quinta-feira, 25 de outubro de 2012

SECRETÁRIO DE TURISMO DO MA. DEBATE COM EMPRESÁRIOS A POSSIBILIDADE DO SUL DO MARANHÃO RECEBER MAIS VÔOS DIÁRIOS QUE ATENDAM A DEMANDA DA REGIÃO


“Por ano, o polo Chapada das Mesas recebe pelo menos 650 mil pessoas. Em 2011, 48% desse total que visitou a região foi por motivo de negócios e outros 35% em lazer e visita a parentes, um número que representa a necessidade da região”, frisou Jura Filho.
Jura Filho,  com  dirigentes da Abrav/MA
Para atender a demanda do fluxo turístico e de negócios da Região Sul do Maranhão, o secretário de Estado de Turismo, Jura Filho, se reuniu com dirigentes da Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abrav/MA) e de companhia aérea para discutir a inclusão do sul do estado nas rotas diárias de voos.
O encontro que aconteceu, na quarta-feira (24), no estande da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) montado na 40ª Feira das Américas, no Rio de Janeiro. O evento contou com a participação do presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abav/MA), Guilherme Marques; do diretor comercial da Cia. Azul, Antonio Américo; e de Antonio Lucena, representando os empresários do polo Chapada das Mesas.
Durante o encontro, Jura Filho colocou a necessidade do sul do Maranhão receber voos diários que atendam a demanda da região. “Por ano, o polo Chapada das Mesas recebe pelo menos 650 mil pessoas. Em 2011, 48% desse total que visitou a região foi por motivo de negócios e outros 35% em lazer e visita a parentes, um número que representa a necessidade da região”, frisou.
Ainda, de acordo com o gestor a ideia é oferecer a rota São Luís/Carolina/ Balsas, dando mais uma opção, além de Imperatriz, para a entrada do visitante no estado. “Precisamos criar boas possibilidades de conforto e praticidade para quem deseja conhecer o Maranhão”, avaliou.
Segundo o diretor comercial da empresa, estudo técnico sobre a rota foi encomendado para viabilização da oferta junto a companhia. “Já tivemos uma primeira conversa e hoje estamos pontuando as necessidades e ouvindo do empresariado local as necessidades. Um estudo técnico deve apontar o perfil do visitante para darmos seguimento na estruturação da rota”, ressaltou. Uma nova reunião está marcada para o mês de novembro para definir as novas etapas no desenvolvimento da rota para o sul do Maranhão. (O Estado do Maranhão).

Nenhum comentário: