segunda-feira, 10 de novembro de 2014

PORTO FRANCO É DESTAQUE EM EDUCAÇÃO, SAÚDE, DESENVOLVIMENTO E POLÍTICAS PÚBLICAS

Aluno de Porto Franco representa o Maranhão como semifinalista na Olimpíada Nacional de Língua Portuguesa. 


O município de Porto Franco, localizado na região sul do Maranhão, mais uma vez é destaque nacional de maneira positiva. Depois de ser matéria nacional na revista Exame e Istoé Dinheiro Rural por seu Desenvolvimento Econômico, constar em sexto lugar na lista dos dez municípios que mais crescem no Maranhão, Porto Franco é notícia também na Educação. 

O pivô desse recente destaque é um menino de apenas nove anos, Renato Platinir Miranda Luiz, que foi escolhido como um dos alunos semifinalistas das Olimpíadas de Língua Portuguesa. 
Renato Platinir
Uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) e da Fundação Itaú Social, a Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro desenvolve ações de formação de professores com o objetivo de contribuir para a melhoria do ensino da leitura e escrita nas escolas públicas brasileiras. 

A Olimpíada tem caráter bienal e, em anos pares, realiza um concurso de produção de textos que premia as melhores produções de alunos de escolas públicas de todo o país. Renato Platinir é semifinalista na categoria Poesia, com o texto “Gosto tanto daqui”, onde enaltece a cidade de Porto Franco e faz uma descrição da cidade nas áreas cultural, econômica e até geográfica. Renato Platinir é aluno na Escola de Tempo Integral Paulo Freire - localizado na sede do município -, desde o ano passado, ou seja, desde o 4º ano. 

“Hoje ele esta no 5º ano com as professoras Lara Morais e Hildamara Feitosa, oriundo da Escola Francisco de Assis Nóbrega, sendo alfabetizado pelas Professoras Regilene Rios e Maria Pinto. Estamos todos muito orgulhosos”, informou à reportagem a Secretária adjunta de educação, Ivaneide Rodrigues da Silva. 

Política educacional de Porto Franco, um caminho trilhado 

            Prefeito Aderson Marinho, vice-prefeito Fortunato Macedo e educadores de Porto Franco

Considerado 1º lugar no Índice de Desenvolvimento Educacional Básico (IDEB) do Maranhão, Porto Franco não é destaque por acaso, tudo isso é fruto de uma política educacional que vem desde o primeiro mandato do ex-prefeito Deoclides Macedo (PDT) e que vem sendo dada continuidade pelo atual prefeito Aderson Marinho (PDT), juntamente com o vice-prefeito e secretário de Educação, Fortunato Macedo e uma equipe que o próprio secretário faz questão de destacar como motivada e com “vontade política”.
O bom desempenho de Porto Franco no IDEB foi inclusive discutido durante seminário da 
União dos Dirigentes Municipais de Educação do Maranhão - UNDIME/MA, realizado na capital São Luis para avaliar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica e Alfabetização Nacional. 

Porto Franco foi motivo de comentários positivos por causa da classificação obtida pelo Ministério da Educação no IDEB 2013, superando a meta projetada pelo MEC. O município de Porto Franco atingiu nota 5.2 do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) no 5º ano em 2013, superando a meta projetada que era 4.4 ficando na frente até mesmo da capital São Luis que ficou em segundo lugar com apenas 4.1 e não atingiu se quer a meta nacional que era 4.7. 

Vice-prefeito Macedinho
Outro avanço registrado foi no 9º ano. Porto Franco ficou com nota 4.3 enquanto que a meta projetada era 4.4 um décimo a menos. A capital São Luis perdeu mais uma vez ficando com nota 3.7. 

Segundo nos informou o vice-prefeito Fortunato Macedo, Porto Franco vem há mais de 10 anos desenvolvendo uma política permanente, de investimento nos professores com formação continuada de todos os servidores da educação, seminários com educadores renomados do Brasil, envolvimento das famílias (pais e alunos), construção de Escolas e equipamentos públicos, parcerias com os demais órgãos municipais, como a cultura e o esporte e ainda parcerias públicas/privadas com empresas como Instituto Ayrton Sena,a Algar-Agro e a Suzano Celulose, entre outras. 

As Escolas de Tempo Integral 

ETI Paulo Freire
Na última gestão do prefeito Deoclides Macedo (2008 a 2012) foram construídas duas escolas de tempo integral, a ETI Paulo Freire, de ensino fundamental (de 1º ao 9º ano), inaugurada em 07 de maio de 2010, sendo a primeira do sul do Maranhão e a segunda em todo o estado; e a Escola de Educação Infantil de Tempo Integral Professora Licinha, inaugurada em 29 de setembro de 2012. 

ETI Professora Nicinha
As duas escolas foram criadas com imenso alcance social a partir de uma proposta pedagógica, “Projeto Aprender Bem”, coordenada pelo renomado professor Dr. PhD Pedro Demo, que é escritor e professor Emérito da Universidade de Brasília-UnB. 

As duas escolas foram construídas em área de vulnerabilidade social para atender à população mais carente. 

“Esse projeto de educação se tornou um marco institucional e, por isso mesmo, o Ministério da Educação premiou o município com um convênio para a construção de mais uma escola de tempo integral de ensino fundamental, cuja construção está em andamento e entrará em funcionamento em 2015”, informou o prefeito de Porto Franco, Aderson Marinho. 

Ex-prefeito de Porto Franco, Deoclides Macedo
“O sistema de Educação de Tempo Integral desenvolvido em Porto Franco é um sucesso e já foi visitado por mais de 50 gestores de municípios de todas as regiões do estado, que puderam constatar de perto como esse projeto inovador de educação tornou-se referência para todo o estado, tendo inclusive sido apresentado num encontro sobre o tema em fevereiro de 2011 em São Luís na presença de representantes da União dos Dirigentes Municipalistas de Educação – UNDIME-MA, das secretarias municipais de Educação, da Secretaria de Estado da Educação e do Ministério da Educação”, disse o ex-prefeito Deoclides Macedo, por telefone à reportagem aproveitando para parabenizar o aluno Renato Platinir e sua família, o prefeito Adersinho, o secretário Macedinho e toda a equipe da educação de Porto Franco. 

Além das Escolas de tempo integral Porto Franco mantém ainda uma extensa rede de ensino municipal e desenvolve amplo apoio à rede de ensino fundamental, inclusive no setor de transportes e deslocamentos de alunos da sede e do interior do município. 

Ensino Superior conta com Campus Universitário Municipal 
Entrada do Campus Universitário Darcy Ribeiro

Porto Franco abriga o primeiro Campus Universitário Municipal do Maranhão, o Campus Darcy Ribeiro, construído pelo ex-prefeito Deoclides Macedo. 

As atividades de Ensino Superior são desenvolvidas no Pólo Tecnológico Campus Universitário Darcy Ribeiro (Universidade Aberta) em modalidade presencial, através do Programa Darcy Ribeiro, e em modalidade à distância, pela Universidade Aberta do Brasil – UAB. O Campus Universitário Darcy Ribeiro foi constituído em parceria entre a Prefeitura de Porto Franco e Ministério da Educação/MEC. 

Primeira turma do Curso Técnico em Agropecuária
do Instituto  Federal do Maranhão-IFMA Campus São Luis
Maracanã no polo presencial E-tec Porto Franco
O Programa Darcy Ribeiro (modalidade presencial) atende hoje 123 estudantes cursando regulamente. Oferece os seguintes cursos de Graduação: 

Licenciatura em Ciências – Química; Licenciatura em Ciências – Física;Licenciatura em Ciências – Matemática; Licenciatura em Ciências – Biologia; Licenciatura em Letras e Licenciatura em História. 

Em parceria com a Universidade Estadual do Maranhão-UEMA, o programa desenvolve ainda o Curso de especialização em Educação para Professores em exercício na Rede Municipal de Ensino, atende 139 Professores. (Especialização em Aprendizagem e Autoria na Educação Infantil e Ensino Fundamental) 

A Universidade Aberta do Brasil (modalidade à distância) é desenvolvida em parceria com a Universidade Federal do Maranhão–UFMA, Instituto Federal do Maranhão-IFMA e Universidade Estadual do Maranhão-UEMA, atendendo atualmente a mais de mil estudantes oferecendo cursos de Graduação em Licenciaturas, além de Bacharelado em Administração e Especialização em Administração. 

Prêmio gestor nota 10 

Em Agosto deste ano, Porto Franco, através de seu secretário de Educação Fortunato Macedo recebeu o prêmio “Gestor Nota 10”, reconhecido entre as 100 melhores gestões em Educação, através de pesquisa e classificação que dá direito a essa premiação. 

“É com orgulho que comunicamos que Vossa Senhoria e vosso município estão entre os 100 detentores do Prêmio Gestor Nota 10. Após 6 meses de profunda pesquisa e da triagem realizada em julho de 2014 onde chegamos aos 300 gestores, eis que hoje o Brasil conhece os 100 Municípios que lutam por uma Educação digna, transparente de qualidade e principalmente voltada aos anseios e necessidades da sua comunidade. Sabemos como é difícil esta tarefa numa pasta onde o compromisso com o empenho de uma nova geração é grande e promissor,mas temos a certeza que chegamos a lista oficial com as gestões que honram com seus compromissos, que lutam para uma educação de qualidade , fazendo de seus dias um exemplo de dinamismo, garra e perseverança”, diz o informe do prêmio. 

“Tudo isso exige dedicação e vontade política, graças a Deus o que não nos tem faltado, tanto nos gestores como foi o caso de nosso ex-prefeito Deoclides e agora o atual prefeito Aderson Marinho, de nossa parte também, quanto no esforço dos servidores da educação, que se aplicam de todas as formas para obter resultados como esse, de um aluno de apenas nove anos representar o nosso estado numa olimpíada tão importante”, disse Fortunato, aproveitando para destacar o desempenho do município também na educação superior, sendo o único do Maranhão a ofertar um pólo inteiramente municipal, que é o Pólo Darcy Ribeiro (ensino superior) que abriga entre outras instituições de ensino a Universidade aberta do Brasil. 

Porto Franco, exemplo de gestão, políticas públicas e desenvolvimento econômico 


Em Porto Franco o ex-prefeito Deoclides Macedo realizou uma transformação profunda na vida do município. Há dois marcos históricos: um antes de 2005 e outro depois de 2005, com as duas administrações bem sucedidas do prefeito empreendedor Deoclides Macedo de 1.º/01/2005 até 31/12/2012 e agora no mesmo ritmo com o prefeito Aderson Marinho que desponta neste pouco mais de dois anos com muitas obras e políticas públicas de qualidade, apesar de escassez de recursos e até perseguições políticas por parte do governo estadual que pouco investiu nos últimos anos no município, sequer mandando na totalidade as transferências constitucionais. 

Porto Franco continua uma cidade pequena, mas certamente o município com os melhores indicadores sociais e econômicos da chamada região tocantina e do Maranhão do Sul. Senão vejamos: 

1 - Tem um dos melhores sistemas públicos de saúde, um setor educacional bem estruturado, conforme acabamos de narrar; 

2 - A infraestrutura e a logística urbana e rural do município são de causar surpresa a qualquer pessoa que vive noutro município da região; 

3 - Conta com um Distrito Agroindustrial com inúmeras empresas instaladas sem nenhum estorvo e com facilitações e incentivos fiscais para instalação; 

4 - As políticas sociais de geração de trabalho e renda em Porto Franco são muito expressivas, especialmente com a chegada da ABC Inco (atual Algar Agro) no Distrito Agroindustrial. Desde 2005 Porto Franco vem atraindo empresas, dentre as quais o grupo Algar Agro que escolheu o município para construção de uma unidade de armazenamento e esmagamento de soja de 200 milhões de reais. Inaugurada em 2007 com capacidade de esmagar 480.000 toneladas por ano, a fábrica mudou a vida do lugar. 

Desde então, Porto Franco vem consolidando o seu distrito agroindustrial às margens da ferrovia, que além da Algar Agro, já conta com unidades da Cargill, da Bunge e da Ceagro. 

A instalação do pólo agroindustrial em Porto Franco tem impulsionado a economia local e regional. O processamento da soja ajuda a desenvolver também atividades como a pecuária e a avicultura. 

A Algar Agro, que é uma empresa de agronegócios do Grupo Algar com sede em Uberlândia, inaugurou a primeira refinaria e envase de óleo de soja de capital exclusivamente nacional da região Nordeste. A unidade está localizada no pólo agroindustrial de Porto Franco, na região sul do Maranhão, e foi construída com um investimento de R$ 70 milhões. A planta, com capacidade de produzir 5,5 milhões de caixas de óleo/ano, gera cerca de mil empregos diretos e indiretos. 

A partir da refinaria de Porto Franco, a Algar Agro realiza a distribuição do óleo de soja da marca ABC para estados do Norte e Nordeste do país. A planta é a segunda refinaria da empresa. A primeira, localizada em Uberlândia, é responsável pela liderança da marca ABC em Minas Gerais e garante presença do produto no Espírito Santo, São Paulo e Rio de Janeiro. 

Com a nova refinaria, a Algar Agro atinge toda a região norte e nordeste posicionando a empresa como a terceira ou quarta maior do Brasil no setor. A refinaria da Algar em Porto Franco começou a operar em 2007. 

5 - Finalmente, em 2013, segundo a ONU, Baseado em estudos de Desenvolvimento Econômico e no IDH- Índice de Desenvolvimento Humano, Porto Franco está em sexto lugar entre os dez municípios que mais crescem e se desenvolvem no Maranhão com IDHM de 0,684. 

O índice considera que apenas o crescimento econômico não é suficiente para medir o desenvolvimento de uma cidade: o IDHM é constituído da avaliação de critérios relacionados à saúde, educação e renda. 

Em termos numéricos o índice é calculado de zero a um - 0 significa nenhum desenvolvimento humano, e 1, desenvolvimento humano total. Quanto mais próximo de 1, mais desenvolvido é o município.

(Matéria do editor deste blog, jornalista Josué Moura, originalmente publicada no jornal Pequeno, edição de Domingo, 09/11/2014)

Um comentário:

Maria Luana Cordeiro disse...

Olha o Porto Franco é um município diferente, trabalha, consegue índice muito elevado na educação, agora eu pergunta por que os outros não consegue? e a inda tem um fator que prejudica os gestores de Porto Franco sempre foram adversário do grupo Sarney, e bom que municípios vizinho copie o Porto Franco, não tenha vergonha nós não podemos copiá é coisas negativa mais coisa positiva sim, é melhor do que fica perseguindo os funcionários sem motivos, nós vota em quem trabalha eu moro em Grajaú mais para deputado votei em Deoclides e Valéria, esse foi o motivo que fez eu vota neles, Deoclides e Valéria faz acontecer,