quarta-feira, 24 de outubro de 2012

"TAMANHO NÃO É DOCUMENTO": JAPONÊS COMPRA VIRGINDADE DE BRASILEIRA POR MAIS DE 1,5 MILHÃO


Publicação: 24/10/2012 13:24
A virgindade da estudante brasileira Catarina Migliorini, de 20 anos, foi vendida na manhã desta quarta-feira por US$780 mil, o que equivale a mais de R$1,5 milhão. Ela foi escolhida em um concurso para a produção de um documentário que vai mostrar o cotidiano da virgem, os preparativos para o leilão e a primeira relação sexual dela.

O vencedor é um japonês que se identificou como Natsu. Nas últimas horas do leilão, ele disputou com um americano, que fez lance de US$740 mil, e um indiano que ofereceu US$730 mil. O ato sexual acontecerá 10 dias após o encerramento do leilão, que será no dia 3 de novembro.

Segundo o regulamento do programa, o vencedor deve apresentar um exame médico que certifique boa saúde. Ele também não poderá beijar a virgem, usar brinquedos sexuais, envolver outras pessoas ou filmar a relação. A duração do ato sexual deverá ser acordada entre os dois, mas o tempo de consumação mínimo é de uma hora.

Catarina se candidatou a fazer o documentário há dois anos e foi escolhida para fazer as filmagens, já iniciadas em Bali, na Indonésia. Filha de uma dona de casa e de um arquiteto de Itapema, litoral norte de Santa Catarina, a moça só contou aos pais que estava vendendo a virgindade na semana passada. A reação foi de desaprovação, mas ela pretende continuar com o leilão. Catarina não acreditava que o caso teria grande repercussão no site Virgins Wanted.

O primeiro lance foi dado no dia 18 por um brasileiro, que ofereceu US$ 72. Logo depois, o preço subiu com um lance de US$ 200, dado por outro brasileiro. Os maiores lances, porém, partiram de estrangeiros. Com o dinheiro arrecadado com o leilão de sua virgindade, Catarina Migliorini pretende abrir uma organização não governamental para construir casas populares. O documentário sobre a venda da virgindade de Catarina não tem data para ser concluído.

HOMEM LEILOADO
O russo Alexander Stepanov, 23 anos, também teve a virgindade leiloada. Com nacionalidade brasileira, o vencedor se identificou apenas como "Nene B" e deu lance de US$3 mil, o que equivale a cerca de R$6 mil. 

Os lances do virgem tiveram valores bem menores que os de Catarina e foram basicamente disputados por brasileiros, havendo apenas a oferta de uma australiana.

Um comentário:

herla disse...

o povo ñao tem mas o que inventar