sábado, 11 de janeiro de 2014

TOCANTINÓPOLIS-TO: MULHER PROCURA IRMÃO QUE SAIU PARA TRABALHAR EM SERRA PELADA

mulher_ed
(G1/Foto:Roberlancokim/Tocnoticias)
A voz trêmula de Maria da Conceição Rodrigues Costa, de 61 anos, tem um motivo. A moradora de Tocantinópolis, procura pelo irmão Wilde Rodrigues Costa, desaparecido desde que saiu do estado para trabalhar no garimpo de Serra Pelada, no Pará, em 1984. Desde então, ela e as cinco irmãs nunca mais o viram. A esperança dela, é de que após a publicação da foto dele na internet, o próprio Wilde ou algum conhecido possa dar alguma pista do paradeiro dele.

Wilde saiu de casa depois da morte da mãe. “Ele sempre gostou de andar, conhecer lugares novos. Depois da morte da nossa mãe, ele decidiu sair pelo mundo”, conta ela. Segundo Maria, foi o ex-marido da mãe dela conhecido por Zé da Zifirina que viu Wilde no garimpo. Esta foi a única vez que Maria e as irmãs receberam notícias do irmão, ainda nos anos de 1980. Depois disso, surgiram rumores de que ele estaria em Brasília, mas a informação nunca foi confirmada.

Atualmente, Wilde deve ter 53 anos. Apesar do tempo e da fama de Serra Pelada, que se tornou perigosa devido à corrida pelo ouro na década de 1980, Maria acredita que o irmão esteja vivo. “Meu coração diz que ele está vivo. Eu fico imaginando como e onde ele possa estar. Ele pode estar doente ou precisando de dinheiro para voltar para casa.”

Maria disse que há tempos que ela e as irmãs procuram por Wilde. Das cinco irmãs, todas nascidas no Tocantins, apenas Maria e outra irmã moram em Tocantinópolis. Outras duas vivem em Goiânia e uma em Marabá (PA). Apesar da distância, Maria disse que elas continuam mantendo contato e não perderam a esperança de reencontrar o único homem dos seis filhos de Petronilia Rodrigues Costa, que morreu em 1983. “Ave Maria! Tomara que a gente o encontre”, concluiu Maria, esperançosa de que alguém tenha notícias de Wilde.

Nenhum comentário: