quarta-feira, 9 de maio de 2012

DÉCIO SÁ: Assassinato de jornalista será investigado por membros da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Federal

“É muito estranho que, logo após o sepultamento, cessaram as notícias sobre esse crime. Nós não vamos deixar que caia no esquecimento”, afirmou o presidente do grupo Domingos Dutra.


Jornalista Assassinado, Décio Sá
Três representantes da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados realizarão quinta-feira (10/5/12) diligência em São Luís (MA) com o objetivo de obter mais informações sobre o assassinato do jornalista Décio de Sá e buscar ajudar na elucidação do caso.

Décio Sá foi morto a tiros em 23 de abril passado em um bar da capital maranhense. Os autores e o motivo do crime ainda são desconhecidos. Os parlamentares federais terão encontros com vereadores da cidade, integrantes da comissão de direitos humanos local, autoridades da área de segurança, do Ministério Público e do Poder Judiciário.

Deputado Domingos Dutra (PT-MA)
Compõe o grupo que fará a diligência, o presidente da CDHM, dep. Domingos Dutra (PT-MA), a primeira vice-presidente da comissão Erika Kokay (PT-DF) e Severino Ninho (PSB-PE).

Eles pretendem verificar algumas denúncias que receberam quanto a supostas falhas na investigação, assim como eventuais erros propositais na captura das pessoas que estão relacionadas direta ou indiretamente com o homicídio.
“É muito estranho que, logo após o sepultamento, cessaram as notícias sobre esse crime. Nós não vamos deixar que caia no esquecimento”, afirmou o presidente do grupo Domingos Dutra.

Os deputados oferecerão uma coletiva à imprensa sexta-feira (11/5/12), às 8.45 da manhã, na sede da Ordem dos Advogados (OAB) em São Luís (rua Dr. Pedro Emanoel de Oliveira, 1 – Calhau - Telefone: (98) 2107-5403).

Maiores informações com o assessor de Imprensa da Comissão, que acompanhará a diligência em São Luís, Manuel Martínez: (61) 8212 8462.

O QUE: diligência de deputados federais para averiguar assassinato de jornalista no Maranhão;
AÇÃO: coletiva à Imprensa, sexta-feira, (11/5/12) e reuniões com entidades e autoridades, na quinta e um dia depois;
ONDE:  sede da Ordem dos Advogados (OAB) em São Luís (rua Dr. Pedro Emmanoel de Oliveira, 1 – Calhau - Telefone: (98) 2107-5403);
HORA: 8.45 da manhã (tolerância de atraso para o início, 15 minutos);
QUEM: Membros da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados;
CONTATO: Assessor de Imprensa da Comissão, Manuel Martínez (61 – 8212 8462). (Da Assessoria).

Um comentário:

Reinaldo Lima disse...

Boa tarde Josué Moura, tudo que escreviam e eu lia era só mentira? Desse jeito não daá!!! Pensei que os assassinos do Décio estivessem presos, não estão! Abraços. Reinaldo Cantanhêde Lima