quinta-feira, 15 de setembro de 2011

MARANHÃO DO SUL: Frente Popular pela criação do Maranhão do Sul reune a imprensa em café da manhã

Membros da Frente Popular, com o dep. Ribamar Alves
A Frente recebida pelo Ministro Edison Lobão
A Frente Popular pela criação do Maranhão do Sul, vai se reunir com a imprensa de Imperatriz, nesta sexta-feira (16/09) as 08:00h no espaço do restaurante do Centro de Convenções.

Do encontro, que servirá para anunciar alguns passos para uma campanha visando colocar nas pautas da Câmara e do Senado a votação do pedido de autorização para o plebiscito, também devem participar o comitê pró-Maranhão do Sul, lideranças comunitárias, sindicais e políticas.

A Frente quer que a imprensa de Imperatriz ajude a mobilizar a sociedade para que possamos finalmente conseguir em Brasília que um dos dois projetos estacionados na Câmara ou no Senado, entre na pauta de votação para a autorização de realização do plebiscito que nos dará o sagrado direito de decidir pela criação do Maranhão do Sul.

É agora, não podemos deixar passar esse momento em que o Pará e outras unidades da federação puxam o debate sobre a redivisão territorial do país. Se eles podem, por que não podemos? O que temos a perder em empuharmos novamente nossa bandeira?
Entenda o assunto:
Em meados do mês de  maio passado, uma comissão da Frente Popular esteve em Brasília em busca de apoio para colocação dos projetos em pauta ( eu fiz parte da comissão). Tivemos a palavra do Ministro Edison Lobão e do deputado Sarney Filho, de que ambos se empenhariam sobre o assunto, cada um na sua esfera.  Lobão prometeu que iria falar com Sarney e mobilizar as lideranças no Senado para colocar o projeto de sua autoria que lá se encontra, em votação. Já Sarney Filho (PV-MA), que é o líder da bancada marannhese na Câmara, prometeu que na primeira reunião que tivesse com os deputados do Maranhão, iria tratar do assunto e traçar estratégias para conseguir colocar o projeto - que agora é de responsabilidade do deputado Ribamar Alves (PSB-MA) (foi apensado ao do ex-deputado Sebastião Madeira) - na pauta, para finalmente ser votado o pedido de plebiscito.
Já se passaram quatro meses e até agora nada foi feito, no que requer urgentemente  das forças políticas sul-maranhenses e das lideranças em geral uma grande  mobilização em torno do assunto. A imprensa de Imperatriz, blogueiros e demais meios de comunicação deverão ser o "carro-chefe" dessa retomada da luta pelo Maranhão do Sul.

Nenhum comentário: