segunda-feira, 7 de abril de 2014

OLIGARQUIA SARNEY PERDEU O PRUMO: LUÍS FERNANDO "JOGA A TOALHA"

Luís Fernando
O ex-secretário de Estado da Infraestrutura, Luís Fernando (PMDB) emitiu um comunicado na manhã desta segunda-feira (7), onde apresenta os motivos que o levaram a desistir da sua pré-candidatura ao cargo de governador do estado. Veja a nota na íntegra:


Comunicado de Luis Fernando Silva ao povo do Maranhão

A propósito da minha pré-candidatura ao Governo do Maranhão, comunico à sociedade maranhense que:

1 – Na proximidade do período eleitoral, os grupos políticos iniciam um processo de articulação visando à escolha de nomes para a disputa. A cultura política brasileira instituiu para esse período a figura do pré-candidato;

2 – Em julho de 2013, as lideranças políticas do grupo ao qual pertenço atribuíram a mim tal condição de pré-candidato e não de candidato. Aproximando-se a campanha propriamente dita, é natural, no mundo político, que tal condição se altere, no interesse do êxito eleitoral;

3 – Concluída a missão de auxiliar do governo, na qual tive a honra de exercer, a convite pessoal da Governadora, os cargos de Secretário-Chefe da Casa Civil e de Secretário de Estado de Infraestrutura, após análise da conjuntura política e dos prováveis cenários em que ocorrerá a campanha eleitoral, manifestei a Sua Excelência, antes da data da minha desincompatibilização e do seu anúncio de permanecer ou não à frente do Poder Executivo até 31 de dezembro, a decisão de não concorrer ao pleito, deixando a critério do grupo político o momento adequado para promover a devida substituição;

4 – Ressalto a confiança, o apoio e a distinção de que sempre fui alvo por parte da Governadora Roseana no exercício dos referidos cargos de Secretário de Estado bem como na atividade político-institucional a eles inerentes;

5 – Destaco, também, que integro o círculo de amigos pessoais da governadora Roseana Sarney e dos seus familiares;

6 – Nesta oportunidade comunico, também, a decisão de permanecer como integrante do grupo, prestando apoio político ao Governo Roseana Sarney e me mantendo na luta pelo desenvolvimento do Maranhão;

7 – Valho-me desta oportunidade para manifestar a minha gratidão à Governadora, aos Senadores, aos ex e atuais deputados federais e estaduais, prefeitos, vice-prefeitos e vereadores que integram o nosso grupo político, assim como aos líderes comunitários e estudantis, dirigentes de organizações da sociedade civil, movimentos sociais, militantes partidários, imprensa, usuários das redes sociais, cidadãos e cidadãs de todo o Maranhão que me acolheram, apoiaram e estimularam o cumprimento da missão de levar obras públicas a todas as cidades maranhenses;

8 – Finalmente, ao Maranhão, que testemunhou em mim compromisso e dedicação ao trabalho, reafirmo a esperança, que me conduziu durante todos esses anos, por um futuro ainda melhor.

São José de Ribamar, 07 de Abril de 2014

Luis Fernando Silva 

Comentário do Blog: 

GRUPO SARNEY PERDEU O PRUMO!

Com a "desistência" de Luís Fernando, o quadro político governista agora fica indefinido. Por enquanto reina a especulação, o disse-me-disse. Um desses comentários  é que o pré-candidato agora é o senador suplente Edison  Lobão Filho, o popular "Edinho Trinta".
Edinho Lobão
Em Imperatriz, segundo matérias publicadas em blogs com afirmações atribuídas ao próprio prefeito Sebastião Madeira (PSDB), este teria avisado que não apoia Edinho Lobão.  

Sebastião Madeira estava andando o Maranhão inteiro com Luis Fernando e por onde passava sempre o elogiava e falava de sua capacidade técnica-administrativa e política porque reconhecia que ele seria o melhor para o Maranhão.

A verdade é que Luís Fernando contava o tempo todo com a possibilidade de disputar no cargo já agora como governador eleito indiretamente, Roseana saindo do cargo para disputar uma vaga no Senado. Mas insegura, com medo de duas derrotas, uma na Assembleia e outra para a oposição na disputa pelo senado, a filha de Sarney resolveu continuar governadora até o pagar das luzes - para o sarneysismo -, dia 31 de dezembro de 2014.

Com isso, Luís Fernando "jogou a toalha". Vamos aguardar agora o desenrolar dos fatos...

Nenhum comentário: