quarta-feira, 16 de julho de 2014

ILDON MARQUES SOFRE DUAS IMPUGNACOES EM SUA CANDIDATURA

Ildon Marques
Demorou mais saiu: o ex-prefeito de Imperatriz Ildon Marques de Souza (PMN) acaba de sofrer duas impugnações no registro de sua candidatura a deputado federal pela coligação "Por um Maranhão mais forte".

As impugnações feitas pelo Ministério Publico Eleitoral e pela coligação "Todos pelo Maranhão 2", chegam em cima do prazo, mas em boa hora, pois seria muito ruim para o estado democrático de direito um vilão como o ex-prefeito de Imperatriz que seguramente é o maior ficha suja do sul do Maranhão, conseguir passar ileso com sua candidatura a deputado federal. Seria um deboche às leis, um motivo para o descrédito nas instituições.

Mesmo assim, em Imperatriz seus aliados proclamam em alto e bom som que isso é "café pequeno" ou "galho fraco" para o ex-prefeito que tem muito grana para gastar e vai conseguir passar por cima desse obstáculo.

Dizem que o homem tem muita grana mesmo e compra qualquer decisão judicial. É, na declaração dele a Justiça Eleitoral, ele disse que tem em dinheiro vivo, ou seja, no cofre em casa, a bagatela de 1.940.000,00. É muito dinheiro em espécie. 

Dizem que Roseana, Lobão pai e Lobão Filho não medirão esforços para viabilizar a candidatura de Ildon Marques, vez que ele é o único representante da oligarquia Sarney com algum folego eleitoral na região tocantina e especialmente em Imperatriz.

O relator do processo de Ildon Marques é o desembargador Guerreiro Júnior, mas há pelo menos cinco decisões do Tribunal de Contas do Maranhão que julgou irregular as contas do ex-prefeito de Imperatriz, não será portanto uma tarefa fácil produzir um relatório favorável para um caso como esse.

O Ministério Público Eleitoral e a oposição estão fazendo sua parte, resta saber se o Judiciário maranhense vai julgar o caso com isenção ou se vai tornar letra morta a Lei da Ficha Limpa. Qualquer que seja o desfecho se dará no TSE em Brasília.

Enquanto isso, Ildão terá que dar muitas explicações ao seu eleitorado...

Nenhum comentário: