segunda-feira, 29 de setembro de 2014

MATERIAL DE CAMPANHA FEITA IRREGULARMENTE PREJUDICA CONSUMIDORES DE ENERGIA ELÉTRICA



Em período eleitoral facilmente são encontrados materiais de campanha de candidatos espalhados pela cidade. Porém, dentre todos os tipos de material e métodos de campanha eleitoral, a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) alerta a população quanto à colagem de adesivos sobre medidores de energia elétrica.

Ao notar adesivos no medidor da residência, o morador deve retirá-los imediatamente, pois o passar do tempo os faz ressecar e se fixar, de modo que dificultem a retirada e danifiquem o aparelho de medição. 

Isto só causa problemas ao consumidor, pois o adesivo na superfície do medidor dificulta a leitura do consumo de energia e, consequentemente, gera imprecisão do faturamento.
Em casos mais graves, ocorre o total impedimento da leitura, que legaliza a Companhia a fazer o faturamento de acordo com a média de consumo dos últimos 12 meses anteriores à constatação do impedimento, de acordo com as normas da agência reguladora do setor de energia, a ANEEL, nos art. 87 e 171. 

Deste modo, mesmo com o consumo inferior da energia no mês atual, o cliente pode receber uma fatura de energia com consumo maior em função do impedimento de acesso à leitura, baseada na média dos 12 meses anteriores de consumo.

Alguns dos bairros em que a Companhia tem sentido maior dificuldade de leitura por este problema são Cafeteira, Parque das Estrelas, Santa Rita, Bacuri, Beira-Rio e Conjunto Brasil Novo.

É importante ressaltar que o cliente deve tomar cuidado ao retirar os adesivos do medidor, evitando raspar a superfície ou passar produtos que danifiquem o plástico protetor.

Assessoria da Imprensa da Cemar

Nenhum comentário: