terça-feira, 26 de maio de 2015

REDUÇÃO DE VÔOS NO AEROPORTO DE IMPERATRIZ: DEOCLIDES MACEDO ESTEVE COM O MINISTRO DA AVIAÇÃO CIVIL E PEDIU PROVIDENCIAS


Empresários, autoridades e representantes da sociedade civil organizada vão discutir nesta quarta-feira a questão da suspensão ou exclusão de vôos de Imperatriz por parte da TAM Linhas Aéreas e tentar definir uma solução favorável para passageiros do transporte aéreo da região. 

O encontro, convocado pela Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII), também deve contar com a participação de um representante da Infraero. A reunião está marcada para esta quarta-feira (27), às 19h, no Palácio do Comércio. 


Segundo a ACII, o evento traduz a apreensão da sociedade imperatrizense com os prejuízos causados ao dinamismo econômico pela retração das empresas aéreas, uma vez que a retirada de vôos amplia as dificuldades existentes no transporte aéreo na região, além de retardar o processo de crescimento da cidade. 


No início do mês, o ex-presidente da Câmara de Municipal, vereador Hamilton Miranda (PSD), pediu a atenção dos colegas parlamentares para a redução dos voos da empresa TAM no aeroporto Renato Cortez Moreira. Segundo ele, além de diminuir os voos, o preço das passagens também tem aumentado muito, principalmente, no trecho Imperatriz-São Luís. 




COMO DEPUTADO, DEOCLIDES MACEDO SOLICITOU RETORNO DOS VÔOS QUE FORAM RETIRADOS E PROVIDÊNCIAS PARA MELHORAR AEROPORTO DE IMPERATRIZ 


No curto período de 40 dias em que ocupou uma cadeira de deputado federal, o ex-prefeito de Porto Franco, Deoclçides Macedo (PDT) tratou desse assunto em audiência com o Ministro Elizeu padilha, da Sevretaria Nacional de Aviação Civil-SAC.

A solicitação de Deoclides ao ministro Padilha foi para que este interceda junto à TAM pela manutenção dos quatro vôos que faziam a rota Imperatriz/São Luís, sendo os vôos 3572 (todos os dias da semana as 22:00h), 3573 (todos os dias da semana as 06:00h), 3552 (aos sábados e domingos as 12:45h) e 3553 (aos sábados e domingos as 15:03h). 

“Consideramos que a manutenção das referidas rotas traria grandes benefícios aos munícipes da segunda maior cidade do Maranhão e as cidades vizinhas, continuando a ampliar o acesso da população brasileira ao usufruto do transporte aéreo, além de estimular o desenvolvimento econômico e o turismo dentro de nosso estado, no que solicitamos o apoio do ministro para o retorno desses vôos,seja pela TAM ou por outras empresas aéreas, como a Azul e a Gol”, afirmou Macedo. 

Na oportunidade, além de solicitar um intervenção do órgão no sentido de que sejam restabelecidos os vôos, Deoclides requereu melhorias no sistema de navegação do aeroporto de Imperatriz. 

“Entregamos nas mãos do ministro uma solicitação para que este envide esforços no sentido de dotar o aeroporto de Imperatriz de um moderno sistema de navegação aérea. A falta de estrutura da navegação por aparelhos provoca freqüentes atrasos de vôos, tanto na decolagem quanto na aterrissagem, além dos transtornos causados em períodos chuvosos, dentre outras tantas dificuldades atreladas principalmente à segurança dos vôos”, disse Deoclides. 

Segundo Deoclides, o ministro Elizeu Padilha ouviu as reivindicações e prometeu no mais curto espaço de tempo se inteirar melhor sobre elas e buscar soluções, mas segundo ele,  o encontro promovido pela classe empresarial de Imperatriz só reforça ainda mais o pleito.

“Ele foi muito receptivo e agora, com o apoio da ACII, temos certeza que vai tomar providencias para atender esses dois pleitos que são justos e trarão enormes benefícios à nossa população” acredita Deoclides.

O presidente da ACII, Jairo Almeida, enviou convite à Deoclides para participar do encontro,em reconhecimento da importância do pleito que este fez ao Ministro da Secretaria de Aviação Civil quando no exercício do cargo de deputado federal, mas em virtude de compromissos inadiáveis na capital disse que não poderá se fazer presente.

Nenhum comentário: