sábado, 24 de setembro de 2011

Aprendam com o Brasil, diz Eike Batista aos EUA

Empresário diz que que para sair da crise os Estados Unidos devem exigir que uma parcela maior dos produtos que os norte-americanos consomem seja produzida internamente
 
Reuters
 - AE

NOVA YORK - O homem mais rico do Brasil tem uma mensagem para os Estados Unidos -- sigam o nosso exemplo.

Os Estados Unidos devem exigir que uma parcela maior dos produtos que os norte-americanos consomem seja produzida internamente para estimular o crescimento do emprego, como o Brasil tem feito, disse à Reuters o bilionário Eike Batista nesta sexta-feira.

As regras de "conteúdo nacional" na produção brasileira estão ajudando a expandir a construção naval do país e os serviços de petróleo, segundo Eike. 

Ele disse que empresas como a gigante varejista Wal-Mart devem exigir que os fornecedores chineses produzam parte dos produtos dentro dos Estados Unidos."Eu acho que vocês fariam bem, vocês trariam as fábricas de volta à América", disse Eike em entrevista no edifício da Reuters em Nova York. "Se eu fosse americano, eu ficaria bravo com Wal-Mart. Por que 68, 70 por cento dos produtos vem da China?".

Eike disse que, se produtos como vassouras que o Wal-mart terceiriza para a China fossem em grande parte feitos nos Estados Unidos, os maiores custos para os consumidores seriam compensados pelos benefícios mais amplos da criação de empregos locais.

Ele disse que os EUA têm levado ao limite seu modelo econômico, concentrando esforços em lucro a curto prazo às custas de necessidades mais amplas da sociedade, e sem conseguir corresponder aos interesses dos acionistas de empresas norte-americanas.

Enquanto a Europa enfrenta uma crise de dívida e os Estados Unidos podem entrar em recessão, as indústrias de commodities em expansão no Brasil e o forte mercado interno do país devem impulsionar o crescimento econômico brasileiro para cerca de 3,5 por cento este ano. O Brasil "poderia viver em isolamento esplêndido", disse Eike.

O empresário, considerado a oitava pessoa mais rica do mundo pela Forbes, é o acionista controlador do grupo EBX, cujas empresas operam na mineração, energia e construção naval, entre outros setores.

Regras de conteúdo local podem não criar indústrias mundialmente competitivas imediatamente e os custos podem ser elevados a curto prazo, mas são compensadas por benefícios de longo prazo para o crescimento, disse Eike.

"Você emprega muita gente - é imposto, é criação de empregos e preservação de empregos", acrescentou.

Os Estados Unidos também perderam terreno econômico para países como Brasil ou Alemanha porque suas melhores e mais brilhantes mentes têm buscado trabalho no setor financeiro, em vez de engenharia ou inovação e desenvolvimento, segundo Eike.

Muitas empresas norte-americanas têm sofrido com lideranças ruins que procuram copiar o que outros têm feito ao invés de assumir riscos e responder às mudanças. Executivos das empresas são muitas vezes focados em fazer seus bônus ao invés de inovar, afirmou.
 
"Há uma desconexão na América, eu sinto, com a falta de alinhamento de interesses", disse ele.(BRIAN ELLSWORTH E DAILY MATT) 

3 comentários:

Anônimo disse...

Josué,fico muito triste.em ver o teu blog dar espaço à um tipo igual ao Eike`.Primeiro pelo teu passado político,segundo pela atuaçãoe práticas deste empresario,e terceiro,principalmente,quando voçe desprestigia teu leitores,não publicando os nossos comentarios.Voçe sabe quem eu sou.

Blog do Josué Moura disse...

Lamento caro amigo, apenas eu publiquei o que pensa o mega investidor, não significa necessariamente concordar ou não com ele. Pelo menos um objetivo eu conseguir alcançar, suscitar o debate...Ademais, garanto-lhe uma coisa, não tenho uma opinião formada sobre tudo. Hoje prefiro mesmo é ser uma matamorfose ambulante, como diria Raul Seixas. Quanto aos comentários, só acho que ao criticar tão duramente uma pessoa o crítico deveria assumir sua ação e não usar pseudônimo ou anonimato. Não há nada a temer...

Anônimo disse...

Caro Josué,voçe é voçe e o teu passado.è o passado de alguem que define uma pessoa,pois o passado foi o que ele fez,e que vivenciou,e o passado é que permite imaginar o que voçe será no futuro.Isto sobre todos os aspectos das nossas vidas
Espero que voçe não abra espaço no no teu blog para pessoas que no passado fizeram coisas hediondas,como os nazistas,que mataram mais de 6 mulhões de pessoas,aos comunistas que mataram mais de 125 milhões de pessoas durante 80 anos,e que continuam matando,porem menos.A ala da igreja catolica que durante quase 500 anos promoveu a Inquisiçao,matando milhares de pessoas,em nome de Deus,e hoje temos a versão islamica,que continua matando em nome de Deus.E por aí vai.Temos que não prestigiar estes crápulas da sociedade universal.O Eike é um exemplo de pessimo cidadão,de sem carater e que tem feito lançamentos de ações no mercado moboliario,que todo mundo sabe,que é um estelionato financeiro
Quanto aos pseudonimos e ao anonimato,voçe preve e aceita,e mais do que isto,está previsto nas condições oferecidas previamente em teu blog.
Tem alguns blogs,escritos por esquerdistas,que não aceitam comentarios,onde são contestados pelos leitores,relembrando os grandes ditadores da Urss e outros sanguinarios mais,
Da discussão pode vir a luz,e uma solução para as divergencias do mundo.Voçe sabe quem eu sou.