quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Chapada das Mesas é tema de debate em audiência pública na Câmara

Chapada das Mesas/Carolina-MA, foto: Josué Moura
Audiência Pública sobre o PL 6927/10, de autoria do Deputado Domingos Dutra (PT/MA), Leonardo Monteiro (MG) e Eudes Xavier (CE), que transforma o Parque Nacional Chapada das Mesas, no sul do Maranhão, em reserva extrativista, ocorreu hoje, dia 15, na Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados. 

Participaram da audiência o diretor substituto de Criação e Manejo de Unidades de Conservação do ICMBio, Paulo Henrique Marostegan; a chefe do Parque Nacional da Chapada das Mesas, Luciana Machado; o secretário de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão, Carlos Victor Guterres; o ambientalista e presidente da Comissão Pró-Chapada das Mesas, Deijacy Rego; e o representante da associação dos moradores da Chapada, Jorge Espíndola.

Carolinenses participaram da audiência
O objetivo do PL é permitir que moradores e extrativistas continuem exercendo suas atividades na área do parque. Criado em dezembro de 2005, o parque possui uma área de 160 mil hectares e está localizada nos municípios de Carolina, Estreito e Riachão.

De acordo com o Deputado Domingos Dutra, “moram e trabalham na Chapada das Mesas área cerca de 400 famílias, que vivem exclusivamente da agricultura familiar e do extrativismo. Preservar a área, eliminando e excluindo as populações tradicionais que lá vivem e trabalham há séculos, não é justo nem humano", enfatiza o Deputado.

Para Jorge Espíndola, a audiência foi proveitosa, pois, pela primeira vez, a população foi ouvida. “Consegui sintetizar e expor todas as nossas angustias e frustrações. Queremos preservar as nossas terras, animais, plantas e rios, mas também, manter nossa permanência onde nossas famílias vivem há séculos”, declarou Espíndola.

A Comissão fará visita a Chapada, ainda sem data agendada, pois, necessita ainda da aprovação da população por meio de abaixo assinado da população. Outra deliberação é o encaminhamento de abertura de processo administrativo para alterar o termo parque para reserva ambiental ao Ministério do Meio Ambiente e ao Instituto Chico Mendes a fim de aliar conservação ambiental e habitação.  (Salis Chagas)

Um comentário:

Nilson disse...

Este Dutra esta de brincadeira com os moradores da regiao. Sou filho de morador da area atingida pelo parque! Gostaria de Saber do Sr Dutra, como e que os moradores vao sobreviver com renda de piqui ou bacuri? Ele nao conhece nada da regiao. Esta e pra colocar um nariz de palhaço.