segunda-feira, 11 de agosto de 2014

JORNAL NACIONAL DENUNCIA: GOVERNO ROSEANA RECEBEU PROPINA DE DOLEIRO PARA LIBERAR PRECATÓRIOS

Meiri Rosa, contadora do doleiro Alberto Yousseff, entregou todo mundo...
O Jornal Nacional mostrou nesta segunda-feira (11/ago) um esquema milionário de propina envolvendo altos cargos do governo Roseana Sarney. O jornal teve acesso ao depoimento de Meiri Rosa, contadora do doleiro Alberto Yousseff, preso pela Polícia Federal em São Luís. Por delação premiada, ela citou vários nomes do alto escalão do governo Roseana.
Gov. Roseana Sarney e o ex-chefe da Casa Civil João Abreu
Segundo a contadora, o doleiro procurou o governo Roseana para oferecer uma propina de R$ 6 milhões para pagar, antecipadamente, uma dívida com a construtora Constran no valor de R$ 120 milhões.
Depois das negociações, segundo o Portal da Transparência do governo do Maranhão, já foram pagos mais de 30 milhões.
Maria da Graça
Marques Cutrim
Helena Maria
Cavalcanti Haickel
Entre os citados no esquema pela contadora, estão a presidente do instituto de previdência do Maranhão, Maria da Graça Marques Cutrim; a procuradora do estado Helena Maria Cavalcanti Hackel e o secretário de Governo João Abreu.
Segundo a contadora, se o suborno não fosse pago integralmente, as parcelas seriam suspensas. No dia em que foi preso, Yousseff estava em São Luís trazendo R$ 1,4 milhão com parte do suborno. Segundo a contadora, o funcionário do governo do Maranhão que recebeu o dinheiro achou que “valor era pouco e deveria consultar a Governadora” (Do Maranhão da Gente).

Nenhum comentário: