sábado, 12 de julho de 2014

IMPUGNAÇÕES DE CANDIDATURAS NO TRE DO MARANHÃO

Fábio Gondim, Nina Melo e Luciano Genésio impugnados




fachada institucional outubro 2012
Muitas impugnações foram registradas no Tribunal Regional Eleitoral neste sábado (12), último dia para que candidaturas sejam questionadas pelo Ministério Público Eleitoral ou por adversários. Dois candidatos a governador do Maranhão foram impugnados e importantes candidatos a deputado estadual e federal, além de uma chapa de senador.

O candidato a deputado federal e ex-secretário de Gestão e Previdência do estado, Fábio Gondim (PT), foi impugnado pela candidata a deputada estadual Valéria Campos (PSB) por conta de sua conturbada filiação ao PT. Segundo a acusação, a Executiva estadual do PT negou a filiação de Gondim dentro do prazo (7 de setembro de 2013). Ele recorreu e só teve a filiação na Executiva nacional já depois do prazo e por isto, estaria inelegível.

A filha do presidente da Assembleia Arnaldo Melo, Nina Melo (PMDB), foi impugnada por conta da filiação partidária pelo candidato a deputado federal Márcio Jardim. Nina estaria filiada ao PEN, mas o deputado Jota Pinto não permitiu sua candidatura pela legenda. Então, ela apareceu com uma filiação do PMDB que existira dentro do prazo. Mas a filiação do PEN estava registrada no sistema do TRE FiliaWeb.

O candidato a deputado estadual Luciano Genésio (SD) foi impugnado tanto pelo Ministério Público estadual quanto pelo candidato do PT, César Soares. Genésio foi declarado inelegível inelegível até 2020 por abuso de poder político nas eleições de 2012.


Principais impugnações:


Lobão Filho (PMDB) – governador – impugnado por Simplício Araújo e Rubens Júnior por contrato de aluguel com o governo do estado.
Chapa PMDB-PV proporcional e majoritária – impugnada por Márcio Jardim pela mudança na ata do PV, que não estava juntada com a ata do PMDB e não previa coligação inicialmente.
Zé Luís Lago (PPL) – governador – o blog confirmou a impugnação, mas ainda apura o autor e a motivação.
Chapa Gastão Vieira (PMDB)/Raimundo Monteiro (PT)/Remi Ribeiro (PMDB) – senado – inelegibilidade de Raimundo Monteiro por condenação do TCU.
Fábio Gondim (PT) - Deputado federal – impugnado por Valéria Campos por filiação fora do prazo legal.
Nina Melo (PMDB) – impugnada por Valéria Campos dupla filiação e/ou filiação fora do prazo.
Luciano Genésio (SD) - inelegibilidade por condenação no TRE.

Nenhum comentário: