quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

PDT maranhense: uma direção "dos sem voto e sem moral”.


Clay Lago, durante coletiva que lançou o CRD
Como filiado do PDT de Imperatriz, eu Josué Almeida Moura, venho anunciar publicamente minha adesão oficial ao Comitê de Resistência Democrática, anunciado em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, 27, pela ex-primeira dama do Estado Clay Lago, que tem como principal finalidade defender o respeito à vontade da maioria dos filiados ao PDT no Maranhão.
Igor e Clay, recebem solidariedade de companheiros do PDT
Maioria essa duramente vilipendiada pela direção Nacional - leia-se Carlos Lupi e seguidores - que ao invés  de renovar a Comissão Provisória Estadual presidida por Igor Lago, filho do ex-governador, resolveu nomear uma nova Comissão, presidida pelo ex-deputado Julião Amin.
Concordo em gênero, número e grau com as afirmações de Clay Lago quando denuncia: “Foi uma intervenção. É uma direção imposta, autocrática e sem nenhuma representatividade”. 
Clodomir, Jean, Julião, Weverton e Dionísio
Realmente, é uma direção sem moral no campo ético, sem representatividade, inclusive de votos. A direção dos "sem voto".
Senão, vejamos:
1 - Julião Amim, deputado federal, tentou uma reeleição foi derrotado nas urnas na eleição passada; qualquer pessoa minimamente versada na política maranhense saberá que Julião é uma espécie de dinossauro da política maranhense.
2 - Weverton Rocha, um dos mentores do golpe contra Igor Lago, candidato a deputado federal, também foi derrotado no último pleito, sem falar que tem uma péssima imagem no Maranhão, onde responde por denúncias de mau gerenciamento quando foi secretário de Esportes. Este, apesar de ainda jovem representa tudo o que a oposição não precisa: mau exemplo de gestão de recursos públicos, vide denúncias nacionais no Ministério do Trabalho e aqui mesmo no Maranhão quando secretário de Estado no governo Jackson Lago.
3 - Jean Carlo, nunca foi votado. Nunca teve votos para se eleger nem a "inspetor de quarteirão", só assomou à condição de vice-prefeito de Imperatriz por intervenção de Jackson Lago que caiu na sua lábia e o indicou vice de Sebastião Madeira. Notem, é um grande ingrato esse Jean. O vice-prefeito Jean Carlo provavelmente não tem força política para se eleger vereador em Imperatriz;
4 – Carlinhos Amorim, deputado estadual, quase não consegue se eleger. Depois de ter tentado se eleger prefeito uma vez, deputado duas vezes, se elegeu “na rabeira”, como se diz no linguajar popular. Tudo isso, mesmo tendo o apoio do prefeito de Imperatriz e do senador Edison Lobão, de quem dizem que é afilhado de batismo.
5 – Clodomir Paz, quer retornar ao poder político a qualquer preço. Faz qualquer negócio para ele próprio indicar-se a vice de Castelo. Apesar de toda vontade de poder Clodomir tem dificuldades as mais expressivas quando o assunto é o voto popular. Por isso, quer ser o carona do prefeito João Castelo.
6 – Renato Dionísio, em termos eleitorais este não existe e é o tesoureiro da Comissão Estadual do PDT. Não tem força política para se eleger a nada em São Luís e como dirigente partidário mais espalha do que agrega. É um polêmico por natureza.
7 - Os outros integrantes da famigerada Comissão Provisória ligados ao presidente Julião Amim e ao Secretário Geral Weverton Rocha nem são dignos de registro, pois não representam nada no contexto continental de votos no Maranhão.
Carlinhos Amorim e Jean Carlo
Nesta oportunidade concito a companheira Clay Lago, ao companheiro Igor Lago e aos demais companheiros dessa linhagem que repensem a situação política de Imperatriz.
Aqui não basta ser filiado oficialmente ao PDT e ser indicado por essa Comissão fajuta para receber a representatividade do ex-governador Jackson Lago, como quer fazer crer o vice-prefeito Jean Carlo e o deputado pré-candidato a prefeito Carlos Amorim.
Também não adianta ficar "por trás da moita" como faz o deputado Carlos Amorim apoiando um movimento ilegítimo e autoritário como este que destituiu a Comissão Provisória dirigida pelo médico Igor Lago. O deputado revela-se oportunista na medida em que viu na queda de Igor uma oportunidade para crescer dentro do partido.
Neste sentido, peço de público que os companheiros Clay e Igor Lago digam o mais rápido possível qual é a direção que os legítimos pedetistas de Imperatriz devem tomar nas eleições deste ano, independentemente da orientação a ser data pela Comissão Provisória fajuta dirigida pelo dinossauro Julião Amim e pelo rato de Palácios Weverton Rocha.
Finalmente, por concordar que temos que ampliar a resistência contra este arbítrio que se abate sobre nosso partido, convoco os demais filiados do PDT de Imperatriz a se juntarem à brava companheira Clay Lago, Igor, Chico Leitoa e tantos outros, no Comitê de Resistência Democrática.
Ao mesmo tempo também convoco os companheiros a repudiarem veementemente a decisão do deputado Carlinhos Amorim (presidente da Comissão Provisória Municipal) e do vice-prefeito Jean Carlo, em participarem desta comissão autocrática, deste infeliz esquema que maculou e dividiu o nosso partido.
Em nenhum momento Carlinhos e Jean reuniram o partido em Imperatriz para debater o assunto, ouvir, pedir a opinião ou mesmo para anunciar seus tresloucados atos de seguirem por um caminho distanciados da vontade da maioria, razão pela qual não merecem o nosso apoio nessa empreitada, nem mesmo para continuarem à frente do partido em Imperatriz.
Registre-se, por último, que o deputado Carlos Amorim não tem demonstrado capacidade de gerir nem a Comissão Provisória do PDT de Imperatriz. Quem não conhece ou ouviu falar em Imperatriz dos problemas de atrasos do aluguel do prédio sede da Comissão Provisória do partido, de não pagamento do salário da funcionária, dos constrangimentos sofridos pelo pedetista mestre João, isso tendo a frente da Comissão um deputado e um vice-prefeito da  segunda cidade maior do Estado. 

11 comentários:

Anônimo disse...

Estimado Josué,voçe tem que ter um pouco de coerencia.Voçe não protestou quando da indicação deste Jean Carlo,para ser o vice do Madeira.Não tem tradiçãao trabalhista,e nem é um esquerdista,pois nem sabe o que isto.Nestes 3 anos de vice prefeito,eu não vi nenhum comentario teu,sobre este pseudo esquerdopata.Quanto ao Carlinhos,não vi nenhum cometario teu sobre a entrada dele no PDT,filho de um capitalista e latifundiario,adjetivos que voçes da esquerda ate tremem ao ouvir falar.Antes não tinham defeitos ,e agora os tem?
eU SOU O TEU ADMIRADOR.

Anônimo disse...

Parabens Josué pela excelente postagem, esses ratos Carlinhos Amorim e Jean Carlo, vão pagar caro. O povo de Imperatriz vai dá a resposta a eles é na urna.
E pensar que esse Carlinho Dorminhoco Amorim só e deputado graças ao Madeira.
carlos castro

Anônimo disse...

Rapaz, eu nunca tinha nem ouvido falar nesse Moura. Cabrinha corajoso... mas já deu pra ver que é um grande imbecil, invejoso. Talvez não consiga passar de um blogueiro medíocre. Por isso tanto veneno.

Anônimo disse...

Caro amigo jornalista vc e um formador de opinião não pode falar inverdades sobre dep carlos amorim ele foi vereador por duas vezes se reelegeu deputado e atuante;quanto ao prefeito madeira ele só jamais seria prefeito se vc não sabe o pai do deputado já foi prefeito.

Blog do Josué Moura disse...

Kkkk!!! É incrível né? Se voc~e nunca ouviu falar de mim é porque é um anônimo covarde e desinformado...

Blog do Josué Moura disse...

Errado, não se reelegeu deputado, antes assumiu por causa da morte do deputado João Evangelista. Quanto ao pai, com todo o respeito que ele merece, foi prefeito de Imperatriz no "tempo do ronca". nem dá pra avaliar e isso não tem nada aver com a questão em discussão aqui.

Anônimo disse...

CONCORDO COM VOCÊ. NÃO ESTAREI AO LADO DELES, TENHO HISTÓRIA NO PARTIDO DESTE 1989, E DOIS MANDATOS DE VEREADOR.
VEREADOR NAZEU (DE SANTA INÊS-MA)

Anônimo disse...

Neste time de pré-candidatura a prefeito de Imperatriz, ainda não vi um que vai conduzir(adquirir) o legado do Dr Jackson Lago de saudosa memória.

Anônimo disse...

Se a administração do ex Prefeito Dr Carlos Amorim foi realizada , no tempo do ronca, como vc expressou, e conseguindo governar com êxito reconhecido pela cidade , um municipio imenso em seu território, com recursos inferiores aos tempos de hoje, é de indagar-secomo é que o seu Prefeito MADEIRA, não estar conseguindo acompanhar , nem de perto , o que o velho carlos fez por Imperatriz. Outra coisinha , o senhor é mesmo filiado no PDT??
FRANÇA-PDT

Blog do Josué Moura disse...

Sr. Anônimo "França", Não dá mesmo para comparar a administração do Dr. carlos, naquele tempo, além dos recursos serem menores, a cidade também era, digamos do tamanho da Vila Lobão, mas mesmo assim, o Dr. Carlos, que foi um prefeito razoavel, tomou emprestimos que até recentemente o municpio ainda pagava. Outra coisa que dizem os mais velhos quando se refere a ele é que era honesto, "não roubava, mas deixava roubar". Finalmente senhores, se identifiquem, será que só anônimos e desconhecidos comentam os blogs?

Eliane disse...

Sim, gente e o que tem a ver a administração do pai do Carlinhos com ele? Dr. Carlos pode até ter sido um bom prefeito, isso não garante que o dorminhoco Carlinhos será. Nem deputado acho que ele repete, vai ser um outro João Batista, podem esperar. Rsrsrsrsrs!!!