segunda-feira, 19 de agosto de 2013

É GRAVE A SITUAÇÃO DE ROSEANA!

Gurgel afirma que saques do dinheiro de convênios eram feitos em espécie e depositados na boca do caixa


O parecer do Procurador da República, Roberto Gurgel onde é pedida a cassação do mandato de Roseana Sarney por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2010, apresenta entre os argumentos enumerados uma observação estarrecedora: 
 
Em alguns casos os recursos de convênios assinados pelo governo do Estado em tempo recorde, conforme assinala Roberto Gurgel , tinham os saques feitos em espécie e depositados diretamente na boca do caixa.

Desta forma, em 2010, século XXI , durante um ano eleitoral, em diversas cidades do interior maranhense  recursos públicos foram distribuídos através de convênios que tinham tramitação na velocidade da luz, eram sacados e depositados na boca do caixa e tudo isso ás vésperas da convenção que sacramentou o nome de Roseana Sarney como candidata à reeleição.

Roberto Gurgel relata no parecer a estranheza pela extrema celeridade na tramitação de convênios, que por se tratar de procedimento onde são usados recursos públicos, precisariam de uma tramitação em um prazo razoável. Porém, em apenas dois dias estes convênios eram assinados, publicados no Diário Oficial do Estado e o dinheiro creditado nas contas dos municípios com os saques realizados na boca do caixa, em um processo marcado pela celeridade acima do normal e tudo isto no mês de junho, há menos de 120 dias das eleições.

A pressa e o volume dos repasses são fatos que chamaram a atenção de Roberto Gurgel, ao analisar o processo e contribuíram para que ele decidisse requerer a perda do mandato de Roseana Sarney e do vice-governador Washington Oliveira.

Nenhum comentário: