terça-feira, 3 de maio de 2011

Secretário rebate denúncias do Cavalo de Aço

Alimentos arrecadados foram doados para o Imperatriz e estádio não foi negado para o time 
  
Secretário de Esportes Arnaldo Júnior
O secretário Municipal de Esporte e Juventude (Sesjuv), Arnaldo Gonçalves da Silva Júnior, esclareceu ontem à reportagem que a realização da final do torneio do Trabalhador de Futebol Socyte, no estádio Municipal Frei Epifânio, ficou definido entre a Liga Imperatrizense de Futebol (LIF) e a Prefeitura de Imperatriz que o preço do ingresso para o jogo realizado no último domingo (1º de maio) seriam a doação de dois quilos de alimentos não perecíveis.

Segundo ele, os alimentos arrecadados durante a competição esportiva em homenagem ao 1º de maio – Dia do Trabalhador -- seriam doados para entidades filantrópicas instaladas na cidade de Imperatriz. “Porém, nós conversando com o presidente da Liga, Esmeradson Júnior, decidimos que, em virtude do momento financeiro que enfrenta o time do Imperatriz, resolvermos fazer a doação dos alimentos para o clube”, justificou.

O secretário disse que a entrega dos alimentos aconteceu, no final da tarde, ao time do Imperatriz, em solenidade realizada na “Casa do Atleta”, localizada na rua Rio Grande do Norte, no Centro. “Essa é mais uma contribuinte que a prefeitura dá ao time do Imperatriz”, disse.

Arnaldo Júnior comentou que ficou sensibilizado com o apelo feito pelo presidente do Imperatriz, Ricardo Eduardo Souza, para que fosse doado alimentos para os jogadores do time. “Ele (Eduardo) pediu a todos que pudessem doar arroz, óleo, pães e diversos outros produtos alimentícios para o Imperatriz”, assinala.

Polêmica sobre cessão do Estádio

O secretário Arnaldo Júnior rechaçou comentários dizendo que o estádio Municipal Frei Epifânio não foi negado ao time do Imperatriz. “O que aconteceu foi que a solicitação para que se fizesse o amistoso entre os índios Krikatis estaria inviabilizado na segunda-feira devido a devido do último final de semana”, explicou.

Ele disse que existe uma programação, cuja solicitação deve ser feita de maneira antecipada, principalmente quando se refere de amistosos, mas esclareceu que o estádio não foi negado, estando liberado para qualquer outra data. “O que houve uma foi uma má fé por alguns segmentos políticos”, finalizou. (Gil Carvalho, Tribuna do Tocantins)

2 comentários:

G.D. News disse...

Caro amigo, nós do GD, assim, como vários outros blogs pelo Maranhão afora, estamos sob a ameaça dos corruptos de plantão, nós como os guerreiros de Icatu, estamos sob a mira da Câmara de vereadores, que só são inertes na hora de fazer o bem ao povo, mas, que na hora de querer perseguir e ameaçar estão mais atentos que nunca…Os ilustres vereadores da cidade querem nos calar, com toda sorte de ameaças possíveis, fazem tudo, menos investigar as sérias denuncias que fazemos contra a má gestão na cidade…Eita Maranhão que afunda a cada dia mais…
Veja as ameaças: http://gd-ma.com/2011/05/04/todo-poder-emana-do-povo-e-em-seu-nome/

Blog do Josué Moura disse...

Uma tristeza amigo, mas não devemos baixar a cabeça. "A luta continua"!