quinta-feira, 16 de outubro de 2014

GRUPO LIDERADO POR VEREADORES DE CAROLINA MOSTRA FORÇA ELEITORAL

Humberto Pombo, Hélio Enfermeiro e Idalina deram maioria de votos de Carolina para Flávio Dino, Roberto Rocha, Deoclides e Valéria Macedo


Os números confirmam: o grupo político liderado pelos vereadores Humberto Pombo (PCdoB), Hélio Enfermeiro (PCdoB) e Idalina (PV) saiu extremamente fortalecido eleitoralmente nesta eleição em Carolina.
Os candidatos apoiados pelo mais novo grupo que pode ser denominado de  “a Terceira via” e que vem preocupando as duas oligarquias que se revezam no poder carolinense, tristemente conhecidas como “pés lisos” e “pés rachados”, tiveram a maioria dos votos  do município. A "Terceira via" deu maioria  para seus candidatos, tanto na proporcional quanto na majoritária.
Deoclides Macedo candidato a deputado federal obteve 2.753 (32%) e a deputada estadual Valéria Macedo obteve 2.367 (20,81%).

Já os candidatos apoiados pelo grupo “pés lisos” liderado pelo ex-prefeito João Alberto e seu irmão, o suplente de deputado estadual João Olimpio, tiveram um desempenho pífio, muito abaixo das expectativas para um grupo que já teve o poder municipal  por quatro vezes. O candidato a Deputado federal José Reinaldo, obteve 1.304 ( 15,20%)votos e o deputado estadual Neto Evangelista obteve apenas 1.333  (11,72%)votos.

O candidato a governador Flávio Dino (PCdoB) apoiado pelos dois grupos, terceira via e pés lisos obteve  6.996 (66.00%) votos. O candidato ao senado, Roberto Rocha ficou com 6.260 (60,03%) votos. Nesse caso, sem tirar os méritos do governador eleito que diretamente tinha o apoio de grande maioria dos maranhenses, que estavam ávidos por mudanças, supõe-se mesmo assim que parte considerável desses votos também foram  graças ao prestígio dos vereadores e demais integrantes da chamada “Terceira via”, diante do numero de votos que estes conseguiram para seus candidatos proporcionais Valéria e Deoclides.

Já o grupo do prefeito Ubiratan Jucá (“Pés rachados”) apoiou dois candidatos a deputado federal, Chiquinho Escórcio (PMDB) que obteve 2.036 (23,07%) votos e  Trinchão que obteve 1.132 (13,00%) votos. O deputado estadual Antonio Pereira (DEM), também apoiado pelos “pés rachados” obteve 3.647 votos, mas essa votação nem pode ser creditada ao grupo situacionista de Carolina, haja vista que o deputado que é mais conhecido como “Vampiro da saúde” pela sua ligação com o chamado esquema do secretário Ricardo Murad, andava de Helicóptero, fez uma campanha milionária em todo o estado, com denuncias de compras de lideranças e até de votos, como foi divulgado em Imperatriz quando dois cabos eleitorais de Pereira foram presos acusados da prática ilícita de sufrágio no dia da eleição.

O certo é que, como disse no início, o novo grupo político de Carolina “Terceira via”, foi o grande vencedor no município nesta eleição e se projeta para disputar a prefeitura em 2016 com grandes chances de sucesso, pois o povo de Carolina demonstra claramente que está cansado dos dois grupos políticos que se revezam há décadas na prefeitura local, com administrações desastrosas, denúncias de corrupção, enriquecimento ilícito e incompetência administrativa em detrimento da melhoria de qualidade de vida da população carolinense que tem visto cada vez mais a cidade ficar para trás no seu desenvolvimento econômico.

“Dor de cotovelo” e perseguição

Diante do sucesso eleitoral da Terceira via os adversários têm se mobilizado de todas as formas desde o período pré-eleitoral com ataques raivosos e baixarias, com maior intensidade por parte do grupo do ex-prefeito João Alberto e seu irmão João Olimpio (“Pés Lisos”) -, que se utiliza de um blogueiro (Cidade em Ação)  assacando calúnias e difamações contra os três vereadores e até mesmo Deoclides e Valéria Macedo. Uma lástima já que os dois grupos apoiaram o mesmo candidato ao governo.

A Terceira via tem, além dos três vereadores (Humberto Pombo, Idalina e Helio Enfermeiro) outros destacados membros, como o ex-vereador e suplente José Lucena (PDT) que deu maioria de votos em São José dos Pereiras (povoado onde mora) para Valéria (153 votos) e Deoclides (135  votos); a jornalista Lorena Machado, sua amiga Lívia Santos e o ex-funcionário da Eletronorte Vilson Soares - os três moram em Itapecuru e deram maioria de votos também para Valéria (202  votos) e Deoclides (265 votos); e ainda os  militantes como Lucia Ferreira, “Ferroquina”, “Bagaia”, “Tinda”, Maria Luiza, Wendel, Carol Gomes,  entre outros que se destacaram na luta política nesta eleição em Carolina.

Finalmente quero registrar que as ações beligerantes e desesperadas do grupo “Pé Liso” contra os vereadores, Deoclides e Valéria Macedo, não deve contar com o apoio do ex-governador e agora deputado federal José Reinaldo Tavares, amigo pessoal de Deoclides Macedo, a quem recentemente Reinaldo manifestou total solidariedade em sua luta pela validação do seus votos, ainda aguardando um Recurso Extraordinário no TSE para uma apreciação no STF.

Esperamos que os ânimos esfriem, afinal 2016 ainda está longe, vamos por enquanto empossar nosso governador e torcer para que as mudanças aconteçam no Maranhão.

Nenhum comentário: