sexta-feira, 18 de maio de 2012

BLOQUEIO A NAVIO EM SÃO LUÍS: denúncia para expor três crimes graves relacionados à produção de ferro gusa no Brasil: trabalho escravo, desmatamento e invasão de terras indígenas.

 Recebí essa do Greenpeace: 


Desmatamento Zero

Olá Josué,
Nesta terça, enviamos um email contanto um pouco sobre a ação em São Luís do Maranhão. O protesto pacífico já dura 4 dias, sem descanso para nossos ativistas. Caso você ainda não tenha lido, veja a história da voluntária que está participando da ação.
Nessa segunda-feira, Elissama deu uma demonstração do que é ser ativista. Uma menina baiana, franzina, pareceu ainda menor ao lado de uma navio de 175 metros.Elissama se pendurou na corrente da âncora do navio Clipper Hope e impediu que ele se movimentasse para receber um carregamento de 31 mil toneladas de ferro gusa no Porto de Itaqui, em São Luís, no Maranhão.
Elissama foi o símbolo de uma denúncia para expor três crimes graves relacionados à produção de ferro gusa no Brasil: trabalho escravo, desmatamento e invasão de terras indígenas. O carvão vindo da Amazônia serve para alimentar as siderúrgicas que produzem ferro gusa.
Seja um ativista você também. Assine para acabar com o desmatamento no Brasil.
O Projeto de Lei Popular de Desmatamento Zero precisa de 1,4 milhões de assinaturas para ser apresentado ao Congresso Brasileiro, assim como aconteceu com a Lei do Ficha Limpa. Participe você também.

Tatiana de CarvalhoUm abraço,
Tatiana de Carvalho
Coordenadora da Campanha da Amazônia
Greenpeace

2 comentários:

Anônimo disse...

O que o Greenpeace ainda não sabe,é que 70% das terras da Viena e Simasa Pindaré,tem origem em fraudes de legalização fundiaria,mais conhecida como GRILAGEM.Só no municiopio de Bom Jardim, existe titulos de propriedade que equivalem a mais de 4 vezes a areaa real do municipio.è grilagem de terras publicas da união,que estes larapio transferem para o patrimonio privado,com a anuencia ,consentimento e com a tutela dos funcionarios do Incra,e dos superintendentes daquele orgão.Fora os crimes ambientais de eleinação de APP e de reserva lega,colocadas no segundo andar de outras areas.Tem muito fazendeiro aqui da nossa cicade,inclusive o ex prefeito Ildon Marques,que estão enrrolados nestes crimes.O Ibama e o Incra tudo sabem , e tudo encobrem.Teu amigo

Afonso Cruz disse...

Q essa atitudes perdure para sempre em vossos corações, parabens pela dedicação nosso planeta esta em estado de emergencia........