quarta-feira, 30 de abril de 2014

PREFEITURA DE IMPERATRIZ ANUNCIA PLANO PARA RECUPERAÇÃO DAS VIAS URBANAS DA CIDADE

Equipes se dividirão em sete macrorregiões. Ponte da Rua Amazonas já foi licitada. Parte da rua foi arrastada pela chuva.

Ao acompanhar as frentes de drenagem e pavimentação em execução na cidade, o prefeito Sebastião Madeira informou hoje que a Prefeitura já definiu o programa de recuperação dos danos causados no período chuvoso em Imperatriz. 

“Nossas equipes nunca pararam de trabalhar um dia sequer. Mas é do conhecimento de todos que as chuvas desse começo de ano castigaram nossa cidade numa dimensão bem maior que os períodos anteriores. Por isso tivemos que estudar a melhor forma de recuperar os danos e buscar os recursos necessários. Em no máximo 90 dias toda a malha asfáltica da cidade estará revitalizada”, garantiu.

O secretário Municipal de Infraestrutura, Roberto Alencar, detalhou que as frentes de recuperação serão divididasas em sete setores. “Vamos realizar o trabalho de forma simultânea nas regiões do Centro, Nova Imperatriz, Grande Bacuri, Grande Vila Lobão que inclui a Cafeteira, Grande Santa Rita, Grande Vila Nova e região do Grande Vitoria. As equipes que forem terminando vão se integrando às outras para agilizar o serviço a ser realizado entre a segunda quinzena de maio e o mês de julho”, detalhou o titular da Sinfra ao ressaltar que as frentes de drenagem também serão intensificadas:

“Mesmo debaixo de chuva as drenagens em execução não foram interrompidas. Com a redução da quantidade de chuva esse trabalho também será expandido, a exemplo do serviço realizado na Rua Amazonas entre a Avenida Dorgival Pinheiro e a Rua Bom Futuro”, lembra.

Outro trecho importante que está sendo beneficiado com drenagem profunda é o da Rua Santa Rita entre as avenidas Industrial e Newton Belo, via que servirá de corredor de trânsito na região do Grande Santa Rita. “Aqui serão dois quilômetros de drenagem profunda com manilhas de 600 milímetros na rede principal e de 400 milímetros na rede coletora, as chamadas ‘espinhas’. A obra deve ser concluída em 60 dias se as chuvas não se intensificarem novamente. Em seguida toda a extensão da rua será pavimentada e servirá de corredor entre as avenidas principais”, ressaltou Roberto Alencar.

Segundo o secretário, também será realizada a terraplanagem das vias sem asfalto para melhorar o acesso aos bairros mais distantes do centro. Obras a serem realizadas com recursos próprios e em parceria com os governos estadual e federal.

Pontes – O prefeito também anunciou que está sendo realizada licitação para construção da ponte de concreto no cruzamento da Rua Amazonas com a Floriano Peixoto. “Ali é mais um ponto que foi castigado pelo temporal de fevereiro. A empresa vencedora da licitação iniciará a obra assim que for encerrado o processo burocrático”.

Ele garantiu que pelo menos mais quatro pontes de concreto serão construídas pela gestão municipal. “As ruas João Lisboa, Marechal Rondon, Maranhão e Avenida São João também receberão pontes de concreto, já em fase de licitação”. (Kayla Pachêco - ASCOM
)

Nenhum comentário: