quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Vereadora de João Lisboa preocupada com impactos ambientais causados pelo futuro ramal ferroviário da Suzano

Vereadora "Maria do Sindicato"
Em atendimento a solicitação da vereadora Maria Rodrigues Araújo (PSB), a Maria do Sindicato, a Câmara de Vereadores de João Lisboa realizou ontem, no gabinete da presidência, audiência com os diretores do grupo Suzano. A informação foi prestada à reportagem pela vereadora-presidente Sônia Maria Mota Santana (PSDC).

Participaram da reunião o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de João Lisboa (STTR), Cosmo Rodrigues; a secretária Vanderly Rodrigues (Agricultura); o engenheiro Agrônomo, Pablo Henrique; o assessor jurídico da Câmara, Cledilson Maia e os vereadores Manoel da Costa (Doutor); Sônia Mota (presidente), Luís Vicente, Maria do Sindicato e João Menezes.

“Nós solicitamos aos diretores da Suzano explicações sobre a construção do ramal ferroviário que passará pelo município de João Lisboa, na altura da localidade Centro dos Pintos, próximo ao povoado Centro dos Carlos”, assinalou a vereadora Maria do Sindicato.

A parlamentar manifestou preocupação em relação ao impacto ambiental, poluição sonora, danos a fauna e a flora. “Esse reflexo é percebido pelos moradores da Vila Norte-Sul, pois existem problemas relacionados à poluição sonora, bem como a infraestrutura das residências que está comprometida devido a trepidação das locomotivas na ferrovia”, comparou.


Compensação


Mauro Rangel, executivo da Suzano, informou que a empresa pretende construir implantar no município biblioteca, cinema popular, reforma de prédios escolares e cursos profissionalizantes para jovens e adultos em João Lisboa.

“Nós pretendemos realizar outra audiência com os diretores da Suzano, principalmente para esclarecer sobre os investimentos sociais e a construção do ramal ferroviário que sairá da Estrada do Arroz, passando 10 km pelo município de João Lisboa”, finalizou.(Gil Carvalho)

Nenhum comentário: