segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Sítio Novo-MA: Alunos estudam em escola de palha


Escola do Assentamento Bacaba (Sítio Novo-MA)

O desprezo pela Educação em Sítio Novo do Maranhão (110 km de Imperatriz) revolta a comunidade e os pais de alunos do assentamento Bacaba, distante 35 km da sede do município. A situação é um reflexo do descaso da administração do prefeito Carlos Jansen.


Interior da Escola da Bacaba

O presidente da Associação de Moradores do Limpo Grande, Juarez de Sousa Miranda, denunciou à reportagem que a escola foi “construída e coberta de palha”, faltam carteiras escolares e alguns alunos sentam no chão para assistir as aulas na “Escola da Vergonha”.

Além disso, a escola não dispõe de banheiro, cantina e não fornece merenda escolar aos quase 100 alunos. A energia elétrica também foi interrompido por falta de pagamento. “Só existem 17 carteiras para 100 alunos. É um absurdo!”, reclama o líder comunitário, que reivindica providências ao prefeito Carlos Jansen.

Juarez Miranda garante que foram feitas diversas reivindicações para que o município construísse, desde o começo do mandato do atual prefeito, uma escola no assentamento Bacaba. “Ele (Jansen) só promete, mas nunca fez nada pela educação. E só apareceu uma vez, depois de eleito, aqui na Bacaba”, disse.

O lavrador José Maria lamentou o abandono da educação básica com crianças expostas a chuva na escola do assentamento Bacaba. “Essa escola é uma vergonha, pois na eleição passada vieram aqui e prometeram que iriam construir essa escola”, disse.

Ele contou ainda que o barracão de palha onde funciona a escola se arrasta ao longo dos últimos anos, sem que nenhuma administração tenha a preocupação de construir um prédio adequado para atender às crianças do assentamento Bacaba. “O barracão foi feito de palha. E toda vez quando tem início o ano escolar, temos que refazer o barracão”, conta.

A escola também não dispõe de cantina, e os alunos não têm merenda escolar e banheiros. “Queremos que o prefeito construa nossa escola, pois toda vez que chove ficamos molhado”, desabafou o aluno Diego Macedo Miranda.

Recursos

A previsão é que Sítio Novo deverá receber, somente neste ano, a quantia de R$ 8.665.517,81 – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) – sendo que, 60% dos recursos serão destinados para remuneração dos professores em efetivo exercício no município.

Somente no ano passado, a Prefeitura de Sítio Novo recebeu do FNDE a quantidade de R$ 6.699.761,80 – dinheiro que somado a outras transferências constitucionais, como é o caso do FPM (Fundo de Participação do Município), seriam suficientes para construir várias unidades escolares em Sítio Novo. (Gil Carvalho, da Tribuna do Tocantins)

8 comentários:

MOREIRA NETO disse...

Muito boa a matéria, aproveitamos para reproduzir!!!
Sucessoo Josué
Abraços Fraternais...

Anônimo disse...

EU, CONVIDO O NOBRE JORNALISTA A VIN EM NOSSA CIDADE, E AVERIGUA, QUE O ESTADO DE ABANDONO NAO ESTA SO NA AREA DA EDUCAÇAO, A SAÚDE ESTA DO MESMO JEITO SE NAO PIOR AINDA, O NOSSO PREFEITO VIVE MAIS EM IMPERATRIZ, DO QUE AQUI EM SITIO NOVO, VOCE O ENCONTRA TODAS AS NOITES DURANTE A SEMANA NA PEIXARIA DA TIA NA BEIRA RIO, DEGUSTANDO UM PEIXE, TOMANDO UM JHONNE WALKE BLACK, ENQUANTO ISSO NOIS MORADORES NAO TEMOS UMA DIPIRONA NO HOSPITAL PRA DOR DE CABEÇA, ELE ANDA DESFILANDO DE GOLF NOVO TETO SOLAR, ENQUANTO ISSO NOSSOS ALUNOS ANDAM NO SOL PORQUE OS TRANSPORTES ESCOLAR NAO EXISTE. É ASSIM NOSSA VIDA AQUI EM SITIO NOVO.

Edvaldo dos Santos Ferreira disse...

Caríssimo colega Josué,

Seu blog presta um grande serviço às comunidades do nosso estado.

Abraços!

Edvaldo Ferreira
Brasília

isanya disse...

Parabéns pela matéria...
é de grandes matérias assim como a sua que as vezes as calamidades tomam rumos diferentes, espero que no caso do município de sitio novo-ma,seja tomada alguma providencia, porque é um caso de humilhação humana.Sabemos que a fama de politicos é sempre o bolso deles mesmos, mais discaradamente é de mais.

Anônimo disse...

você estar muito atrazado, ja faz muito tempo que a escola foi construida.

christian campi o vai q cola 2012 vereador disse...

christian campi seu acessor tinha que ter mostrado os alunos na foto mas tudo bem valeu a intençao

Anônimo disse...

Meu caro critico jornalista vc esta fazendo o comentario errado pois a população não necessita de dipirona mas sim,o prefeito que tem ressaca de wusk!!!!

Anônimo disse...

Que calamidade, e por mais que seja reivindicado algo pra dar um basta nisso e começar mudanças, tudo se torna vão, é um lugar "dos sem vez", "sem voz". Falam que é gasto tantos e tantos mais na verdade não temos noção de como é aplicado centavo, por centavo, a gente sente falta quando não se vê nada, mais no entanto não temos voz pra lutar contra isso, por isso que digo a nossa voz é o nosso voto!