sábado, 12 de abril de 2014

ESCOLA MACHADO DE ASSIS RECEBE PROJETO ARTE & CIDADANIA NAS ESCOLAS

Dia 25 de abril o projeto será levado para Escola Paulo Freire
Zeca Tocantins comanda a programação cultural.
Na manhã da última sexta-feira (11) alunos, professores, coordenadores e gestores da Escola Machado de Assis receberam pela segunda vez com muita festa o projeto Arte & Cidadania nas Escolas. Nem mesmo o sol escaldante tirou a alegria dos estudantes que lotaram o pátio descoberto daquele estabelecimento de ensino.

Em face a essa situação, a programação começou logo às 07h40, quando os alunos receberam nas salas de aula os membros do Comissariado de Justiça que levaram a eles noções de ética e cidadania. Após as palestras, como é de praxe no projeto, os estudantes ocuparam o pátio da escola para assistirem e participarem do momento cultural.
 
A programação começa com noções de ética e cidadania.
Comandado por seu idealizador e coordenador, Zeca Tocantins, ele lembrou, inicialmente, que o projeto homenageia em cada edição o cantor e compositor Neném Bragança, um dos primeiros artistas a abraçar o projeto, mas encontra-se afastado por problemas de saúde. O cantor e músico Clodoaldo Bezerra vem desempenhando muito bem a função que era de Bragança.

Primeira a se apresentar a estudante Vaniele Oliveira fez um recital da leitura de cordel de autoria de uma aluna e uma professora da escola. Em seguida um grupo de alunos do 8º Ano “A” deu um show musical, exemplo seguido pelo grupo do 9º Ano “A”, que interpretou uma canção de Zeca Tocantins. O músico Alberto, da Cia. Sotaque, pai de alunos também interpretou música de sua autoria.
 
Grupo da escola se apresenta aos colegas e convidados.
Os professores receberam do projeto kits de livros e CDs de escritores da Academia Imperatrizense de Letras – AIL representada, na ocasião, pelos escritores Livaldo Fregona e Domingos Cezar, e de cantores e compositores locais. O presidente da Fundação Cultural de Imperatriz – FCI, Antonio Mariano de Lucena Filho falou do objetivo de projeto de levar para as escolas cidadania e arte, despertando nos alunos suas aptidões artísticas.

O juiz de Direito, Delvan Tavares, coordenador na área de ética e cidadania, disse que o projeto vem alcançando seus objetivos que é influenciar os alunos a se dedicarem cada dia mais nos estudos com o objetivo de formar bons profissionais e verdadeiros cidadãos. “Manter vocês na escola em busca de uma profissão certamente os afasta dos perigos da prostituição e das drogas”, frisou o magistrado.
 
Juiz Delvan Tavares: A escola livra-os da prostituição e das drogas  
Ao se despedir da escola, Zeca Tocantins agradeceu o comportamento e engajamento dos estudantes e professores ao receber autoridades, intelectuais e artistas que integram o projeto. A diretora Ana Amélia Santana de Sousa, falou da satisfação da escola em receber o projeto, o qual, segundo ela, tem levado a cidadania e alegria para os alunos, através da arte. 

(Domingos Cezar/ASCOM).

Nenhum comentário: