quarta-feira, 9 de maio de 2012

POR UMA SÃO LUÍS MELHOR.


Por Aziz Júnior



Os grandes analistas da política brasileira são unânimes em afirmar que um dos seus maiores problemas é a falta de renovação dos nossos quadros políticos. Seja no parlamento federal, estadual ou municipal, assistimos à repetição monótona dos mandatos. Isso engessa a democracia e redunda em prejuízos para a sociedade brasileira. 

Sabemos que a tão sonhada reforma política poderia ajudar na alternância dos mandatos, abrindo a possibilidade para as novas gerações ingressarem na vida pública. Penso que a restrição que hoje existe no executivo deveria ser copiada pelo legislativo, ou seja, reduzir para apenas dois mandatos consecutivos o exercício do parlamento. Isto já ajudaria na democratização dos espaços políticos. 

No Maranhão não poderia ser diferente, aliás, é um pouco pior, como tudo, ou quase tudo, que se refere à política em nosso Estado. Num Estado que exibe os piores índices sociais do Brasil, a ascensão de novas lideranças fica dificultada pelas mazelas do quadro político, onde faltam as condições mínimas de saúde, educação e emprego, mantendo o status quo que beneficia a permanência de antigos e ultrapassados políticos profissionais. 

Estamos nos avizinhando das próximas eleições e nossa querida quatrocentona São Luís vai possivelmente reeleger boa parte de sua bancada exatamente pelas razões supracitadas. Estamos presenciando, talvez, o pior legislativo ludovicense de todos os tempos, com raríssimas exceções e nada, ou quase nada, podemos ressaltar das atividades dos que hoje nos representam. 

É hora de todos aqueles que trabalham por uma São Luís melhor, mais democrática e mais humanizada oferecermos à nossa querida cidade um presente pelos seus 400 anos, formando uma Frente de Renovação Política com esse objetivo. 

Nenhum comentário: