terça-feira, 28 de abril de 2015

BRASILEIRO RODRIGO GULART É EXECUTADO NA INDONÉSIA


O brasileiro Rodrigo Muzfeldt Gularte, de 42 anos, foi executado na tarde desta terça-feira (28), na Indonésia, onde foi condenado à morte por tráfico de drogas. Apesar dos apelos da comunidade internacional, a execução ocorreu por fuzilamento, junto com outros oito condenados.

Goularte pediu à família para ser enterrado no Brasil, em uma reunião que os parentes tiveram com o brasileiro ontem (27), dentro do complexo de prisões de Nusakambangan, em Cilacap. Como última tentativa de evitar o fuzilamento, advogados de Gularte chegaram a entrar hoje com recurso na Corte Administrativa de Jacarta pedindo a revisão do fato do presidente indonésio, Joko Widodo, ter negado clemência ao brasileiro. 

Em janeiro, a Indonésia executou cinco condenados, entre eles o também brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira. Desta vez, também foram fuzilados um indonésio, um francês, dois australianos, quatro nigerianos.

De acordo com a emissora 9news, da Austrália, a única mulher condenada, a filipina Mary Jane veloso, não teria sido executada.

O paranaense foi preso em julho de 2004 depois de tentar ingressar na Indonésia com 6 quilos de cocaína escondidos em pranchas de surfe. 

Gularte foi diagnosticado com esquizofrenia por dois relatórios médicos no ano passado. Em março, uma equipe médica reavaliou o brasileiro a pedido da Procuradoria Geral indonésia, mas o resultado deste laudo não foi divulgado.

Familiares e conhecidos relataram que Gularte passava seus dias na prisão conversando com paredes e ouvindo vozes. Dizem que ele se recusava a tirar um boné, que usava virado para trás, alegando ser sua proteção.

Nenhum comentário: