sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

"O COSTUME DO CACHIMBO DEIXA A BOCA TORTA": POLICIAL ACUSADO DE AMEAÇAR JUÍZA SE CONTRADIZ EM ENTREVISTA À IMPRENSA

Odorico, um "mar de contradições"

Lí no jornal O Progresso que o policial militar Odorico Duarte (ex-segurança particular do ex-prefeito Ildon Marques) procurou a imprensa na tarde de ontem para dar a sua versão a respeito do problema com a juíza Ana Beatriz Carvalho, atualmente respondendo pela Vara de Execuções Penais de Imperatriz.

Pelo que vejo, Odorico se afogou num mar de contradições, ao inicialmente negar que tenha ameaçado a magistrada com uma arma de fogo, fato ocorrido no fim da tarde de quarta-feira (20), na confluência das ruas Coriolano Milhomem e Bom Futuro, no centro. Segundo ela, teve que passar  com o seu veículo por cima do meio-fio para se livrar do policial.

Juíza Ana Beatriz
Em sua versão, totalmente atabalhoada, Odorico Duarte disse que retornava de sua chácara, localizada na beira do rio Tocantins, conduzindo o Fiat Strada placa DIU-3744 Imperatriz e puxando um barco. De repente, percebeu que se encontrava na contramão e teria ficado perturbado, porque as pessoas passaram a buzinar.

Odorico admitiu que tinha tomado três cervejas, mas negou que estivesse embriagado, como também que tenha ameaçado a juíza. “Nem cheguei a vê-la, porque eu a reconheceria”, disse Odorico. Mas a juíza Ana Beatriz afirmou categoricamente que o policial apontou uma arma para ela.

A contradição vem depois, quando a matéria diz que Odorico aproveitou a oportunidade para pedir desculpas à magistrada, como também para dar satisfação à sociedade imperatrizense por esse episódio. "Um fato lamentável que eu quero esquecer o mais rápido possível. Sou um policial com bons serviços prestados à sociedade de Imperatriz e jamais tive qualquer problema disciplinar no Quartel”, disse Odorico.

Ora, se ele nega que tenha ameaçado a Juíza, por que então está pedindo desculpas a ela? Por outro lado não é tão simples assim, querer passar uma borracha no assunto quando diz “quero esquecer o mais rápido possível”. Só pelo fato de ter ingerido bebida alcoólica, estar dirigindo e ainda ter entrado na contramão, já cometeu sérias infrações, imagine apontar um revolver e ainda perseguir durante algum tempo uma pessoa, seja ela magistrada ou não.

“O costume é que põe a boca torta”

O problema é que Odorico, da velha Guarda da PM do Maranhão, sempre teve um comportamento autoritário, basta lembrar as denuncias que foram feitas contra ele quando fazia parte da famigerada “Equipe Cobra”, o chamado "serviço velado" da PM, um grupo de policias que podem realmente ter "prestado grandes serviços á sociedade imperatrizense", mas que várias vezes já foram acusados de passar por cima da lei quando de suas investigações, invadindo residências sem mandado judicial, agredindo fisicamente ou detendo pessoas para  a chamada “averiguação”.

Que esse mau exemplo de um policial seja punido com rigor. É preciso que o sujeito entenda que não é porque carrega uma carteira de PM ou uma farda, que está acima dos demais.

Aproveito aqui para lembrar mais dois episódios envolvendo policiais que também precisam ser apurados e punidos, o de um PM à paisano que  sacou de uma arma durante o carnaval em Porto Franco, causando grande alvoroço e uma denuncia contra o policial ou ex-policial  Bione, que agindo como cobrador teria ameaçado com um revólver um possível devedor. A denúncia contra Bione, que já se livrou de uma acusação de assassinato, foi feita hoje, sexta-feira,22, no programa Bandeira 2,  da TV Difusora, apresentado por Raimundo Roma. 

Tolerância Zero para a violência, arrogância e despreparo...Pricipalmente de agentes públicos...

2 comentários:

Anônimo disse...

Muito Bem Josue,
Parabens,
Vc so esqueceu de mencionar que antes de ser PM, Odorico foi bate pau da Policia Civil. Aqueles Agentes da Prefeitura, solicitados pelo ex-sub secretário Antonio Diniz Raposo, que na época fizeram miseria em Imperatriz, torturando e estorquindo pessoas.
Depois veio a opera~ção tigre e misteriosamente quase todos os bate paus se tornaram PMs, inclsive o Odorico.
Vc poderia fazer uma materia relembrando os fatos.

Anônimo disse...

aqui se faz , aqui se paga.