sexta-feira, 11 de maio de 2012

Juiz da 3ª Vara Cível presta conta a sociedade de Imperatriz

A Correição Geral Ordinária realizada na 3ª Vara Cível da comarca de Imperatriz encerrou na última terça-feira (8), segundo informou ontem à reportagem o juiz José Ribamar Serra. “Nós tivemos excelentes resultados, uma vez que correios-gerais todos os processos da referida vara”, destaca.

Juiz José Ribamar Silva
Ele disse que durante a correição, realizada no período de 2 de abril a 8 de maio, foram feitos 3.400 atos, sendo 3.059 despachos, 132 decisões, e 209 sentenças. Ele constatou que existem na Secretaria Judicial 3.400 atos a serem cumpridos. “Existe um congestionamento devido à serventia dispor de apenas de cinco servidores, sendo que, duas se encontram com recorrente afastamento das atividades laborais por enfermidades”, conta.

O juiz José Ribamar Serra esclareceu que o fato já foi comunicado à Corregedoria Geral de Justiça, quando esteve em Imperatriz, no sentido de viabilizar a remoção provisória de servidores para dar vazão aos 3.400 atos judiciais que estão esperando providências.

“Nós queremos agradecer as partes, aos ilustres advogados, que tiveram a compreensão de atenderem ao apelo da suspensão dos prazos, e atendimento da secretaria do juiz da 3ª Vara Cível durante o período correicional”, assinala ele, que diz ter agora “a radiografia da unidade judicial” que irá proporcionar um melhor trabalho, visando sempre a boa prestação jurisdicional.
O magistrado parabenizou todos os servidores lotados na 3ª Vara Cível que “vestiram a camisa do serviço público, e deram tudo de si, para que a Correição tivesse excelente resultado positivo”.

Ribamar Serra lembra “o esforço incalculável dos servidores da 3ª Vara Cível, que também é prestação da tutela jurisdicional, sendo que a prestação da boa justiça, não deve ser agradecida, mas parabenizada, segundo nos ensino o Águia de Haia, Rui Barbosa”.


Nenhum comentário: