brisa traseiro e adesivos laterais de no máximo 50cm x 40cm. A participação de candidatos a vereador na propaganda de TV e rádio também ficou reduzida: não participarão dos programas em bloco e nas inserções utilizarão 40% do tempo.
No entanto, a Reforma Política trouxe uma novidade muito positiva: a pré-campanha. Todos sabem que até a última eleição (2014) não era admitida menção à futura candidatura antes do início do período de propaganda eleitoral, sob pena de se incorrer nas penalidades da propaganda antecipada. Agora, alguns atos de pré-campanha estão autorizados. No entanto, é preciso observar bem o limite entre que está permitido e o que está vedado, para não utilizar mal a permissão legal.
Pelo teor do artigo 36-A, da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97), é permitido:
  • declaração pública de pretensa candidatura;
  • exaltação das qualidades pessoais dos pré-candidatos em público, em meios de comunicação e/ou redes sociais;
  • pedido de apoio político (desde que não haja pedido de voto);
  • participação de filiados a partidos políticos ou de pré-candidatos em entrevistas, programas, encontros ou debates no rádio, na televisão e na internet, inclusive com a exposição de plataformas e projetos políticos;
  • realização de prévias partidárias e a respectiva distribuição de material informativo, a divulgação dos nomes dos filiados que participarão da disputa e a realização de debates entre os pré-candidatos (proibida a veiculação ao vivo);
  • divulgação de atos de parlamentares e debates legislativos (desde que não se faça pedido de voto);
  • divulgação de posicionamento pessoal sobre questões políticas, inclusive nas redes sociais;
  • a realização, a expensas de partido político, de reuniões de iniciativa da sociedade civil, de veículo ou meio de comunicação ou do próprio partido, em qualquer localidade, para divulgar ideias, objetivos e propostas partidárias (proibida a veiculação ao vivo);
  • os eventos partidários devem ser realizados em ambiente fechado (encontros, seminários ou congressos) e são destinados à organização dos processos eleitorais, discussão de políticas públicas, planos de governo ou alianças partidárias visando às eleições, podendo tais atividades seres divulgadas pelos instrumentos de comunicação intrapartidária.

A lei deixa bem claro alguns pontos vedados, que valem a pena ser destacados:
  • não confundir pedido de apoio, com pedido de voto; em nenhuma hipótese a lei permite que se peça voto ou se faça menção a número ou faça banners para postagem na internet ou panfletos/impressos individuais.
  • em qualquer tipo de evento partidário, é vedada a cobertura jornalística ao vivo;
  • os profissionais de comunicação (jornalistas, comentaristas, radialistas, artistas, apresentadores, etc.) estão proibidos de utilizarem de seu veículo de trabalho (TV, rádio, jornais, revistas), para anunciar pré-candidatura;
  • a partir de 30/06/16 os profissionais de comunicação não podem mais apresentar, participar ou comentar os programas aos quais estavam profissionalmente vinculados;
  • será considerada propaganda eleitoral antecipada à convocação, por parte de detentores de cargos públicos, de redes de radiodifusão para divulgação de atos que denotem propaganda política ou ataques a partidos políticos e seus filiados ou instituições.
Portanto, pré-candidatos, neste momento, muito pode ser feito para divulgação de sua imagem, mas observem atentamente as regras para a exposição de sua pré-candidatura, de modo a não descumprir a lei. E pautados nesta premissa, usem as redes sociais para manifestar posicionamento político, econômico, social. Criem um blog. Participem dos grupos sociais de sua comunidade, dos encontros e reuniões do partido, mas tenham sempre uma postura séria, ética e procurem apresentar sugestões para melhoria das situações apresentadas. Para isso, leiam as notícias diariamente. Fiquem atentos com o que está acontecendo em seus municípios, em seus Estados e em seu País.

No cenário político atual temos um povo irritado com a política, intolerante com os políticos, insatisfeito com a economia. A tecnologia faz com que qualquer situação percorra grandes espaços em poucos segundos. Por esta razão, cuidar da própria imagem, e preservar a imagem do partido, é vital para o sucesso de sua campanha.

MARANHÃO TEM O PIOR SERVIÇO DE TELEFONIA MÓVEL DO PAÍS, DENUNCIAM DEPUTADOS

Deputados prometem realizar audiência pública e enquadrar as empresas do setor para pôr fim ao que consideram uma falta de respeito para com os usuários de telefonia móvel.

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e das Minorias realizou, na manhã desta quarta-feira (15), reunião para discutir sobre a qualidade dos serviços de telefonia móvel no Maranhão. O presidente da Comissão, deputado Júnior Verde (PRB), explicou que o Maranhão continua sendo um dos piores Estados do País no tocante ao cumprimento das metas da Anatel pelas operadoras de telefonia.
Segundo Júnior Verde, em 2014 o percentual de indicadores de cumprimento de metas no Estado foi de 61,4% sendo que a média do setor no país, na época, era de 69,1%. “Esta nossa Comissão, que faz um importante trabalho na defesa da cidadania em nosso Estado, tem um papel preponderante na cobrança da melhoria dos serviços de telefonia em todas as nossas regiões”,  declarou Júnior Verde.
Ele acrescentou que a Assembleia Legislativa vem lutando há vários anos pela melhoria dos serviços prestados pelas operadoras: “Já houve até mesmo a realização de uma CPI aqui nesta Casa, que resultou num TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), mas não houve avanços. O que avançou, mesmo, foi a demanda por estes serviços, em razão da expansão dos mecanismos de comunicação digital”, acentuou Júnior Verde.
Os integrantes da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos decidiram que, no próximo mês de agosto, será realizada na Assembleia Legislativa uma reunião de trabalho com a presença de representantes das operadoras de telefonia, da Anatel e do Ministério Público, para discutir sobre o cumprimento das metas estabelecidas na área da telefonia móvel.

Além de Júnior Verde, a reunião desta quarta-feira contou também com a presença dos deputados Zé Inácio (PT) e Fábio Braga (SD).

DETENTO QUE PODE SER O MAIS ANTIGO DO BRASIL ESTA PRESO HÁ 24 ANOS ILEGALMENTE.

Esse é o Brasil, em  que a justiça condena pobres, negros e analfabetos miseráveis.

Um homem de aproximadamente 80 anos está preso irregularmente no Ceará, após ter sido detido na década de 1960. Isso porque ele recebeu o alvará de soltura em 1989, após ter a pena extinta pela Justiça, mas continua preso no Instituto Psiquiátrico Governador Stenio Gomes (IPGSG), em Itaitinga, na Grande Fortaleza.
De acordo com o portal G1, o caso foi identificado durante o Mutirão Carcerário que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza no Ceará desde 7 de agosto. “Acho que este ser humano, em uma cadeira de rodas, usando fraldas, deve ser o preso mais antigo do Brasil, pois a informação é de que ingressou no sistema prisional na década de 60 do século passado”, afirmou o juiz Paulo Augusto Irion, um dos coordenadores do Mutirão Carcerário do CNJ.
A avaliação do órgão é de que outras 5 pessoas estejam na mesma situação do Ceará, sendo que o caso citado será avaliado pelo Conselho, que tentará resolver a situação. O nome do detento e a causa da prisão não foram divulgados. “Me deparei com seis pessoas internadas que já tiveram declaradas extintas as suas punibilidades, porém permanecem recolhidas devido ao abandono dos familiares, acrescido ainda ao fato da ausência de uma instituição hospitalar própria para abrigá-los. Essas pessoas não mais poderiam permanecer no local, entre as que estão internadas em decorrência da intervenção do Direito Penal.

 A situação dessas pessoas é meramente de saúde, não mais de Direito Penal”, criticou Irion. Segundo dados da Secretaria de Justiça do Estado, existem no Ceará, 19.665 presos. Esse é o Brasil que a justiça condena pobres negros e analfabetos miseráveis.