segunda-feira, 9 de junho de 2014

ANTONIO PORTELA, PRESIDENTE DO SINDICATO DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS DO ESTADO DO MARANHÃO:


''O sistema prisional maranhense não foi pensado para a ressocialização''.

Com a máxima acima o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado do Maranhão-SINDISPEM, Antonio Portela, agente penitenciário há nove anos com larga experiência no debate sobre Segurança Pública, abre o leque da discussão sobre a crise presente na esfera interna do Sistema Prisional maranhense. 

Antonio Portela foi incisivo e lacônico nos muitos momentos em que criticou a ausência de planejamento por parte do Governo para com o sistema prisional do Maranhão com especial atenção para o Complexo de Pedrinhas, ponta de lança de um estopim anunciado com deflagrações de mortes violentas em seus muitos corredores. Acontecimentos que, segundo ele, poderiam ter sido evitados. 

O presidente do Sindicato que é também agente nas frentes de contenções de conflitos e na labuta diária aponta saídas e soluções para o decrépito e corruptível Sistema Prisional local. Faz um diagnóstico de situações-limite; descortina tumores; esvazia irrealidades e dá o tom necessário ao enfrentamento das muitas ilusões e falácias que ainda tentam ‘tapar o sol com a peneira’ de um dos mais sérios e graves problemas do Maranhão na atualidade.

Leia a entrevista completa no site ABN Online.

Nenhum comentário: