terça-feira, 17 de novembro de 2015

CASO IRON, AGORA VAI!

SECRETÁRIO DE SEGURANÇA DIZ QUE O ESTADO VAI DAR UMA RESPOSTA À SOCIEDADE IMPERATRIZENSE SOBRE O ASSASSINATO DO PROFESSOR IRON VASCONCELOS

O secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela disse nesta segunda-feira (16), que o Estado vai dar uma resposta a sociedade sobre o assassinato do professor Ironilson Vasconcelos, mais conhecido como Professor Iron. O crime foi no dia 10 de julho de 2013 e desde então a polícia anunciou investigações, mas não há suspeito preso e nem informação sobre andamento do inquérito ou processo.

Durante visita a cidade ontem, (16), para participação de um evento sobre a municipalização do trânsito em municípios da Região Tocantina, Jefferson Portela se limitou a dizer que iria discutir esse e outros casos e o crime será esclarecido.

“Teremos uma reunião daqui a pouco com o delegado regional Eduardo Galvão, porque estávamos inclusive a pouco na delegacia regional para a posse da nova delegada da DPCA e novo delegado (...), mas tivemos que sair devido a esse encontro aqui”, anunciou.

Portela disse que não só a morte do professor Iron, mas todos os outros crimes serão discutidos nessa reunião técnica com a Polícia Civil, mas não quis adiantar outras informações.

Breve histórico

O assassinato do professor Iron Vasconcelos é um dos crimes que mais repercutiram na cidade nos últimos três anos. O caso chegou a a ser anunciado como esclarecido, mas depois houve recuo sobre o assunto.

Devido a complexidade o Ministério Público solicitou a Secretaria de Segurança Pública uma equipe especial de São Luís para fazer as investigações no entanto depois de vários meses a pasta acabou por nomear o delegado Praxisteles Martins, lotado na regional de Imperatriz, para a missão. Fornte: Imirante.

Nenhum comentário: