quarta-feira, 11 de junho de 2014

DAVÍ ALVES SILVA E UM INVENTÁRIO DOS MAIS DEMORADOS DA COMARCA DE IMPERATRIZ

Aparecimento de mais um filho atrasa andamento de inventário de Davi Alves Silva. Herança vai ser dividida entre a viúva e dez filhos.

A partilha do espólio do ex-deputado federal, ex-prefeito de Imperatriz Davi Alves Silva, já pode ser considerada  uma das mais demoradas da história da comarca de Imperatriz.  Não porque esteja ocorrendo briga entre os herdeiros, mas devido ao aparecimento de outros filhos, além do seis,  até então  reconhecidos.

Dep. Daví Alves Jr.
Depois da abertura do inventário apareceram, incialmente , três outros supostos filhos do “De cujos”  e mais recentemente,  um quarto, de 17 anos de idade,  já reconhecido  pela Justiça mediante exame de DNA.  A informação foi confirmada  na semana passada  pelo deputado Federal Davi  Jr de quem foi extraído o material genético para a  realização do exame.                                            

Alves Silva foi assassinado,   a tiros na tarde do dia 23 de Setembro de 1998 no pátio do extinto Posto Esplanda,  pelo    ex-cunhado  conhecido por Abraão Ribeiro da Silva, que imediatamente após a prática do delito, se matou.

O  inventário “corre”  na 3ª Vara da Família, e caso não apareça mais nenhum outro herdeiro, será dividido entre a viúva e os  dez  reconhecidos filhos do deputado assassinado.


Davi foi deputado estadual,  prefeito  de Imperatriz e foi assassinado no exercício de um seguido mandato de deputado federal.


Carreira política de Davi Alves Silva.

Deputado estadual, 1983-1987

Deputado federal, 1987-1989

Prefeito de Imperatriz, 1989-1993

Deputado federal, 1995-1998  (

Um comentário:

Unknown disse...

Ainda falta mais um que eles fingem não ter conhecimento