quinta-feira, 3 de maio de 2012

PROJETO DO PODER JUDICIÁRIO OFERECE CAPACITAÇÃO PARA MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA

Com o objetivo de promover inclusão social e Humanizar o relacionamento entre o Poder Judiciário e a comunidade, o projeto “Justiça Social – Além dos Limites Processuais”, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – SENAC e outros parceiros, oferece capacitação profissional à mulheres vitimas de violência em Imperatriz.

Desde o inicio, em 2011, foram atendidas pelo projeto mulheres de baixo nível socioeconômico, participando de cursos como de Auxiliar Administrativo, Doces e Salgados, Operador de Caixa, dentre outros, de modo a garantir sua independência econômica e possibilitando o sustento da família.

De autoria da  juíza Sara Fernanda Gama, titular da Vara Especial de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, a iniciativa visa também indicar o público beneficiado à vagas de empregos, e buscar convênios com faculdades e escolas para sua inserção em programas de ensino e outras intermediações de caráter educativo.

No dia 25 de abril, ao participarem da VI Jornada Lei Maria da Penha, em Brasília – DF, o juiz Nelson Moraes Rego, traçou o perfil das vítimas de violência doméstica no Maranhão e ressaltou a importância das ações desenvolvidas pelos projetos: “Maria Vai à Escola”, de autoria do juiz da capital e “Justiça Social – Alem dos Limites Processuais”, desenvolvido pela juíza Sara Fernanda Gama.

O projeto nasceu na Comarca de Imperatriz, mas foi adotado pela Coordenadoria de Violência Doméstica do Estado do Maranhão, para que seja ampliado para todo o Estado através de ações permanentes e contínuas, numa ampla rede de colaboradores.

Para mais informações: (99) 2101-4519 (Assessoria de Comunicação).

Nenhum comentário: