quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

ELEIÇÕES 2012 e a Pesquisa da Escutec em Imperatriz: "Devagar com Andor que o santo é de barro"

Muito alvoroço no meio político imperatrizense - pelo menos por parte da oposição - por conta da pesquisa da Escutec divulgada com estardalhaço no início dessa semana  por jornal claramente tendencioso a um dos grupos políticos da cidade. Em letras garrafais o Correio deu a notícia como se a eleição fosse amanhã: "Ildon 44,4% X 43,3% Madeira"!

Cada um acredita naquilo que quer, mas como dar crédito a uma pesquisa que ouviu apenas 600 (seiscentas)  pessoas  em cinco bairros  (cerca de 120 pessoas por bairro) em uma cidade como  Imperatriz onde  temos mais de 100 mil eleitores espalhados por quase uma centena de bairros e mais de 20 povoados?

O cenário colocado pela pesquisa de uma eleição com 87, 7% só para dois candidatos (Ildon X Madeira), é uma idiotice. A pesquisa mostra em outros cenários mais realistas que prováveis candidaturas de oposição  teriam mais de 30% dos votos (Pastor Porto, com 12,9%; Carlinhos Amorim, com 9% e Edmilson Sanches, com 8,8%). Leve-se em conta ainda que a pesquisa simplesmente ignorou três pré-candidatos a prefeito, um do PT (?) Ribinha Cunha (PSC ) e Justino Filho (PTC ).

Como política não é uma ciência exata, as estatísticas precisam sempre ser analisadas com cuidado. E os atores envolvidos precisam jogar com mais honestidade, afinal de tanta eleição nesse país, nós os eleitores, estamos ficando mestres e conseguimos vislumbrar com facilidade as jogadas políticas  visando manipular números e criar cenários duvidosos ou impossíveis...

Mesmo com pesquisas sérias, faltando pouco menos de um ano para as eleições de 2012, as pesquisas eleitorais que invariavelmente são apresentadas servem para muita coisa, menos para prever os resultados eleitorais. Neste momento pré-eleitoral as pesquisas têm outras finalidades: consolidar candidaturas, conseguir apoios, recursos, etc.

Portanto devagar com o Andor,  porque o santo que a pesquisa quer reiserir na política imperatrizense - mesmo estando hoje DEFINITIVAMENTE julgado e condenado por improbidade administrativa -, é de barro.

Aos analistas apressados é preciso saber que interpretar pesquisas não é um exercício de futurologia, mas é importante ter em mente algumas dicas, como acompanhar tendências, comparar cenários, analisar a conjuntura atual.

Mas de tudo que foi dito sobre a pesquisa em jornal e blogues, ví dois textos equilibrados que resumem tudo sobre a que se presta a pesquisa da Escutec, tão comemorada por ildistas, comunistas, entre outros que se dizem oposição ao prefeito Sebastião Madeira (PSDB). Para fechar o assunto  leiam os dois textos a seguir:
 
Dificilmente Ildon sairá candidato se os números continuarem favorável a Madeira.

Ildon, quer "o cavalo selado"
Quem preferir puxar a pesquisa a favor do Ildon, pode até fazer um merchandising, mas fará isso somente aqueles que tem simpatia a sua candidatura. Se avaliarmos a pesquisa num todo, e não somente como os Ildistas viram, teremos uma situação favorável ao atual prefeito Sebastião Madeira.

Há quem acredite na disputa Ildon x Madeira, mas é quase impossível Ildon disputar uma eleição sem ter a certeza da vitória.

Madeira segue na frente na maioria das possibilidades avaliadas na pesquisa. Pra quem acreditava na ameaça de Sanches, vê hoje a candidatura minguar. A possibilidade de ameça do intelectual é disputada com sua fraca atuação no legislativo e o joga abaixo e sem chances de subida, já que o resultado reflete a sua candidatura anterior, quer dizer, os mesmos eleitores, ou sonhadores.


De mal agradecido a herói, Saches pode ser o peso favorável na reeleição de Madeira.
Se Ildon será candidato ou não é outra historia, mas quem conhece a figura sabe que nem o dinheiro e nem a derrota não estaria na possibilidade da sua candidatura, quem vai bancar sabe que é mais barato investir no prefeito e de quebra ganhar apoio futuro, de que investir em um balão que talvez não passe de onde está, o segundo lugar.
Enfim, Ildon e Rosângela Curado não afetam a reeleição de Madeira, já que há mais candidatos e não somente um confronto direto como os Ildistas sonham. (Holden Arruda).

Pesquisa de Imperatriz, o que dizem os números

Madeira, só perde se  aliados PDT e PPS se juntar ao PC do B
Dizem que os números não mentem jamais. A interpretação dos números, todavia, apresenta leituras diversas, senão, vejamos.

O Jornal o Correio de Imperatriz publicou pesquisa realizada pela Escutec que ouviu 603 pessoas nos dias 21,22 e 23 e se encontra registrada na Justiça Eleitoral.

Vamos a pesquisa:

Primeiro o número de pessoas ouvidas foi 603 eleitores de um contingente de cerca de 120 mil. Uma amostragem a meu ver pouco representativa.

O dado revelador é simples: O prefeito Madeira somente perderia a eleição se o PDT e o PPS de Imperatriz se enfileirassem com o PCdoB emprestando força partidária e eleitoral a candidatura do vereador Edmilson Sanches.

Se isso ocorrer, Inês é morta para Madeira. A disputa eleitoral ficaria então entre Ildon Marques (PMDB) - se for realmente realmente candidato porque dizem que ele tem problemas legais de inelegibilidades - o e Edmilson Sanches do PCdoB.

Assim, o prefeito Madeira (PSDB) precisa trabalhar a reedição da aliança com o PDT e PPS buscando a equação possível que tem como complicador quais dos dois indicará o vice. Ou seja, se continuará, como defendo sendo do PDT ou se Pastor Porto ocuparia este espaço na cota do PPS.  Essa é a  minha interpretação (Marco Aurélio Gonzaga - Advogado e membro da Comissão Provisória do PDT de Imperatriz).

5 comentários:

Anônimo disse...

A pesquisa serve para todos os demais. Menos para mostrar que o Madeira está tão ameaçado a ponto de até o saturado Ildon Marques ter mais chances que ele? Pior que o direcionamento da pesquisa é essa tentativa de distorcer a realidade. Madeira está mais do que ameaçado, muita coisa tem mudar senão o Madeira não se reelege.

Anônimo disse...

Vc fala em pesquisa direcionada e jornal tendencioso, vejamos o jornal e do sec de estado sergio macedo leia se roseana, e peloque sei roseana apoia e madeira, e para sua informacao ildon e mais candidato do nunca, nao tem nenhum impedimento juridico caro blogueiro, kd o seu candidato carlinhos? Ja viu cavalo passar selado varias vezes e vai ver de novo

Marcio Papel disse...

Chega de candidatos que não tem projetos pra cidade, Imperatriz tem mais de 240 mil pessoas, é uma metropole tem que olhar pra frente e o único que tem projetos viavéis pra cidade é o Sanches, vamos dar uma chance a ele. Sério, honesto e com projetos. Até mais.

justinofilho disse...

E A ANALIZE NAO FOGE A REGRA JA QUE ELA NAO FALAR DOS ZUMBIS QUE ANDAM POR AI COMO JOMAR.JOAO BATISTA,E EXPEDITO BARROSO, QUE NEM PRE CANDIDATO MAIS E JA QUE historiador Adalberto Franklin SERA POSTO A VICE DE ALGUEM AI.MAIS E ASSIM NO FINAL VAI SER SO CINCO CANDIDATOS SO ISSO E PRONTO.

Anônimo disse...

o analfabeto do justino tinha que abrir a boca!!!!