sábado, 30 de novembro de 2013

SE A RAIVA AINDA É UMA DOENÇA QUE MATA O POVO DO MARANHÃO, DE QUEM É A CULPA?

O Maranhão foi o estado da federação que mais teve casos de raiva nos últimos 20 anos.

Então tá! A Secretaria de Estado de Saúde (SES) esclarece que a acusação contra o médico nigeriano, que prestava atendimento autônomo no município de Mirinzal, foi feita por causa da denúncia de negligência dele no atendimento a uma criança na referida cidade do interior do Maranhão. 

Pois bem, não quero entrar no mérito sobre a culpabilidade ou não do Médico Nigeriano, apenas relatar que nunca vi o presidente do Conselho Regional de medicina Abdon Murad, o secretário de Saúde do Maranhão Ricardo Murad, tampouco ninguém da segurança pública  do governo Roseana Sarney se preocupar com denúncia de erros ou negligencia médica. Ao contrário, o que se tem visto é muita cautela e até mesmo omissão por parte desses entes quando um médico é denunciado.

O estado do Maranhão destaca-se negativamente nos registros de casos de raiva animal em todo o Brasil. De acordo com os dados do Ministério da Saúde, os últimos seis casos de contágio da doença no país, foram registrados em municípios maranhenses. Destes, cinco ocorreram na Região Metropolitana de São Luís e um no município de Humberto de Campos, a 260 km da capital. Os casos foram registrados entre os anos de 2011 e 2013 e todos resultaram em óbito.

Segundo o o Portal da Saúde do governo federal, de 1990 a 2013 o Maranhão teve 73 casos de raiva tendo seu pico nos anos de de 1990 e 1991 sendo seguidamente, um ano após o outro registrados  13 casos e em 2005  quando ocorreram 24 casos dos 26 ocorridos no mesmo ano em todo o nordeste.  Notem no quadro abaixo que foi o estado da federação que mais teve casos de raiva nos últimos 20 anos. 

BRASIL: CASOS DE RAIVA HUMANA NAS GRANDES REGIÕES E UNIDADE FEDERADAS DE 1990 A 2013
Clique na foto para ampliá-la

No Piauí, nosso vizinho que sempre serve de base para comparações, de 1990 a 2013 ocorreram apenas 16 casos de raiva humana. Outro vizinho nosso sempre lembrado, o Tocantins teve apenas 9 casos de Raiva no mesmo  período, sendo que há 10 anos não se registra um caso dessa doença na terra do governador  Siqueira Campos.
A penúltima morte por raiva humana no Maranhão foi registrada em São José de Ribamar. De acordo com a coordenadora de Vigilância em Saúde do município, Mágela Oliveira, a vítima teria contraído a doença há cerca de um ano e meio, quando foi agredido por um cão. Como não teria procurado atendimento médico, a pessoa, que não foi identificada, contraiu a raiva e veio a óbito no dia 30 de janeiro. Este ano foram dois casos já registrados, segundo a tabela, mas não consegui saber se  o caso do menino de Mirinzal já faz parte dessa estatística, se realmente é o segundo ou o terceiro caso.

Sei que a máxima jornalística de "perguntar não ofende", não se aplica ao Sr. Ricardo Murad ou o governo da sua cunhada Roseana Sarney, mas vamos lá:

1 - Sem querer fazer nenhuma defesa do médico Nigeriano, mas se existe ainda essa doença chamada RAIVA, já erradicada em muitas paragens do Brasil, de quem é a culpa ou a negligencia, de um médico ou do Governo do Maranhão?

2 - Todos os municípios do Maranhão tiveram este ano vacinação contra a Raiva? 

3 - Quantos cães foram vacinados em Mirinzal, município onde teria morrido a criança, fato pelo qual agora o governo acusa o médico Nigeriano de erro ou negligencia médica?

Com a palavra o secretário Ricardo Murad e a governadora Roseana Sarney.

Um comentário:

Anônimo disse...

valeu Josué você tem um dos blogs mais sério deste Estado...agora o cabra FANTOCHE DO sÓ FALA MENTIRA...