segunda-feira, 18 de novembro de 2013

COMBATE ÀS DROGAS: SUPERINTENDENTE DA DEFESA CIVIL DE IMPERATRIZ COBRA TRABALHO DA PF

O superintendente da Defesa Civil de Imperatriz e líder comunitário, Francisco das Chagas Silva, o popular "Chico Planalto",  para os mais íntimos, fez um questionamento interessante em sua página na rede social Facebook, sobre um um fato que vem acontecendo mas que não se vê os resultados. Trata-se do combate ao tráfico drogas, esse mal que atormenta o cotidiano de muitas famílias na segunda maior cidade do Maranhão.

Chico Planalto lembra que  "constantemente vemos a Polícia Militar fechar "Bocas de fumo", ou seja, venda de drogas, mas qual é a razão, qual a explicação da Polícia Federal não ter ou não estar realizando apreensão dos grandes distribuidores e fornecedores de Drogas?".

Sede da DPF de Imperatriz
 "Qual é mesmo o mistério, podemos analisar assim, ou os traficantes da nossa região são mais inteligentes que a nossa PF, ou falta empenho dos Delegados responsáveis por tais investigações. Sem duvida as drogas estão entrando em nossa cidade como entra em qualquer outra cidade, mas existe em nossa cidade a Delegacia da PF e nada ouvimos ou sabemos de apreensão de drogas por parte desse importante orgão. Tenho certeza que se existem as chamadas Bocas, tem os distribuidores, e essa droga entra por algum lugar. Está na hora ou melhor, passou da hora de uma atuação forte da Policia Federal!", cobrou Chico Planalto.
Cel. Edeilson Carvalho
Chico não falou, mas eu não poderia deixar de destacar o brilhante trabalho da polícia Militar de Imperatriz, que através de seu comandante o Coronel Edeílson Carvalho, tem infringido duros golpes nos traficantes  - também a Polícia Civil, através do diretor regional, delegado Assis Ramos (veja) -, mas infelizmente parece que eles se multiplicam. Fecha-se uma boca e imediatamente abre-se outra, pois não se arranca a erva daninha pela raiz, logo a mesma brota com vigor.
DPF Fábio Almeida

Por isso tem todo sentido a cobrança de Chico Planalto, o que exige por parte da Delegacia Regional da PF em Imperatriz uma explicação convincente para tanto marasmo. 

Por que  não existe um trabalho conjunto? O que falta para que a nossa PF pegue o " fio da meada" e dê golpes certeiros nos grandes traficantes que fornecem drogas para os "boqueiros" de Imperatriz? 

Com a palavra o Delegado Fábio Almeida Teixeira, diretor regional da DPF de Imperatriz.

Nenhum comentário: