quinta-feira, 17 de abril de 2014

CAMPESTRE DO MARANHÃO: EX-VEREADOR CÍCERO MIRANDA PERMANECE NA OPOSIÇÃO COM FLÁVIO DINO, DEOCLIDES E VALÉRIA MACEDO


"Prefiro perder o cargo de secretário, mas não perco minha honra, não abandono aqueles com quem sempre caminhei".
Cícero Miranda, durante recente reunião em que aconteceu a adesão da vice-prefeita Jesus

Com essas palavras, o ex-vereador Cícero Miranda, atual presidente da comissão provisória do PDT de Campestre do Maranhão, se despediu do cargo de secretário de Cultura do Município, depois de ser exonerado pelo prefeito Valmir Morais (PT).

Numa verdadeira “caça às bruxas”, Valmir, que antes era ligado ao deputado Domingos Dutra, aliado do ex-prefeito de Porto Franco Deoclides Macedo, agora é “sarneysista de carteirinha” e resolveu tirar do governo qualquer um que não aceite seguir sua desastrada decisão.
Cícero Miranda  com Deoclides em encontro do PDT de Campestre em 2010, já nas articulações para o apoio à Valmir Morais, último à direita
Cícero Miranda, que inicialmente ocupou o cargo de secretário de Saúde, depois de Cultura, ainda fazia parte da gestão do prefeito Valmir, mas como um "peixe fora dágua", pois sempre teve uma posição política declarada. Desde 1992 na campanha eleitoral para prefeito em Porto Franco, quando Campestre ainda era distrito portofranquino, que tinha como candidatos a prefeito Deoclides Macedo e vice (in memorian) José Teixeira de Miranda (Zé Miranda), que Cícero é aliado de Deoclides Macedo, ex-prefeito e atual Procurador Geral do município de Porto Franco.

O pedetista Cícero Miranda exerceu seu primeiro mandato de vereador entre 2009-2012, na base do ex-prefeito Emivaldo Macedo e em 2012, a pedido de Deoclides Macedo e do então prefeito Emival, foi o primeiro vereador a ir publicamente declarar apoio total a pré-candidatura do atual prefeito Valmir Morais (PT). Em primeiro de janeiro de 2013 foi nomeado Secretário Municipal de Saúde, onde ficou até o fim do mês de agosto do mesmo ano, posteriormente convidado a ocupar outra pasta, a Secretaria de Cultura, Desportos, Lazer e Turismo, permanecendo até o dia 31 de março de 2014, sendo Exonerado através do Decreto Municipal 27/2014 do dia 1º de abril. 
 PDT de Campestre e demais aliados com Deoclides, em 2010, já nas articulações para o apoio à Valmir Morais, penúltimo à direita
“1º de abril é considerado o dia mundial da mentira, mas foi verdade mesmo, eu fui exonerado devido minha  posição política”, diz sorridente Cícero Miranda.

Cícero Miranda, juntamente agora com a vice-prefeita Maria de Jesus (PSL) e outras lideranças políticas e comunitárias representam a oposição estadual no município, depois que o prefeito Valmir se bandeou para o grupo Sarney.  

“Juntos vamos apoiar os pré-candidatos da oposição, que tem como liderança maior Flávio Dino que é o nosso nome para o Governo do Estado, para o Senado o vice-prefeito de São Luís Roberto Rocha, para a Câmara Federal o ex-prefeito de Porto Franco Deoclides Macedo e à reeleição da atual Deputada Estadual Valéria Macedo. Vamos com certeza mais uma vez mostrar a nossa força que vem do povo de Campestre que assim como nós quer mudanças no Maranhão e reconhece em Deoclides e Valéria aqueles que sempre ajudaram nosso município”, disse Cícero Miranda. (Primeiro Jornal, editado pelo blog).

Nenhum comentário: