quarta-feira, 5 de novembro de 2014

JEFFERSON PORTELA PROMETE FAZER UMA RADIOGRAFIA COMPLETA DO SISTEMA E BUSCAR SOLUÇÕES PARA MELHORAR A SEGURANÇA PÚBLICA DO MARANHÃO

Humanização das polícias e integração dos sistemas de seguranças foram as principais agendas apresentadas pelo secretário anunciado


Anunciado por Flávio Dino como responsável pela pasta de Segurança Pública, o delegado Jefferson Portela relatou em entrevista nesta terça-feira (04) as prioridades para garantir o cumprimento do Programa de Governo apresentado pelo governador eleito aos maranhenses. No programa Avesso, da TV Guará, Portela relatou como pretende reestruturar a Secretaria de Segurança para torná-la mais eficiente.

Entre as prioridades da pasta, Portela garantiu o diálogo permanente com todas as forças de segurança, de modo a concretizar a integração entre os sistemas de inteligência e informação das polícias, do Ministério Público, OAB e do Judiciário, atendendo à determinação do governador eleito. “O compromisso de Flávio Dino é prestar um serviço público de qualidade aos maranhenses e eu estou aqui para garantir isso na Segurança Pública”, confirmou Portela.

A respeito das dificuldades que serão encontradas, o secretário anunciado relatou que a orientação de Flávio Dino é manter uma postura propositiva, garantindo soluções eficientes e rápidas. “Não assumo a secretaria para chorar em cima de problemas. O governador Flávio Dino mentalizou um novo comportamento. Vamos seguir isso trabalhando não para falar das dificuldades que serão encontradas, mas para resolvê-las”, concluiu.

Em outra entrevista também na TV Guará, no Programa Transição, Jefferson Portela também deu indícios de como pretende atuar no enfrentamento da realidade existente. Como o Estado menos policiado do Brasil, entre delegados, peritos, legistas, comissários, escrivães, investigadores, o Maranhão precisa, segundo Portela, “recompor o quadro das polícias”.

Pacto pela Vida

Proposta apresentada por Flávio Dino para articular políticas de Estado entre todos os poderes com a finalidade de reduzir os índices de criminalidade, o Pacto pela Vida será implantado para assegurar políticas de prevenção de crimes e de combate ao tráfico. Sobre isso, Portela prometeu dedicação.

“Garanto aqui aos maranhenses que faremos uma radiografia completa do sistema de segurança e buscaremos soluções”, disse ao explicar que o programa também envolve outras secretarias e forças de segurança pública que terão reuniões periódicas com o governador eleito para traçar metas e prazos.
Valorização das polícias

Lembrando que há 16 anos trabalha como delegado de polícia, Portela garantiu empenho para valorizar os profissionais da área. “Nós vamos humanizar o tratamento ao homem e a mulher policial. A máquina é a viatura. O policial é um homem e será tratado como tal”. E, concluiu garantindo uma postura de diálogo permanente. “Manteremos o diálogo. Vamos receber as polícias e levar ao governador, valorizar os profissionais. A conversa vai continuar como durante a campanha”. (Assessoria).

Um comentário:

Jose Ribeiro de Oliveira Ribeiro disse...

BONS VOTOS AO NOVO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA DO MARANHÃO. DR. JEFFERSON PORTELA. ESPERANÇA DE UM NOVO TEMPO.
Esta é a melhor oportunidade que alguém pode receber na vida: a autonomia para fazer o que realmente sabe fazer. A sua experiência lhe habilita a reordenar a Segurança Pública do Maranhão, o Estado com maior repercussão negativa em todo o País. A tarefa é árdua e sei que você tem consciência disso. As mudanças se fazem necessárias e os primeiros passos devem começar de imediato. O apoio é essencial, do governo e, especialmente dos seus colegas. E para o êxito que se torce e se espera, é imprescindível a formação de uma equipe de trabalho, não para trabalhar sozinha, mas para aglutinar forças e direcionar as ações. É importante uma reestruturação da Segurança Pública do Maranhão, baseada em pilares meritórios de confiança, competência, habilidade, conhecimento, empenho e criatividade. A situação não permite remendos. As ações precisam ter foco nas causas. As medidas precisam ter eficácia, já demonstradas nos seus primeiros momentos, pela sua própria natureza e propósitos. É preciso que se desenvolvam ações imediatas e mediatas, concomitantemente, sob rigorosa coordenação e avaliação dos seus resultados. É preciso promover uma revolução nos métodos de trabalho, desde o atendimento à elucidação dos fatos, gerando nítida repercussão, para que tenhamos o apoio irrestrito, do governo, das instituições e da população. É preciso ter um olhar geral da situação, ainda que para isso seja auxiliado por outros olhares. A experiência é patrimônio, especialmente quando aliada à vontade de fazer. Assuma a responsabilidade pelos resultados, mas não queira alcançá-los sozinho. Por isso, exija, cobre, e quando preciso, reconheça a contribuição dos que lhe cercam, para estimulá-los a um plus de dedicação, de co-responsabilidade. A segurança Pública não envolve somente a Polícia, como querem mostrar alguns, para a sociedade. Ela é dependente direta e indiretamente das ações de todas as instituições, inclusive da sociedade. É preciso ter credibilidade, pois ela gera potencialidade das ações, adesões e apoio de toda a sociedade. A Polícia do Maranhão tem um marco na história, registrado a partir de 1998, quando ingressamos na Instituição. Neste instante, outro marco poderá ser deixado, quando aquele grupo assume a sua direção. Quero lhe desejar pleno êxito, e mais, lhe dizer, com convicção, que podemos mudar de um extremo a outro, ou seja, tirar do quadro caótico em que se encontra o sistema atual, e transformá-lo em modelo. Boa sorte e conte com seu amigo para o que der e vier.
Delegado Ribeiro.